Connect with us

Tocantins

TOCANTINS: Confira os novos nomes para o governo Siqueira Campos

Publicado

em

Na tarde desta quinta-feira, 30, o governador eleito Siqueira Campos (PSDB) voltou a anuncias mais nomes que farão parte do seu governo. O anuncio foi feito na sede estadual do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), confira a baixo os novos nomes:

Sandro Rogério Ferreira – Secretário da Fazenda

Natural de Araguatins, graduado em Administração de Empresas e Direito pela Ulbra, pós-graduado em MBA em Gestão Pública , com ênfase em Auditoria. É analista de Controle Externo do Tribunal de Contas do Estado há 19 anos. Foi chefe de gabinete da Secretaria de Obras do Município de Palmas, foi Secretário Executivo da Agência de Habitação do Estado do Tocantins e chefe de gabinete da extinta Codetins.

João Abadio Oliveira e Silva – Subsecretário da Receita

Natural de Prata-MG, mora no Tocantins desde a criação do Estado, é Auditor Fiscal da Receita Estadual desde 1994. Bacharel em Ciências Contábeis, com especialização em Análise Financeira. Vários cursos de qualificação na área fazendária. É professor de Ciência e Contabilidade, experiência na iniciativa privada como gerente comercial e contador. Foi prefeito por dois mandatos em Pequizeiro.

Patrícia Oliveira Batista – subsecretária do Tesouro

Tem 40 anos, morado no Tocantins desde 2000. É engenheira civil. Atua na área de planejamento, controle de custos e gestão financeira de 1997. É especialista de sistemas de Gestão e Qualidade ISSO 9001, com formação em Auditoria Líder pelo Bureuau Veritas Quality International, da Inglaterra. Implantou o Sistema de gestão da Qualidade em diversas empresas do Estado.

Roger Luis Monteiro Tolentino – Subsecretário Executivo da Secretaria da Educação

Tem 36 anos, é natural de Araguatins, Bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Católica de Brasília – UCB, pós-Graduado em Auditoria Governamental pela Fundação Universidade do Tocantins e cursa de Direito na Ulbra. Foi assessor parlamentar na Câmara dos Deputados , é servidor de carreira do Tribunal de Contas do Estado como analista de controle externo. Foi diretor de Fiscalização na área Estadual, Diretor de Fiscalização na área Municipal, Diretor Geral de Controle Externo, e exerce atualmente a coordenação técnica da equipe de transição do Governo do Estado.

Ricardo Teixeira Marinho – Subsecretário De Gestão e Finanças em Educação

É natural de Paraíso do Tocantins, graduado em Direito pela Universidade Católica de Goiás, foi assistente no Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região em Goiânia-GO, assessor jurídico da Associação Comercial de Paraíso do Tocantins no período de 2004 a 2006. Atualmente exerce a assessoria jurídica do Gabinete da Presidente do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins.

Professor Mestre Rodrigo Alexandre Gomes de Oliveira – Presidente da Agência de Fomento

Natural de Londrina – PR, mora no Tocantins desde 2003, é Administrador de Empresas, com habilitação em comércio exterior e Mestre em Agroenergia. Iniciou sua carreira profissional em 1994 como gerente da mesa de operações de Leasing e Finame do Banco de Credito Nacional. Em seguida focou sua carreira no agronegócio, atuando como Gerente de Contas Especiais da Monsanto, multinacional norte americana de biotecnologia e em seguida como Gerente Regional de Negócios da Nortox, maior indústria brasileira de defensivos agrícolas. Ao iniciar suas pesquisas cientificas no programa de Mestrado em Agroenergia na UFT, focou sua carreira profissional para a vida acadêmica, dedicando o ano de 2010 como professor da UFT nas disciplinas de Teoria Geral da Administração, Empreendedorismo, Metodologia Científica e Instituições do Direito Publico e Privado.

Aurio Rosa de Almeida – Diretor Operacional da Agência de Fomento

Natural de Uruaçu – Goiás – No Tocantins desde 1992 – Bacharel em Ciências Contábeis – Atuou no sistema bancário privado por 7 anos – Foi Secretário Municipal de Administração do Município de Almas por 8 anos.

Jaysa Santos de Oliveira – Secretária-Chefe do Gabinete do Governador

Natural Bacabal- MA, mora no Tocantins desde 1990, é formada em Direito pelo Instittuto de Ensino e Pesquisa Objetivo, ingressou no Ministério Público Estadual, por meio de concurso, em março de 1993, onde exerceu as funções de Diretora do Gabinete do Procurador-Geral; Diretora de Recursos Humanos e Folha de Pagamento; Diretora Geral; foi Secretária Executiva na Chefia do Gabinete Pessoal do Governador e logo após Chefe de Gabinete do Governador até 2002.

Maria Tereza Rocha – superintendente de Gestão Comunitária e Social do Gabinete do Governador

Natual de Araçatuba (SP), no Tocantins desde 1989. É pedagoga com especialização em Administração Escolar e Magistério e também licenciada em Letras. Foi professora de Sociologia no CEUB, professora da Fundação Educacional do DF. Coordenadora do Programa Nacional do Voluntariado da extinta LBA, em Brasília, superintendente da LBA no Tocantins. Foi diretora de Ação Social da Fundação Santa Rita de Cássia, chefe de gabinete da Secretaria de Trabalho e Ação Social e atual secretária-executiva do PSDB/TO.

Vanise Coelho Gomes – Subsecretária da Habitação

Natural de Ituiutaba-MG, mora no Tocantins desde 1992, formada em Administração de Empresas pela Escola Superior de Ciências Contábeis e Administrativas de Ituiutaba. No Tocantins exerceu por 17 anos as funções de Técnica de Habitação, Supervisora Regional , Gerente de Relacionamento e Gerente de Filial da Caixa Econômica Federal.

Mariza Sales Coelho – Subsecretária do Trabalho

É natural de Balsas – MA, mora no Tocantins desde sua criação, é Pedagoga, com duas especializações: Uma em Gestão Pública e outra em Supervisão Escolar e Orientação Educacional, vem atuando na Administração Pública há mais de 30 anos, tendo desempenhado funções como: Vereadora de Palmas por duas vezes, Secretária Municipal da Cidadania e da Mulher, Secretária Municipal de Ação Social e Habitação, ambas do Município de Palmas, Vice-Prefeita de Palmas, tendo sido a primeira mulher a assumir a Prefeitura da Capital, Diretora de Educação da Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura de Palmas, Delegada Regional de Ensino em Pedro Afonso, Supervisora Pedagógica da Delegacia Regional de Ensino em Pedro Afonso, Secretária Municipal de Educação da Prefeitura de Pedro Afonso.

Vicência Vieira Dantas Lino da Silva – subsecretaria de Ação Social

Luiz Carlos Alves de Queiroz – Presidente do Itertins

Natural de Paranaíba-MS, mora no Tocantins há 30 anos, quando se mudou para Ponte Alta do Norte, hoje Ponte Alta do Tocantins. Veio para o então norte goiano a serviço do Idago – Instituto de Terras de Goiás, para trabalhar na regularização fundiária em vários municípios. Graduado em Direito e Técnico em Agrimensura. Foi prefeito em Ponte Alta por dois mandatos.

Wilmar Alves do Nascimento – Diretor Técnico do Itertins

Natural de Goiânia-GO, mora no Tocantins desde sua criação, pioneiro em Palmas. É técnico em Agrimensura, Geomensura e graduando em Direito pelo Objetivo. Trabalhou na implantação dos Jardins Aureny, em Palmas, Taquaralto e das chácaras do entorno de Palmas. Fez a implantação das estações de tratamento de água e esgoto na Capital, em Paraíso do Tocantins, Divinópolis e outras cidades do Tocantins.

Odelino Oliveira Fonseca – Vice-Presidente da Fundação de Medicina Tropical do Tocantins – Responde pela Fundação até que o titular assuma

Natural de Colinas-TO, é Analista de Sistema com especialização em Gestão em Saúde e Gestão e Consultoria em Telecomunicações. Foi professora de Gestão em Saúde, CESTEP, Centro Especialização e Pós Graduação em Araguaina – Tocantins; Professor de Gestão Pública , ESEA Ordem Nazareno, foi Coordenador de Tecnologia da Informação do Hospital Geral de Araguaina e Responsável pelo Centro de Informação da Fundação de Medicina Tropical do Tocantins.

Edson Santana Matos – Superintendente de Gestão Administrativa, Financeira e de Investimentos

Tem 46 anos, natural do Rio de Janeiro. Formado em Administração de Empresas, com MBA em Gestão Financeira e Risco e mestrando em Economia. Foi analistas de empresas do Banco Pactual, gestor de fundos do Banco Sudameris, gerente comercial sênior do Banco ABN ANRO. Atualmente é professor universitário na Universidade Católica e na Fundação Getúlio Vargas – ambas de Goiânia – e consultor de valares mobiliários da Rio Verde Investimentos. O professor possui a certificação CPA-20 da AMBIMA.

Lillian Aparecida de Melo Campos – Superintendente de Gestão Previdenciária

Tem 31 anos. Formada em Pedagogia, com MBA em Gestão de Pessoal pela UFT e com certificação CPA-10 da AMBIMA. Foi funcionária de carreira por quase 13 anos o Banco Bradesco, onde atualmente ocupava a gerência geral da agência Prime de Palmas. É formada em mais de 20 de cursos sobre gestão financeira.

Kátia Terezinha Coelho da Rocha – Secretária da Cultura , acumulando temporariamente a Presidência da Fundação Cultural

É tocantinense de Porto Nacional, graduada em Direito pelo IEPO. Foi Diretora de Cultura da Secretaria Estadual da Educação e Cultura, Foi a primeira Secretária de Cultura do Tocantins e primeira presidente da Fundação Cultural do Estado, exercendo estas funções pelo período de sete anos. E a responsável pela divulgação da identidade cultural do Tocantins. Foi a idealizadora e organizadora do Festival Estadual de Música do Estado, Vozes do Tocantins. Foi apresentadora do programa Almanaque do Tocantins, na TV GirassolBAND por três anos. Éi condecorada com Diploma de Honra ao Mérito da Academia Tocantinense de Letras; Academia Gurupiense de Letras e também recebeu a Comenda da Ordem do Mérito do Tocantins

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
1 Comment

Tocantins

Tocantins tem 1.157 mortes e 80.717 casos de Covid-19

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que nesta sexta-feira,27 de novembro, foram contabilizados 272 novos casos confirmados para Covid-19.

Deste total, 107 foram registrados nas últimas 24 horas e o restante por exames coletados em dias anteriores e que tiveram seus resultados liberados na data de ontem.

Desta forma, hoje o Tocantins registra um total de 255.288 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 80.717 casos confirmados da doença. Destes, 72.986 pacientes estão recuperados e 6.574 estão ainda ativos (em isolamento domiciliar ou hospitalar), além de 1.157 óbitos.

Clique AQUI e veja o boletim completo.

Continue lendo

Tocantins

PALMAS: Quadrilha que realizava furtos em redes varejistas da Capital é presa

Publicado

em

Policiais militares do 1º batalhão prenderam, nesta quinta-feira, 26, uma mulher por furto em vários estabelecimentos comerciais e redes varejistas de Palmas. Ao todo a Polícia Militar conseguiu recuperar em torno de R$ 50 mil em produtos furtados.

Uma equipe da polícia militar foi acionada, via sistema integrado de operações policiais (SIOP), para atender uma ocorrência de furto em estabelecimento comercial numa rede varejista de Palmas, localizada na quadra 402 Sul . No local, uma mulher foi presa, à qual confessou o crime de furto de duas Tv’s de 32″ e ainda informou aos militares, que contou com o apoio de um homem e uma outra mulher e que já tinha furtado, mais cedo e no mesmo supermercado, outras duas Tv’s.

A equipe solicitou apoio do comandante do policiamento da capital – CPU, e da Agência Local de Inteligência (ALI)  que, após analisar as imagens, foi constatado que a mesma estava atuando com mais três mulheres e que estavam na cidade há apenas dois dias.

Após diligências, foram encontrados em um hotel da cidade, vários objetos furtados pelas infratoras, sendo 04 (quatro) TV’s de 32 polegadas totalizando 06 (seis) aparelhos de TV, aproximadamente 500 peças de roupas que foram furtadas em várias lojas de grandes redes em Palmas. Ao todo a polícia militar conseguiu recuperar algo em torno de 50.000,00 reais em produtos furtados.

A infratora foi encaminhada para a central de flagrantes, juntamente com os objetos recuperados, e foi autuada no Art. 155 do código penal brasileiro. Os proprietários e responsáveis pela mercadoria foram informados e tiveram os produtos restituídos.

Continue lendo

Tocantins

Alegando adequações técnicas, PM do Tocantins adia lançamento do edital de concurso

Publicado

em

A Polícia Militar adiou o lançamento do edital do concurso público que estava previsto para ser divulgado nesta sexta-feira (27). O comando informou que foi necessário fazer adequações técnicas e o documento deve ser publicado nos próximos dias. A previsão é de que o certame vai ofertar mil vagas para o cargo de soldado.

O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (CEBRASPE) foi contratado ao custo de R$ 2,7 milhões, sem licitação, para realizar as três primeiras fases da seleção. O edital deveria ter sido apresentado 30 dias a partir da contratação, o que não aconteceu.

Em uma rede social, a PM informou a determinação para adequações no certame partiu do governo do estado.

“A fim de implementar o edital do concurso público da PMTO, o Governo do Tocantins determinou que fossem realizadas novas adequações técnicas, o que provocou alteração no cronograma de trabalhos inicialmente planejado, desenvolvido em conjunto entre a Comissão Organizadora do Concurso e o CEBRASPE”.

Esse novo concurso será realizado porque o anterior, que teve as provas aplicadas em 2018, acabou sendo anulado por fraudes durante as avaliações. Na época, a empresa responsável pelo certame foi o Instituto AOCP, que foi contratado por R$ 2 milhões, após processo de licitação.

O contrato com a Cebraspe, conforme informado pelo governo, tem o valor de R$ 51,20 por candidato inscrito. A estimativa tem como base o total de inscritos no concurso anterior, que chegou perto dos 80 mil. O contrato foi publicado do DOE pelo comandante-geral da PM, Jaizon Veras Barbosa.

Serão três etapas, avaliação intelectual, teste de capacidade física e avaliação psicológica. Depois disso, os candidatos ainda passaram pelo curso de formação. O salário inicial deve ser informado no edital, conforme a legislação vigente. A idade limite para inscrição será de 32 anos.

O concuso anterior

O concurso anulado por fraudes foi realizado em março de 2018 e acabou anulado em abril de 2019 após a descoberta de celulares com gabaritos parciais das provas serem encontrados dentro de banheiros em locais onde o processo seletivo era realizado. Ao todo, mais de 70 mil pessoas fizeram as provas em 17 cidades.

No concurso anterior, o subsídio inicial previsto durante o Curso de Formação de Oficiais era de R$ 4.499,52 e para o Curso de Formação de Soldados de R$ 2.215,10. Foram oferecidas 1 mil vagas para soldado e mais 40 para oficial da PM.

Uma investigação interna realizada pela empresa que aplicou as provas concluir que pelo menos 23 candidatos tiveram participação no esquema. Eles já tinham sido eliminados quando a decisão de anular o concurso como um todo foi tomada. (G1)

Continue lendo
publicidade Bronze