- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
quinta-feira, 07 / julho / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img

TOCANTINÓPOLIS: Profissionais da educação são denunciados por fraude

Mais Lidas

Dois profissionais da educação – a orientadora educacional Maristela Moura e o professor Eden Evangelista Mascarenhas dos Santos – foram denunciados pelo Ministério Público Federal no Tocantins (MPF-TO), por obterem vantagem ilícita manipulando notas fiscais referentes à hospedagem e alimentação dos alunos da Associação de Apoio ao Programa de Alfabetização Solidária (AAPS) em Tocantinópolis. O programa era mantido pela Fundação Universidade do Tocantins (Unitins) do município e tratava de curso de capacitação para alfabetizados, no ano 2.000.

De acordo com o MPF-TO, a denunciada Maristela Moura era coordenadora do programa e casada com Eden Evangelista, que também participava das atividades do curso. A coordenadora apresentou notas fiscais nos valores de R$ 55.086,43 e R$ 44.489,67 referentes respectivamente à alimentação, da empresa Ki-Joia, e hospedagem, do Hotel Presidente, dos alunos do curso. A denúncia do MPF-TO, relata ainda que depoimentos de testemunhas comprovam que os alunos do curso se hospedaram e alimentaram no Seminário Leão XIII.

O MPF/TO requer a condenação dos acusados nas penas previstas no artigo 171 do Código Penal (estelionato). Atualmente, os denunciados vivem no Paraná. (Jornal do Tocantins)

- Publicidade -spot_img

1 Comentário

Assinar
Notificar-me
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
José Augusto Dionízio

É lamentável que até na educação aconteça situação de corrupção. Por isso, é bom que todos nós, homens e mulheres, façamos uma profunda reflexão na hora de escolher nossos representantes, pois quem chega ao poder (cargos públicos) praticando corrupção, certamente já o fazia em outras situações da vida pessoal. Mesmo assim, ainda é possível acreditar em novos caminhos e em pessoas honestas, sem esse atributo não teremos como pensar em um país melhor para todos. Finalmente, acredito que as investigações do Ministério Público Federal, mostrarão a verdade dos fatos e cabe ao Poder Judiciário fazer a Justiça na medida justa, dando a quem merece a reprimenda conforme o peso dos seus atos para que o erro seja reparado e a lição fique como exemplo para que todos vigiem a cada instante a nossa atitude na labuta das nossas obrigações

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias