- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
domingo, 03 / julho / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img

TOCANTINÓPOLIS: Saúde realiza curso de atendimento pré-hospitalar de urgência e emergência

QUALIFICAÇÃO

Mais Lidas

Com o objetivo de capacitar enfermeiros, técnicos de enfermagem e motoristas do serviço de atendimento médico pré-hospitalar, a Prefeitura de Tocantinópolis, através da Secretaria Municipal de Saúde desenvolveu durante os dias 15, 16 e 17 de junho, Curso de Capacitação de Urgência e Emergência. Com aulas práticas e teóricas a qualificação aconteceu nos auditórios da Universidade Federal do Tocantins e da Secretaria Municipal de Saúde.

De acordo com Jair Aguiar, secretário municipal de Saúde, a atual gestão busca estimular constantemente, a criação de equipes qualificadas atuando nos serviços pré-hospitalares de urgência e emergência. “Temos percebido uma carência nesse sentido e, com esse curso acreditamos que iremos melhorar muito o cuidado inicial de uma pessoa vítima de acidente ou de qualquer natureza. Nesse sentido, o curso visa capacitar os servidores, enfermeiros, técnicos de enfermagem e, motoristas que atuam na UPA e no Hospital Municipal José Sabóia, no que diz respeito ao atendimento pré-hospitalar”, informou.

Jair Teixeira Aguiar ressaltou ainda que os investimentos em saúde são, tem sido e continuarão sendo uma prioridade na gestão do prefeito Paulo Gomes. “Tão importante quanto adquirir novos equipamentos, ambulâncias, respiradores mecânicos, incubadora neonatal e todos os equipamentos que a gestão municipal tem adquirido, tão importante quanto essa aquisição é o investimento no material humano, nas pessoas que atuam na saúde pública do município”, disse o secretário.

O atendimento inicial concernente ao momento em que ocorre o acidente até a chegada do paciente à UPA, era uma das carências encontradas pela Secretaria Municipal de Saúde, visto que precisava melhorar esses atendimentos. “Esse é o motivo dessa capacitação, desse investimento, que eu tenho certeza que fará toda a diferença nas próximas ocorrências em nossa cidade. Estamos nos aproximando do período de festas juninas, da temporada de praia, que infelizmente acontecem muitos imprevistos e acidentes e, a partir dessa capacitação os profissionais estão prontos para quando a população precisar, ser atendidos de modo satisfatório, rápido e seguro”, finalizou o secretário de Saúde, Jair Aguiar.

Para uma maior compreensão acerca das atividades, os cursistas participaram de uma simulação com todos os aparatos necessários, inclusive com a utilização da UTI Móvel, recém adquirida pelo município. Entre as técnicas que foram conduzidas para os profissionais do Hospital Municipal José Sabóia e Unidade de Pronto Atendimento (UPA), estão ações iniciais de suporte avançado, bem como, identificação dos sinais de parada cardiorrespiratória, condução dos procedimentos de suporte básico da vida, conhecimento dos principais medicamentos usados nos casos deste tipo de parada e ainda técnicas de dinâmicas de equipe.

Com carga horária de 40 horas, os participantes receberam no final do curso, certificado e carteirinha de socorrista, onde a partir de então, terão todo o respaldo para atuarem no atendimento pré-hospitalar. “Esse curso de atendimento pré-hospitalar oportuniza ao profissional da saúde os procedimentos de como ele pode atuar durante os atendimentos em situações diversas, desde uma mobilização, uma parada cardiorrespiratória, e em alguns casos de traumas. Com a investidura deste curso, quem ganha é a população da cidade”, disse o enfermeiro, diretor e instrutor do curso, Cláudio Aguiar.

O diretor do Grupo de Ensino e Treinamento em Emergência (Getem), destacou ainda que o curso teve 25% de aulas teóricas e 75% de prática. “Os profissionais receberam informações desde a abordagem e avaliação da cena, a biomecânica do trauma, e os traumas em si, traumas do crânio encefálico, torácico, para agir em situações de avaliação primária e entre outras situações de urgência e emergência, imobilizar fraturas, fazer rolamentos, imobilizações, extricação veicular, além do suporte básico e introdução de suporte avançado de vida em cardiologia, no qual acontece muito a parada cardiorrespiratória”, pontou o enfermeiro, Cláudio Aguiar.

O coordenador da UPA e do Hospital Municipal José Sabóia, André Cruz, mencionou que além de qualificar, reciclar e fortalecer a padronização do atendimento em toda a rede de urgência e emergência oferecida à população pelos os profissionais da Saúde Municipal, a capacitação objetivou o atendimento humanizado. “A ideia é preconizar a integração e qualificação dos serviços de saúde no que tange a urgência e a emergência e qualificar mais ainda os profissionais da UPA e do Hospital Municipal”, disse.

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias