- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
sexta-feira, 20 / maio / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

TOCANTINS: Criminosos destroem agência do Banco do Brasil em Peixe

Mais Lidas

Em uma ação que, contando a fuga, durou cerca de 30 minutos, quatro homens encapuzados e fortemente armados com fuzis 556, de uso exclusivo do Exército, e explosivos destruíram a agência do Banco do Brasil da cidade de Peixe, a 302 quilômetros de Palmas, no Sul do Estado. A ação da quadrilha aconteceu na madrugada de quinta-feira, 14. Dois caixas eletrônicos e o cofre da agência foram explodidos. A Polícia Militar (PM) chegou a trocar tiros com os bandidos, que durante fuga acabaram deixando cerca de R$ 130 mil para trás.

De acordo com informações do subcomandante do 4º Batalhão da Polícia Militar de Gurupi, major Márcio Antônio Barbosa, a quadrilha chegou na cidade em uma caminhonete Mitsubishi L200 Triton, placas NLT-0730, da cidade de Formosa (GO). Ao chegar nas proximidades da agência, a quadrilha fez o aposentado João Barbosa Brito (idade não informada) como refém, seguindo para a agência onde instalaram os explosivos, destruindo dois caixas eletrônicos e o cofre da agência. Toda estrutura física da unidade também ficou destruída.

A PM informou ainda que o sistema de segurança e alarme da agência não funcionou e que só foram informados do assalto porque uma pessoa que mora nas proximidades, ao ouvir o barulho provocado pela explosão, acionou os policiais que chegaram ao local às 2h40 encontrando a quadrilha no local. Logo em seguida, se iniciou uma troca de tiros. Mesmo assim, os acusados conseguiram fugir, levando o refém que foi liberado a cerca de cinco quilômetros da cidade, na BR-242.

Ainda segundo o subcomandante, a caminhonete ocupada pela quadrilha foi alvejada, sendo que um dos disparos atingiu o radiador. Isso forçou os bandidos a abandonarem o veículo em uma estrada de chão que dá acesso ao município de São Salvador, próximo ao Trevo da Baiana, a aproximadamente 30 quilômetros de Peixe. Apenas três policiais confrontaram a quadrilha.
De acordo com a delegada regional de Alvorada, Rosalina Maria de Almeida, os bandidos não foram atingidos durante a troca de tiros. Toda investigação ficará a cargo da Polícia Federal (PF). Até o fechamento desta edição, a PM e a Polícia Civil não tinham informações sobre o paradeiro dos criminosos.

Abordagem

Durante as buscas, os policiais chegaram a abordar um condutor de um carro na BR-242. Essa pessoa já havia sido acusada de um assalto a agência do BB da cidade de Alvorada. Porém, nada foi encontrado com o homem e ele foi liberado. A Polícia Civil foi avisada desta abordagem.

Dinheiro

A delegada informou ainda que as notas que ficaram não estavam manchadas de rosa, dispositivo que os bancos estão utilizando para marcar as cédulas roubadas em caso de explosão. (Jornal do Tocantins)

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias