- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
sexta-feira, 20 / maio / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

TOCANTINS: Casos de AIDS caem 3%, mas subnotificação preocupa

Mais Lidas

O número de notificações de pessoas com aids caiu 3% no Tocantins desde 2009 até setembro deste ano, segundo dados da Secretaria Estadual da Saúde (SESAU). Em 2009, foram 121 notificações. Em 2010, 118 registros e até setembro deste ano 117 casos. Em todo Estado, de 2009 até setembro deste ano, foram 356 notificações e, atualmente, são atendidas pelo sistema de saúde pública cerca de 1.300 pessoas. Para a coordenadora Estadual de DST/AIDS, Adriana Cavalcante, a queda dos índices não é motivo de comemoração, mas de preocupação, pois esconde um problema no Tocantins: a subnotificação.

“Precisamos incentivar mais as pessoas a fazer o exame para diagnóstico da doença”, afirma Adriana Cavalcante, explicando a importância do resultado precoce. “A partir do momento que o exame detecta a carga viral indicando que a pessoa tem AIDS, se inicia precocemente o tratamento dando maior sobrevida ao paciente. Isso diminui a mortalidade do Estado que é alta”, detalha a coordenadora, contabilizando 45 óbitos no Tocantins, de 2009 para 2010, período chamado de banco fechado.

De acordo com Adriana Cavalcante, o Ministério da Saúde preconiza que só se trata pacientes com AIDS que já estão com sintomas da doença. “Ou seja, só é notificado casos de AIDS. HIV (somente detectado o vírus, onde os sintomas ainda não se desenvolveram) não é notificado”, informa a coordenadora. Ela explica que a Coordenação de DST/AIDS tem uma proposta de notificar casos de HIV. “A notificação é uma questão de vigilância. Se os casos de HIV são notificados, esses pacientes poderão ser monitorados, fazendo os exames de CD4 (medição de carga viral)”, detalha Adriana, acrescentando que identificando esses pacientes com HIV, o quanto antes, eles tão logo receberão atendimento específico caso haja evolução para AIDS.

Os municípios com maior número de notificações, nesse período, são Palmas (110), Araguaína (53) e Gurupi (20).

Exames

No Estado, existem dois Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA), um em Palmas e outro em Araguaína, que oferecem o exame. “Precisamos ampliar o número de CTA para aumentar o acesso aos exames. Mas, os exames podem ser solicitados em qualquer unidade de saúde”, informa a coordenadora, acrescentando que há dois tipos de exames, o conhecido Elisa – sanguíneo que vai para laboratório – e o Teste Rápido, cujo resultado é sabido em 30 minutos. Entretanto, a coordenadora ressalta que é preciso que a população atinja um nível de maturidade para que ela tenha vontade e queira fazer o exame. “Precisa de muita informação e de muita sensibilização, para que as pessoas entendam a importância do cuidado com a sua saúde e quanto mais cedo, mais tempo de sobrevida essa pessoa terá”, explica.

Atendimento

As pessoas infectadas com AIDS podem ser atendidas em cinco SAEs (Serviço de Atendimento Especializado), localizados nos municípios de Porto Nacional, Paraíso, Palmas, Gurupi e Araguaína. Nesses locais, os pacientes têm atendimento com infectologista, psicólogos, médicos, recebem medicação e apoio. “A intenção é ampliar esse serviço em 2012”, adianta Adriana Cavalcante.

A Coordenação Estadual de DST/Aids criou o Disk Aids Tocantins, que atende tirando dúvidas sobre a doença, tratamento, entre outras informações. O 0800-645-0112 (que tem os quatro últimos números alusivos ao Dia Mundial de Luta contra a Aids, que é 1º de dezembro) funciona no horário de 8 às 12 horas e de 14 às 18 horas, e as pessoas não precisam se identificar.

Serviço de Atendimento Especializado

Policlínica de Porto Nacional, Av. Luís Leite, QD 1, LT 5 Centro, Tel: (63) 3363-4177 / 1515

Hospital de Doenças Tropicais de Araguaína, Rua José de Brito Soares nº 1.015, Setor Anhanguera Centro, Tel: (63) 3411-6000 / 6019

Núcleo de Assistência Henfil de Palmas, 108 Norte, Al. 10, Casa 25 e 27, Tel: (63) 3218-5333

Policlínica João Coelho de Azevedo em Paraíso, End: Av. Castelo Branco QD 04, LT 6 e 7 – Centro, (63) 3904-1443 / 1206 / 1219

Policlínica Dr. Luis Santos Filho em Gurupi, End: Rua Presidente JK, nº 1.976 – Centro, Tel: (63) 3315-0100. (Jornal do Tocantins)

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias