Connect with us

Bico do Papagaio

TOCANTINÓPOLIS: PF pega lista contra ‘intriga, inveja e olho inimigo’ em ação contra Clenan Renault

Publicado

em

Durante as buscas na 5.ª fase da Operação Ápia, que investiga o procurador-geral de Justiça do Tocantins Clenan Renault de Melo Pereira, a Polícia Federal recolheu um documento inusitado, que aparentemente revela mandinga contra desafetos. A lista de nomes que supostamente seriam alvo do malfazejo é intitulada ‘pedido de afastamento e repreensão’. No papel há 16 nomes e uma obsessão. “Afastar todas as intrigas, invejas, denúncias, enfim, o olho inimigo.”

A Ápia apura desvios e propinas em obras de Infraestrutura no Tocantins. A 5.ª fase foi deflagrada em 18 de agosto e fez buscas no gabinete da Procuradoria-Geral de Justiça e na residência do procurador-geral, sob suspeita de favorecer empreiteiras.

Na ocasião, o governador Marcelo Miranda (PMDB) foi intimado a depor. O nome do peemedebista consta da lista do feitiço apreendida pela Ápia.

A relação de nomes que iriam para o sacrifício foi encontrada entre documentos apreendidos na residência de um alvo da Ápia 5. A PF ainda não apurou o motivo de tanto azedume.

Constam das anotações do indigitado também os nomes César Simoni de Freitas (secretário de Segurança Público do Tocantins), Doris de Miranda Coutinho (conselheira do Tribunal de Contas do Estado), Rildo Rodrigues de Lima (delegado da Polícia Federal), Marco Antônio Bezerra (procurador de Justiça), Caleb Mello (promotor de Justiça), Solano Donato Damasceno (advogado), Ângela Marques (ex-presidente e o ex-diretor de administração do Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Tocantins – Igeprev), Roger de Mello Ottaño (advogado), Maurício Cordenonzi (advogado) e Alex Hennemann (advogado).

Em outro papel apreendido na Ápia 5 aparece Edson Azambuja e uma blasfêmia. “Que seja derrotado, que não tenha forças nem pernas, nem boca, nem mãos para perseguir, trair, invejar minha família.”

Logo após a deflagração da Ápia 5, investigadores informaram que o documento do mal teria sido localizado em meio à papelada encontrada no gabinete do procurador. Oficialmente, a PF não se manifestou.

O procurador-geral de Justiça, investigado maior da fase 5 da Ápia, rechaçou com veemência ser o dono ou autor da lista de horrores. Em nota enviada por sua assessoria, Clenan Reanult repudiou tamanha heresia e declarou que é ‘Católico, Apostólico, Romano, e não compactua com qualquer atividade que destoe dos rituais e dos princípios da sua Igreja’.

A Operação Ápia tramita no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e apontou que obras de terraplanagem e pavimentação asfáltica realizadas no Tocantins, entre 2011 e 2014, custaram cerca R$ 850 milhões e geraram créditos indevidos a empresários.

Os pagamentos realizados no período totalizaram aproximadamente R$ 730 milhões, enquanto o restante – mais de R$ 120 milhões -, foi efetivamente quitado em anos posteriores. (Estadão)

Com a palavra, Clenan Renault de Melo Pereira

Nota Oficial

O Procurador-Geral de Justiça do Tocantins não reconhece o rascunho enviado pelo Estadão e afirma que o mesmo não é de sua grafia ou da grafia de sua esposa. Assim, disponibiliza-se para a realização de perícia grafotécnica. O chefe do Ministério Público Estadual sequer consegue identificar a maioria dos nomes rascunhados e considera estranho que se trate de um objeto que afirmam ter sido apreendido em seu gabinete, em uma operação conduzida em procedimento de caráter sigiloso pela Polícia Federal. Ressalte-se, nem mesmo o Procurador-Geral de Justiça e seus advogados tiveram, até a presente data, acesso integral aos documentos e objetos apreendidos. Todavia, o teor do referido rascunho torna óbvio que não existe ali qualquer sentimento ou intenção negativa. O Procurador-Geral de Justiça é Católico, Apostólico, Romano, e não compactua com qualquer atividade que destoe dos rituais e dos princípios da sua Igreja.

 

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

AGUIARNÓPOLIS: Adolescente de 17 anos morre após ser esmagado por caminhão

Publicado

em

Um adolescente de 17 anos morreu após ser esmagado por caminhão no posto fiscal de Aguiarnópolis, na região do Bico do Papagaio. Ian Ferreira Marquinho de Souza estaria dormindo embaixo do veículo e foi atropelado quando o caminhoneiro decidiu seguir viagem no início da manhã desta sexta-feira (26).

De acordo com a Polícia Militar, testemunhas que informam que o adolescente trabalha no local batendo pneus de caminhões – forma utilizada para encontrar pneus furados. O jovem foi visto por volta das 5h10 tomando um café e depois teria entrado embaixo de um caminhão prancha carregando um guindaste.

Pouco tempo depois, por volta de 5h50, o motorista do caminhão teria saído com o veículo sem saber da presença da vítima sob o veículo. O adolescente acabou sendo atropelado e arrastado por cerca de 10 metros. O corpo ficou esmagado.

A perícia esteve no local do acidente e o corpo foi recolhido pelo Instituto Médico Legal. A PM foi chamada e registrou a ocorrência, mas informou que não conseguiu localizar o motorista do caminhão. (G1)

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Araguatinense é morto em Parauapebas

Publicado

em

Por volta de 1h30 desta sexta, 26, o araguatinense Cleyton Martins Nogueira, foi morto na cidade de Parauapebas, na região de Carajás, estado do Pará. O crime ocorreu no Bairro Altamira.

Segundo informações da 20ª Seccional de Polícia Civil, Cleyton foi golpeado com várias perfurações de arma branca (faca). Ele estava em um bar acompanhado de sua namorada de prenome Daniela, momento em que de acordo com testemunhas, o ex-companheiro dela iniciou uma discussão. Após a briga, o ex de Daniela saiu e retornou um tempo depois com uma faca nas mãos e desferiu vários golpes na vítima que tentou correr, mas não teve chances e acabou morrendo.

A Polícia tenta encontrar o autor do homicídio.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Homem furta retrovisor de moto, é flagrado por videomonitoramento e preso

Publicado

em

A Polícia Militar realizou a prisão de um homem de 26 anos na noite desta quinta-feira, 25, acusado de furtar um retrovisor de uma motocicleta que se encontrava estacionada no Centro da cidade de Araguatins, no Bico do Papagaio. A PM chegou ao acusado através das câmeras de videomonitoramento.

As primeiras imagens flagrando o momento exato em que o autor retirava o objeto do veículo da vítima foram captadas pelas câmaras de segurança de uma loja instaladas próximo ao local.

Através do registro de imagens das câmeras de alta resolução do sistema de videomonitoramento instalado na cidade e monitorado na sede do 9º Batalhão da PM (9º BPM), os policiais militares checaram os dados da moto e do autor e descobriram que o indivíduo morava em São Sebastião do Tocantins, também no Norte do Estado. O homem estava em sua residência quando acabou preso pelos militares do destacamento da PM em Buriti.

O autor e o acessório furtado foram apresentados na Central de Flagrantes em Araguatins para as devidas providências.

Resultados do videomonitoramento desde a implantação da nova tecnologia

Graças a esse sistema de videomonitoramento instalado em Araguatins, a PM já conseguiu prender diversos autores de variados crimes praticados na cidade, bem como, a apreensão de objetos recuperados nas ações.

Entre as ocorrências de destaque, estão a apreensão de um menor flagrado nitidamente pelas câmeras quando roubou o aparelho celular de uma vítima com uso da força física e saiu correndo. As imagens captadas mostraram o rosto do menor, facilitando com que a PM chegasse de imediato até ele.

Outra ocorrência que ganhou destaque na mídia foi a prisão de um homem que estava com uma arma de fogo na cintura no Cais do Porto. Da central, a PM constatou o comportamento estranho do homem que constantemente colocava a mão na cintura. Os militares constaram que era uma arma e sem saber que estava sendo monitorado, o autor foi abordado,acabou preso e a arma apreendida.

Continue lendo
publicidade Bronze