- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
domingo, 03 / julho / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

TOCANTINS: Após quase oito anos, Memorial Coluna Prestes é reaberto ao público

Mais Lidas

A Secretaria da Cultura tem a satisfação de convidar toda a sociedade tocantinense a visitar um dos marcos arquitetônicos, culturais e históricos do Tocantins, que esteve fechado por quase oito anos. O Memorial Coluna Prestes será reaberto ao público para a realização do Festival Chico, na programação da FLIT – Feira Literária Internacional do Tocantins que teve início nesta segunda-feira, 25. A cerimônia de reinauguração do Museu está prevista para ser realizada em outubro. No entanto o visitante já poderá conferir o espaço que abriga o importante acervo que retrata a história da Coluna Prestes no Tocantins.

Dar acesso à população tocantinense conhecer mais sobre sua história é uma das prioridades da gestão da secretária da Cultura Kátia Rocha. “A reforma do Memorial Coluna Prestes e de outros museus do Estado está sendo uma de nossas maiores prioridades. Estamos trabalhando para que, em pouco tempo, possamos devolver para a população todos os monumentos que se encontram fechados”.

Durante a reforma foram feitos reparos no piso, nas instalações elétricas, no sistema de som, pintura de todo o prédio, substituição do carpete, reforma nos estofados, no palco do auditório.

As peças de artes foram submetidas a um processo de limpeza e restauração. De acordo com o superintendente do Patrimônio Histórico, Antonio Miranda, foi realizado um trabalho minucioso para não descaracterizar o projeto original. “Acompanhamos todo o processo de reforma, no sentido de garantir a manutenção do projeto original do Memorial Coluna Prestes, tendo em vista que ele é um bem, um patrimônio cultural que precisa ser preservado”, afirma Miranda.

Memorial Coluna Prestes

Construído como forma de homenagear o movimento tenentista de 1922 e a marcha realizada pela Coluna Prestes, as instalações foram projetadas pelo arquiteto Oscar Niemeyer em uma área de 570.40m². O local abriga um salão de exposições com peças originais da história da Coluna, um auditório com 87 lugares e salas para administração. Antes de entrar no prédio, o público tem acesso ao “Monumento aos 18 do Forte”, assinado pelo escultor Maurício Bentes, e a escultura em bronze “Cavaleiro da Luz”, que representa Luiz Carlos Prestes.

O acervo do Memorial é composto por fotografias, documentos e objetos pessoais doados pela família de Luiz Carlos Prestes que rememoram a marcha de 25 mil quilômetros feita pelo interior brasileiro, inclusive no Tocantins, entre os anos 20 e 30.

- Publicidade -spot_img

4 Comentários

Assinar
Notificar-me
guest
4 Comentários
Mais antigo
Mais recente Mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Tocantinense apaixonada

OBRIGADA SIQUEIRA CAMPOS, POR NOS DEVOLVER ESTE PRESENTE,AGORA SÓ FALTA NOS DEVOLVER AQUELA BOLA, NO MOMENTO NÃO ME LEMBRO O NOME, QUE FICAVA SOBRE O TELHADO DO PALÁCIO, SE ALGUÉM SOUBER OU LEMBRAR O NOME AGRADEÇO.

PEDRO

NÃO OBTIVERAM SUCESSO NA LUTA POR TENTAR APAGAR A HISTÓRIA DO TOCANTINS. É UM REGATE DE GRANDE IMPORTANCIA PARA UM POVO QUE
RESPEITA AS LUTAS E CONQUISTAS.

Roger

PARA “TOCANTINENSE APAIXONADA”: AS DUAS ESFERAS DE BRONZE E SEUS ADORNOS LATERAIS QUE FICAVAM INSTALADAS NA PARTE SUPERIOR DO PALÁCIO ARAGUAIA CHAMAVAM-SE FRONSTISPÍCIOS. FORAM RETIRADAS NO SEGUNDO SEMESTRE DE 2006. SEGUNDO REPORTAGEM DO PORTAL CLEBER TOLEDO DATADA DE 29/01/10, O MATERIAL FOI ENCONTRADO ABANDONADO EM PÉSSIMO ESTADO DE CONSERVAÇÃO NUM GALPÃO EM PALMAS EM 2010. HOJE ESTÁ SOB OS CUIDADOS DA FUNDAÇÃO CULTURAL. SEGUNDO A REPORTAGEM, NÃO SE SABE QUE DESTINO AS PEÇAS TOMARÃO.

Roger

CORREÇÃO: FRONTISPÍCIOS

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias