- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
terça-feira, 05 / julho / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img

TOCANTINÓPOLIS: O sexto homicídio do ano

Mais Lidas

As estatísticas negras de homicídios em Tocantinópolis não param de crescer, e neste ultimo Sábado, 13, apenas 16 dias depois do ultimo homicídio, ocorreu mais um crime violento na cidade. A vítima Jorge Moura de Morais Junior de 20 anos de idade foi morto com um golpe de faca certeiro no peito, onde não deu tempo de ser socorrido até o hospital.

A namorada da vítima e principal testemunha do acontecido informou que estavam subindo pela Rua Travessa Imperatriz no Bairro Alto da Boa Vista I por volta das 19h30min, nas proximidades do Bar da Pitomba, quando o acusado se aproximou de bicicleta e de faca em punho desferiu um golpe certeiro no peito de Jorge, este por sua vez já esfaqueado apenas disse “me ajuda” e já foi caindo ao chão.

A testemunha informou ainda que o autor do crime pegou a bicicleta com que ele havia chegado, montou e saiu sem dizer nada. Ela disse ainda que só sabia que o nome do acusado era “Romário”, neto do Chico Paruca. Na seqüência a namorada da vítima contou que pessoas que se aproximaram do local do crime ligaram para a polícia, e que o atendente disse para esta pessoa que fez a ligação que não podiam ir naquele momento porque estavam ocupados, então conseguiram um veículo para transportar Jorge até o pronto socorro.

Motivo

Perguntada se ela sabia de alguma rixa “atrito” entre os dois, ela contou que há algum tempo atrás ela e o namorado iam passando na rua onde a acusado mora, quando os cachorros deles, ‘porque eles têm um monte’, e estes ditos cachorros iam mordendo ela, então Jorge, comentou “eu vou matar esse cachorro bem aí, se ele morder a minha mulher”! Romário escutou e os dois começaram a bater boca um com o outro, mas não chegaram a trocar tapas.

Pouco tempo depois a testemunha contou que ela e o namorado se separaram e então Jorge começou a namorar com uma prima do acusado “uma tal de mocinha, mas, passaram pouco tempo juntos e se separaram, aí eu acho que aumentou mais ainda a raiva de Romário por Jorge” disse ela.

O corpo de Jorge foi enterrado no domingo, 14, no cemitério de Tocantinópolis com a presença de vários familiares e amigos. O acusado Romário, até o fechamento desta matéria continua foragido e está sendo procurado tanto pela Polícia Militar como pelos agentes da Polícia Civil. (Tocnoticias)

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias