Connect with us

Bico do Papagaio

TOCANTINÓPOLIS: Mãe conquista registro de óbito do filho após 39 anos

Publicado

em

Cresolina Borges Cunha conquistou na Justiça registro de óbito extemporâneo e autorização judicial para translado dos restos mortais de seu filho Francimar Borges Costa, após 39 anos de sua morte. A Defensoria Pública em Tocantinópolis, quem fez o pedido, explicou que Cresolina procurou o órgão para ter seus direitos garantidos, já que na época, devido à comoção das circunstâncias da morte, não foi expedida a referida certidão.

De acordo com a defensora pública Isakyana Ribeiro de Brito, autora da ação, o filho de Cresolina foi encontrado morto com uma pedra de 5kg amarrada no pescoço, às margens do Rio Tocantins, em Tocantinópolis, em 1972, quando a vítima tinha apenas 11 anos.

Além disso, a mãe de Francimar requereu a autorização judicial para o translado dos restos mortais do filho para o outro cemitério da cidade, já que os restos mortais do filho dela estão no cemitério localizado no Centro da cidade e o local será transformado em uma praça. (Jornal do Tocantins, com informações da ascom da Defensoria Pública)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

Fabion critica atuação política da CODEVASF e Jair rebate

Publicado

em

Nesta noite de sexta, 18, os deputados Fabion Gomes (PL) e Jair Farias (MDB), se envolveram em um debate em rede social, sobre a atuação da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (CODEVASF).

Fabion falava com o prefeito de Nazaré, Clayton Paulo (Sem Partido), sobre o direcionamento dos investimentos da CODEVASF no Bico do Papagaio, onde estariam sendo beneficiados, municípios de interesse de Jair Farias.

Ao escutar a conversa, Jair entrou no assunto e negou o fato.

Fabion retrucou e chegou a dizer, que a empresa, contratada para executar as obras, está envolvida em diversas irregularidades.

Continue lendo

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: Comissão Avaliadora do Conselho Estadual da Educação faz vistoria na UNITINS

Publicado

em

O Câmpus Augustinópolis da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) recebeu nesta segunda e terça-feira, 14 e 15 de junho, a visita da Comissão Avaliadora do Conselho Estadual de Educação (CEE). A visita in loco atendeu a três aspectos protocolares, conforme instrumentos de avaliação do CEE: vistoria da estrutura física, análise documental e reuniões com integrantes da comunidade acadêmica. O trabalho de vistoria in loco acontece no contexto do recredenciamento institucional da Unitins, cuja visita é a última etapa do processo.  

O presidente da Comissão de Avaliação, professor Evandro Borges Arantes, avalia que a visita foi muito proveitosa. Ele comenta que “já estive no Câmpus Augustinópolis em outras ocasiões,  desde o início do seu funcionamento, até por conta disso pude acompanhar a notória evolução, tanto no aspecto da estrutura física, que melhorou sensivelmente, quanto a própria organização administrativa e didático-pedagógica, que também está bem diferente e bem melhor do que das outras ocasiões em que lá estive”, destaca o conselheiro, ao apresentar algumas considerações sobre a visita.

De forma preliminar, ele pontua que “o novo prédio onde o Câmpus está instalado tem todas as condições, atende tudo que preconizam os atos regulatórios e os instrumentos de avaliação do CEE”, acrescenta.

Evandro Borges comenta, ainda, que o fato da Unitins ter organizado e disponibilizado todas as pastas, dossiês, relatórios e evidências foi importante e facilitou o trabalho dos avaliadores. Ele explica que os dados dos relatórios foram confrontados e correlacionados ao que se via na prática, in loco. “Nós vimos não apenas o que constava nos relatórios, mas evidências práticas da realização das atividades. Em suma, ficamos bastante satisfeitos”, declara o presidente da Comissão Avaliadora ponderando que, apesar das melhorias verificadas, serão feitas algumas observações, “mas isso não é demérito para a instituição, ao contrário, isso é só um indicativo do que a instituição ainda pode melhorar”.

O reitor Augusto Rezende também pontua a mudança de estrutura física como uma melhoria importante par ao Câmpus. “Foi apresentada a evolução predial que tivemos, saindo do Colégio La Salle, que a Unitins ocupava até o ano de 2019, indo a partir de 2020 para o Centro Santa Rita, que é um local bem mais adequado para a estrutura da universidade, um local que tem muito espaço, e os avaliadores também verificaram toda a estrutura tecnológica e o câmpus devidamente pronto para o projeto de expansão da Unitins”, relata.

Para o reitor, as visitas in loco dos avaliadores do CEE consolidam as autorizações de recredenciamento de toda a Universidade. “A gente acredita que é um passo importante para a regulamentação desses atos. A Unitins recebe com muito carinho e com muita atenção as visitas e as ponderações do CEE para que a gente possa avançar sempre no processo de melhoria do ensino e aprendizagem, evoluindo tanto no Ensino, quanto na Pesquisa e na Extensão”, finaliza. 

A diretora do Câmpus Augustinópolis, Gisele Padilha, relata que a visita aconteceu de maneira tranquila e segundo ela, foi bastante produtiva. Ela conta que a Comissão visitou e avaliou toda a estrutura física da unidade, analisou dossiês dos docentes, documentos institucionais e realizou reuniões com as equipes do Câmpus. Conversou ainda com estudantes, com integrantes da Comissão Própria de Avaliação (CPA), com a Reitoria e os pró-reitores. Gisele explica que, ao final da visita, o feedback imediato veio acompanhado de sugestões de melhorias. “A avaliação nos motiva e demonstra que estamos no caminho certo. Nosso sentimento é de gratidão a todos que contribuíram e nos apoiaram durante esse processo”, destaca a diretora, satisfeita com o diálogo com os conselheiros. (Ruy Bucar)

Continue lendo

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: Acadêmicos de Ciências Contábeis apresentaram trabalhos como se estivessem em evento científico

Publicado

em

Discentes do 5º período do curso de Ciências Contábeis/Câmpus Augustinópolis da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) participaram, durante o primeiro semestre letivo de 2021, de ações interdisciplinares voltadas para a pesquisa e a elaboração de artigos científicos, objetivando motivar os estudantes para a produção acadêmica direcionada aos eventos da Mostra Científica.

Os artigos foram produzidos a partir do levantamento de temas feito pelos docentes do 5º período juntamente com os acadêmicos, envolvendo as temáticas das aulas. A atividade vale nota e compõe a Avaliação 2 (A2). A nota do artigo corresponde a 30% da A2, de modo que, pelo esforço, tenha-se uma compensação válida para as disciplinas que foram previamente acordadas entre docentes e discentes no início do semestre 2021/1.

Nessa quarta-feira, 16, os discentes puderam demonstrar um pouco dos seus talentos apresentando o produto final. Os artigos foram apresentados em aula para os demais colegas da turma como se estivessem apresentando em um evento acadêmico-científico.

“Os docentes que incluíram essa metodologia em suas aulas avaliaram como positivo e o resultado foi satisfatório para o aprendizado dos universitários, pois a efetivação do aprendizado no formato de aula remota é desafiador, assim como a forma de avaliar com coerência e eficácia”, afirma a professora da disciplina de Análise das Demonstrações Contábeis, Jucicléia Teodoro de Lima.

A coordenadora do curso, professora Ana Paula Monteiro, elogiou a ação realizada pelos docentes do 5º período e destacou que “várias habilidades foram englobadas na metodologia trabalhada, demonstrando que houve aprendizado. Ações como essa nos ajudam a continuar acreditando que estamos no caminho certo”. (Carlos de Bayma)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze