- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
quarta-feira, 18 / maio / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

TOCANTINS: Etanol registra maior queda no preço, diz ANP

Mais Lidas

Pesquisa divulgada na semana passada pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) revelou que os valores médios do etanol hidratado caíram nos postos de 21 Estados, sendo mais vantajoso que a gasolina para os consumidores de Goiás, Mato Grosso, Paraná, São Paulo e Tocantins.

No Estado, segundo dados da ANP, foi registrada a maior queda do preço (4,84%), onde o valor médio do litro do etanol caiu de R$ 2,148 para R$ 2,044 na semana passada e chegou a 69,74% de paridade com a gasolina, que custa em média R$ 2,931.

Considerando a média dos preços no País, o uso do etanol é mais vantajoso para o consumidor que possui um veículo flex (bicombustível) e que faz seu abastecimento com etanol, pois a queda semanal média nos postos avaliados pela ANP foi de 1,34%, para R$ 1,913 o litro, o que levou o álcool a 69,06% dos R$ 2,770 cobrados pelo litro da gasolina no País. Em um mês, a queda acumulada do etanol na média brasileira chega a 13,98%.

Desempenho

Apesar do Tocantins ser o Estado que teve a maior queda no valor do etanol, ao abastecer o seu veículo, a fiscal do trabalho Carolina Fiorito de Almeida disse que, apesar do seu veículo ser flex, tem optado pela gasolina. “Ainda não compensa abastecer com álcool, devido os desempenho e ao consumo do carro.”

Já para a funcionária pública Leila França, a queda no preço do etanol fez com que ela voltasse a utilizar esse combustível. “Pensei no custo/benefício e tem um mês que voltei para o etanol. Em abril, quando ele subiu muito, abastecia só com gasolina.” Outro consumidor que pretende retonar para o álcool é o arquiteto Jorge Henrique Almeida Tolentino. Ele adquiriu um veículo flex em março, porém só abastecia com gasolina e decidiu abastecer com etanol neste mês. “Vou aproveitar que os preços baixaram para economizar.”

A vantagem do etanol é calculada considerando que o poder calorífico do motor a álcool é de 70% dos motores a gasolina – ou seja, o motorista tem vantagem econômica com o preço do combustível de cana-de-açúcar até esse percentual do valor cobrado pelo derivado de petróleo.

No Brasil, o menor preço médio para o etanol foi registrado em Mato Grosso, R$ 1,505 por litro. O preço médio máximo foi de R$ 2,563 por litro, no Acre. O menor valor em um posto foi registrado no Estado de São Paulo, de R$ 1,34 o litro, enquanto o maior custo apareceu no Pará, de R$ 3,10 o litro.

Número

69,74%, é o índice de paridade do etanol com a gasolina no Tocantins, onde houve queda de 4,84% no preço, segundo pesquisa da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). (Jornal do Tocantins)

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias