Connect with us

Bico do Papagaio

TOCANTINÓPOLIS: Seca no Rio Tocantins prejudica pesca de ribeirinhos

Publicado

em

sem-titulo

Barcos, canoas e balsas estão encalhados nos bancos de areia que se formaram com a baixa do rio Tocantins, em Tocantinópolis, extremo norte do estado. Os ribeirinhos que estavam acostumados a pescar bem perto da margem precisam percorrer até 200 km para encontrar os peixes. E lamentam poder caminhar em pontos que antes eram cobertos pela água.

O trecho do rio que fica perto da Usina Hidrelétrica de Estreito, no Maranhão, é um dos mais afetados. Os pescadores contam que não encontram mais peixes e que nunca viram o rio assim. “Aqui perto a gente colocava a rede, jogava a tarrafa e conseguia pescar. Hoje como é que coloca rede se o rio está todo seco? O lugar onde a gente pescava conseguimos até caminhar”, disse Valmir.

toc_21

Alguns precisam do peixe para o sustento da família, como o pescador Aldenor que se prepara para percorrer cerca de 100 km e ficar três dias no rio para encontrar o produto que lhe traz renda. “Agente vai porque a gente depende disso. Depende do rio, depende da pesca, tem que se aventurar e tentar a sorte”, lamentou.

Pedras no meio do rio que antes eram cobertas por cerca de 5 metros de água estão visíveis. Os barqueiros que fazem o transporte de pessoas e veículos para a outra margem do rio também estão sofrendo com a seca. Uma das balsas chegava a fazer 60 viagens por dia e agora fica o dia inteiro sem fazer nenhuma travessia. Os barcos menores ainda conseguem passar, mas precisam tomar cuidado para não bater em bancos de areia ou pedras.

toc_23

O geógrafo e professor da Universidade Federal do Tocantins, Fábio Pessoa, afirma que, além do longo período de estiagem, a usina é um fator externo que piora a situação do rio. “Sendo pautada como única forma de progresso e de desenvolvimento. Elas vão acarretar em problemas que vão afetar o curso da água, vazão de rios, morte de nascentes e por aí vai”.

A usina hidrelétrica começou a operar em abril de 2011, das oito turbinas apenas duas estão em atividade, o que corresponde a 18% da capacidade total.

O gerente geral do Consórcio de Estreito Energia, João Rezek, diz que a baixa do nível do rio não tem relação com a usina. “A seca é natural do rio Tocantins, ela está influenciando todas as atividades do rio. E a Usina Hidrelétrica de Estreito é apenas uma instalação que utiliza a água que passa pelo rio. Então, neste caso nós estamos atuando na mesma condição que os demais usuários, com o mesmo tipo de prejuízo”.

A esperança dos pescadores que a chuva chegue rápido e devolva toda a vida que o rio Tocantins traz para as famílias da região. (G1)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

ANANÁS: SAAE tem dívida de mais de R$ 1 milhão em energia elétrica

Publicado

em

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), do município de Ananás, no Bico do Papagaio, possui uma dívida milionária com a Energisa, concessionária que fornece energia elétrica. Segundo documento divulgado pela Prefeitura Municipal, gestões anteriores deixaram um débito de R$ 1.060.458,13.

Conforme a Prefeitura, o SAAE vem funcionando de forma limitada e afirmou que buscar tentar neste semestre, regularizar a dívida, evitando o corte de energia do SAAE e o colapso total no abastecimento de água de todo o município.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Na Câmara, Professora Elizabete pede prioridade no enfrentamento a Covid

Publicado

em

A vice-prefeita de Araguatins, Professora Elizabete (PSD), esteve presente na segunda, 19, na Câmara Municipal, onde participou da sessão ordinária e fez um pronunciamento abordando principalmente o momento de enfrentamento da pandemia de Covid-19 e diálogo com a população.

Elizabete se solidarizou com as quase 50 famílias araguatinenses que perderam seus parentes para a Covid-19. A vice-prefeita ressaltou que o momento é de priorizar os investimentos na área da Saúde e salvar vidas. A preocupação se dá, por conta dos altos níveis de contágio e morte da doença no município. Até esta semana são 49 mortes e mais de 1.500 contaminados desde o início da pandemia.

Outra questão abordada pela vice-prefeita, foi o diálogo com a população, a história do parlamento e sua importância na democracia.

“No entanto, senhores vereadores, a democracia assim como a liberdade de expressão, são direitos que devem ser vigiados, pois ainda hoje, apesar de tudo o que já vivemos, esses direitos são constantemente ameaçados”, disse Professora Elizabete.

Continue lendo

Bico do Papagaio

XAMBIOÁ: Homem é encontrado morto no meio da rodovia

Publicado

em

Um homem identificado como Silvan de Sá Silva, de 31 anos, foi encontrado morto nno km 25 da TO-164, na zona rural do município de Xambioá. A suspeita é que ele tenha sido vítima de atropelamento e arremessado a vários metros de distância.

O homem estava caído no meio da rodovia, na manhã desse domingo (18). A vítima apresentava um corte na cabeça com afundamento no crânio e havia muito sangue espalhado na pista.

A Polícia Científica realizou os trabalhos periciais a fim de desvendar o que realmente ocorreu no local.

O tio da vítima disse à polícia que esteve com Silvan no período da tarde ingerindo bebida alcóolica no Assentamento Grota do Lage. Depois, eles foram para a cidade de Araguanã. Contudo, já no período da noite, volta das 21h, Silvan teria pedido a motocicleta do tio emprestada para sair com uma garota não identificada. 

Um funcionários de uma empresa disse que passou pelo local do acidente por volta das 22 horas de sábado (17) e viu uma motocicleta estacionada com duas pessoas ao lado do veículo, mas não soube informar se uma delas era a vítima.

A motocicleta estava a uns 50 metros de distância do corpo, e apresentava alguns danos. Também havia dois capacetes e um par de sandálias. (AF Notícias)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze