Connect with us

Tocantins

TOCANTINS: Dianópolis vira centro do tráfico de drogas no Sudeste

Publicado

em

Segundo o delegado Marcelo Falcão, mesmo com o sucesso da Operação Come Quieto que desmantelou quadrilha de traficantes, prendeu doze pessoas envolvidas na rede de viciados e fornecedores, “uma cidade tão pequena como esta e com problemas de tamanha monta, exige muito trabalho da polícia”. Ele considerou que o município, por ficar muito perto da divisa que não possui nenhum posto ou sistema eficaz de controle, é a rota principal dos fornecedores de droga da Bahia, que depois é distribuída em Almas, Porto Alegre, Natividade, Novo Jardim, Rio da Conceição, todos na região Sudeste, e até em Palmas.

Tudo é uma questão do preço e da procura que está aumentando. O crack, disse o delegado, vicia muito rapidamente, é barato, fácil de transportar e esconder e está compondo uma rede de pessoas que já foge do controle policial. O delegado lembrou que até comerciantes em Dianópolis estão mexendo com drogas.

Preços

Na Bahia, um papelote de duas ou três gramas custa R$ 3. Em Dianópolis, custa de R$ 8 a 10, dependendo da demanda e dos estoques da droga nas mãos de viciados e dos traficantes, segundo o delegado Falcão.

A rudimentar organização dos traficantes, que usam celulares roubados e até um aparelho de rádio amador, permitiu a polícia montar interceptações e “campanas” ( na gíria policial é quando o agente vigia um suspeito), que levaram ao traficante Sebastião Iris de Jesus, o “Índio”, que derrubou Lucimar Francisco de Oliveira e, como no jogo de dominó, as peças tombadas levaram mais dez pessoas.

Um cabeleireiro, o Edmar Santos; um dono de hotel, Walmir Batista de Melo, onde a polícia identificou ponto de crack e dez viciados. Um pen-drive também foi encontrado entre os objetos apreendidos. O pen-drive foi enviado à perícia para revelar seu conteúdo. Falcão acha que ali novas revelações produzirão fatos novos e outros desdobramentos na Operação Come Quieto que já interceptou 15 linhas telefônicas para chegar aos bandidos.

O delegado disse ter ficado espantado com os 3,2 quilos de maconha apreendidos com o chefão do tráfico, Lucimar Francisco de Oliveira. “A preferência pelo crack é muito maior. Uma pedra de crack produz uns dez papelotes de poucos gramas e o lucro é considerável”, disse o delegado. Ele descobriu que Lucimar é procurado por homicídio em Unaí-MG. O JTo tentou ouvir os acusados, que seguem presos na Casa de Prisão Provisória de Dianópolis, mas o delegado permitiu que fossem feitas apenas imagens deles. (Agenor Garcia – Jornal do Tocantins)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
2 Comments

Tocantins

Tocantins tem 1.157 mortes e 80.717 casos de Covid-19

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que nesta sexta-feira,27 de novembro, foram contabilizados 272 novos casos confirmados para Covid-19.

Deste total, 107 foram registrados nas últimas 24 horas e o restante por exames coletados em dias anteriores e que tiveram seus resultados liberados na data de ontem.

Desta forma, hoje o Tocantins registra um total de 255.288 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 80.717 casos confirmados da doença. Destes, 72.986 pacientes estão recuperados e 6.574 estão ainda ativos (em isolamento domiciliar ou hospitalar), além de 1.157 óbitos.

Clique AQUI e veja o boletim completo.

Continue lendo

Tocantins

PALMAS: Quadrilha que realizava furtos em redes varejistas da Capital é presa

Publicado

em

Policiais militares do 1º batalhão prenderam, nesta quinta-feira, 26, uma mulher por furto em vários estabelecimentos comerciais e redes varejistas de Palmas. Ao todo a Polícia Militar conseguiu recuperar em torno de R$ 50 mil em produtos furtados.

Uma equipe da polícia militar foi acionada, via sistema integrado de operações policiais (SIOP), para atender uma ocorrência de furto em estabelecimento comercial numa rede varejista de Palmas, localizada na quadra 402 Sul . No local, uma mulher foi presa, à qual confessou o crime de furto de duas Tv’s de 32″ e ainda informou aos militares, que contou com o apoio de um homem e uma outra mulher e que já tinha furtado, mais cedo e no mesmo supermercado, outras duas Tv’s.

A equipe solicitou apoio do comandante do policiamento da capital – CPU, e da Agência Local de Inteligência (ALI)  que, após analisar as imagens, foi constatado que a mesma estava atuando com mais três mulheres e que estavam na cidade há apenas dois dias.

Após diligências, foram encontrados em um hotel da cidade, vários objetos furtados pelas infratoras, sendo 04 (quatro) TV’s de 32 polegadas totalizando 06 (seis) aparelhos de TV, aproximadamente 500 peças de roupas que foram furtadas em várias lojas de grandes redes em Palmas. Ao todo a polícia militar conseguiu recuperar algo em torno de 50.000,00 reais em produtos furtados.

A infratora foi encaminhada para a central de flagrantes, juntamente com os objetos recuperados, e foi autuada no Art. 155 do código penal brasileiro. Os proprietários e responsáveis pela mercadoria foram informados e tiveram os produtos restituídos.

Continue lendo

Tocantins

Tocantins acumula mais de 80 mil contaminados pela Covid-19

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que nesta quinta-feira, 26 de novembro, foram contabilizados 241 novos casos confirmados para Covid-19.

Deste total, 69 foram registrados nas últimas 24 horas e o restante por exames coletados em dias anteriores e que tiveram seus resultados liberados na data de ontem.

Desta forma, hoje o Tocantins registra um total de 254.508 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 80.450 casos confirmados da doença. Destes, 72.849 pacientes estão recuperados e 6.446 estão ainda ativos (em isolamento domiciliar ou hospitalar), além de 1.155 óbitos.

Clique AQUI e veja o boletim completo.

Continue lendo
publicidade Bronze