Connect with us

Tocantins

TOCANTINS: Análise laboratorial garante qualidade do mel tocantinense

Publicado

em

Com o objetivo de assegurar a qualidade dos produtos apícolas, o laboratório, Referência em Apicultura, vem realizando a análise do mel tocantinense. A importância dessa análise será abordada pela doutora em área de concentração em microbiologia aplicada e pesquisadora da Unitins/Agro, Rosilene Naves Domingos, durante palestra, no 1º Congresso de Apicultura e Meliponicultura da Amazônia. O evento, realizado pela Secretaria da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário, será de 20 a 22 de outubro, no Espaço Cultural em Palmas, dentro da programação do Amazontech.

De acordo com a doutora, na análise do mel é averiguado o teor de açúcar, de umidade e o teor de adulteração, caso tenha adicionado açúcar industrial e amido. Segundo ela, 200 ml de mel é suficiente para realização do processo, que deve ser feito logo após colheita, quando a venda do produto já estiver programada. “A validade do mel é de dois anos, mas orientamos o produtor fazer a análise de imediato, após a colheita. Quando o produto está estocado há mais de um ano, também recomendamos que seja repetido o processo, antes da sua venda. É uma garantia, e o resultado ajuda o produtor na comercialização para a Conab e o Compra Direta, que usa o produto na merenda escolar”, informou Rosilene.

A pesquisadora disse ainda que a análise é feita no mel dos produtores ligados à associação e cooperativas de apicultores. Ela recomenda que a amostra seja enviada em embalagem nova, não retornável, com a indicação do produtor, com endereço, telefone e cidade. “É importante também informar o tipo da florada, pois contribui para um resultado mais completo e satisfatório. A análise atende produtores de todos os municípios tocantinenses. O consumidor leigo prefere o mel claro, mas o escuro tem maior valor nutricional. É importante conter essas informações no rótulo de apresentação para ajudar na comercialização”, orientou a doutora Rosilene.

Inscrições

Depois de encerrar a ação de mobilização do setor apícola pelo Tocantins para a participação no 1º Congresso de Apicultura e Meliponicultura da Amazônia, a coordenadora da comissão organizadora da Seagro, médica veterinária Erika Jardim, informou, nesta sexta-feira, 30 de setembro, que mais de 590 pessoas já se inscreveram para o evento.

Segundo a médica veterinária, a expectativa dos organizadores é que sejam inscritas para o Congresso aproximadamente 700 pessoas. As inscrições podem ser realizadas pelo site www.apicultura.to.gov.br. Lá os interessados têm acesso à programação, formas de pagamento e todas as informações referentes ao evento. O valor para a participação de técnicos será de R$ 120,00, para o apicultor associado, R$ 60,00, para o não associado R$ 80,00 e para estudantes R$ 25,00. Inscrições até 05 de outubro, desconto de 30% e a partir do dia 06 de outubro, valor normal, sem descontos.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

Tocantins suspende eventos equestres e aglomerações de equídeos em 10 municípios

Publicado

em

Com o intuito de proteger a sanidade do plantel equídeo contra o mormo e a saúde pública, o Governo do Tocantins, por meio da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), publicou nessa segunda-feira, 21, a Portaria nº 165 de 17 de junho de 2021, que suspende a realização de eventos equestres e aglomerações de equídeos (asininos, equinos e muares) nos municípios de Filadélfia e Nova Olinda, por haver casos confirmados de mormo e nos municípios limítrofes: Araguaína, Pau D’Arco, Bandeirante, Colinas do Tocantins, Babaçulândia, Barra do Ouro, Goiatins e Palmeirante.

Este ano, já foram registrados 13 casos de mormo no Estado. As determinações visam conter a disseminação da doença e preservar a sanidade do plantel de equídeo tocantinense. “Tomamos esta medida mais dura, a fim de frear o avanço da doença nesta região e impedir que ela chegue a outras regiões do Estado, pois o contato entre animais, aliado ao trânsito de equídeos, contribui para a disseminação da doença”, afirma a responsável técnica pelo Programa Estadual de Sanidade dos Equídeos, Isadora Mello.

A decisão sobre a suspensão dos eventos equestres nesses municípios durará até que a Adapec realize todas as medidas sanitárias para contenção dos casos positivos e investigação nas áreas que fazem divisas. Neste período, a Agência realiza a coleta de amostras em animais e exames consecutivos, num intervalo em média de 30 dias, a fim de controlar a doença.

Vale ressaltar que, com a edição desta portaria e após a conclusão das investigações de vínculos epidemiológicos, estão liberados das restrições para a realização de eventos equestres, os municípios de Taguatinga, Ponte Alta do Bom Jesus, Arraias e Aurora do Tocantins.

Mormo

O mormo é uma doença infectocontagiosa causada por bactéria que acomete principalmente os equídeos, não tem cura e nem existe vacina. Nos equídeos, os principais sintomas são nódulos nas narinas, corrimento purulento, pneumonia, febre e emagrecimento. Existe ainda a forma latente (assintomática), na qual os animais não apresentam sintomas, mas possuem a enfermidade.

Para prevenir a doença, o produtor rural, ao adquirir o animal, deve exigir a Guia de Trânsito Animal (GTA) acompanhada de exames negativos da doença; participar apenas de aglomerações de equídeos fiscalizadas pela Adapec; evitar que o animal compartilhe bebedouros e comedouros, e em casos de suspeita da doença isolar o animal imediatamente e comunicar à Agência para que ela proceda os exames clínicos e laboratoriais. (Welcton de Oliveira / Foto: Lenito Abreu)

Continue lendo

Tocantins

Sala do Empreendedor é instalada no Jalapão

Publicado

em

A região do Jalapão contará com mais um local de atendimento para os pequenos negócios. O novo Ponto de Atendimento e Sala do Empreendedor do Sebrae foram inaugurados neste sábado, 19, localizado na Praça do CAT – Sedematur, em Mateiros, município onde está localizada a maior parte da região ecoturística do Jalapão.

Mais de 1.700 pequenos negócios serão beneficiados com o atendimento presencial e local do Sebrae Tocantins, contando, inclusive, com orientação para acesso ao crédito.  O prefeito de Medeiros, João Martins, comemorou o novo Ponto, ressaltando o quanto será importante para todos os municípios que fazem parte do consórcio de municípios do Jalapão.

O presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae, Rogério Ramos enfatizou o quanto a presença dos micro empreendedores é importante para o desenvolvimento do Jalapão. “A região se destaca muito pelos pequenos negócios e isso se soma a uma grande estrutura, de um lugar rico, já conhecido internacionalmente. O Sebrae tem uma equipe muito qualificada para atender e transformar grandes regiões”, pontuou.

Para o superintendente do Sebrae, Moisés Gomes, com este Ponto de Atendimento, o time do Sebrae irá reforçar as ações para fortalecer o atendimento aos pequenos negócios da região. “As pequenas empresas vão fazer do Jalapão uma região turística como qualquer outra do País. Não tenho dúvidas que podemos ser o ponto turístico mais visitado do Norte do Brasil”, afirmou.

A inauguração contou ainda com a presença do diretor de Administração e Finanças Jarbas Meurer, a senadora Kátia Abreu, o Diretor de Administração e Finanças do Sebrae Nacional, Eduardo Diogo, o vice-presidente de varejo da Caixa, Celso Leonardo,  o prefeito de São Félix do Tocantins, Carlos Irael, a prefeita de Lizarda, Suelen Lustroso, além de autoridades locais.

Cidade Empreendedora

Na ocasião, também foi assinado o Termo de Adesão do município de Mateiros ao Programa Cidade Empreendedora. O objetivo é promover o crescimento e o fortalecimento dos pequenos negócios nos municípios do Tocantins através de dez eixos, que vão das compras públicas, sala do empreendedor à implantação do Projeto Força Mulher, ações de educação empreendedora, entre outros.

Continue lendo

Tocantins

Evento em parceria com Sebrae reúne educadores de todo o Tocantins

Publicado

em

Nesta segunda e terça-feira, 21 e 22, profissionais de todo o Estado participam do I Simpósio de Educação da Regional Portal do Jalapão. O evento, gratuito e on-line, é uma realização da Prefeitura de Porto Nacional, em parceria com o Sebrae, com abordagem nas Novas Aprendizagens em Uma Nova Escola – Estreitando Fronteiras.  Interessados podem se inscrever pelo link http://bit.ly/estreitandofronteiras e a transmissão será pelo canal do Sebrae Tocantins, no Youtube.

“A ideia do Simpósio surgiu a partir da observação que fizemos neste período de pandemia, sobre o fato de educadores e escolas terem que se reinventar para levar o ensino e aprendizagem para os alunos da rede. A parceria do Sebrae neste evento é importante, porque visualizamos que podemos ir mais longe com o apoio de todos”, enfatizou a diretora pedagógica da Secretaria Municipal de Educação de Porto Nacional, Alexandra Albuquerque Gomes.


A coordenadora de Educação Empreendedora do Sebrae, Izana Assunção, ressaltou o papel da instituição de fortalecer as escolas no sentido de fomentar o empreendedorismo. “Queremos reforçar o protagonismo dos professores e estudantes e tornar as escolas mais empreendedoras, inspirando alunos e professores”, destacou.

A programação conta com os temas de ensino e avaliação durante e pós pandemia, modelos híbridos e flexíveis de ensino, Inteligência Emocional na Adversidade, além de interação entre as secretarias municipais e sorteio de livros. Um dos palestrantes é o professor doutor Hamilton Werneck. Autor de 26 livros, entre eles, “Se você finge que ensina, eu finjo que aprendo”, ele vai abordar Como Ensinar Bem e Avaliar Melhor na Pandemia e Pós-Pandemia. “

A analista e gestora do Sebrae de Porto Nacional, Milena Rodrigues, afirmou que a instituição “não poderia ficar de fora de um evento como esse, logo que apoia as empresas do Estado, capacitando-as para cumprir com eficácia o seu papel no processo de desenvolvimento econômico e social”, pontuou.

Programação

21/06

8h – Abertura

9h – Tema: Como Ensinar Bem e Avaliar Melhor na Pandemia e Pós-Pandemia – Professor doutor Hamilton Werneck.

14h – Tema: Modelos Híbridos e Flexíveis – Professora doutora Arlenes Spada

16h – Case Escola de Araguaína  – Professora mestra Elisangela Silva de Sousa

22/06

8h – Acolhimento e interação no chat com secretarias municipais de Educação da Regional

9h – Inteligência Emocional na Adversidade – Professor e master treinador Emerson Pinduka

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze