- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
quarta-feira, 18 / maio / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

TOCANTINS: Ex-gestores e servidora do Incra são denunciados pelo MPF

Mais Lidas

O Ministério Público Federal (MPF) no Tocantins divulgou nesta segunda-feira, 6, que ajuizou ação civil por ato de improbidade administrativa contra os ex-superintendentes do Incra José Cardoso e José Roberto Ribeiro Forzani (atual deputado estadual conhecido como Zé Roberto, do PT) e a servidora Jandira Carvalho Moraes Mochida. Segundo as informações, os três são acusados de inserir declaração falsa em documento público e justificar pagamento antecipado à Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Tocantins (Fetaet) em convênio firmando entre os dois órgãos para assessorar assentamentos.

Narra o MPF que no convênio de R$ 6.034.834,20, firmado em dezembro de 2004, a Fetaet contratou, sem licitação, a Cooperativa de Trabalho, Prestação de Serviços, Assistência Técnica e Extensão Rural (Coopter) para executar o objeto do convênio: prestar serviços de assessoria técnica, social e ambiental à reforma agrária para 4.962 famílias, a elaboração de planos de desenvolvimento do assentamento para 599 famílias e de um plano de recuperação de assentamento para outras 2.811 famílias.

Declarações

Segundo o MPF, os recursos, que ficavam bloqueados na superintendência do Incra aguardando apresentação das notas e faturas da Fetaet, obtinham liberação antes da prestação de serviços e emissão de notas pela Coopter porque José Cardoso, Zé Roberto e Jandira “inseriram declarações falsas em autorizações de pagamentos, afirmando dolosa e falsamente que os documentos e informações comprovariam o atendimento à legislação referente à liquidação da despesa”. O MPF afirma que cinco notas pagas sem a prestação dos serviços foram detectadas em laudo de exame contábil realizado pela Polícia Federal. (Jornal do Tocantins)

- Publicidade -spot_img

4 Comentários

Assinar
Notificar-me
guest
4 Comentários
Mais antigo
Mais recente Mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
justiceira

CADEIA NESSES LADROES QUE APROVEITAM DO ORGÃO PÚBLICO SOMENTE PARA ROUBAR e TOCA FOGO PARA SUMIR COM AS PROVAS DO CRIME, USA O SOBRENOME COM O NOME DO ORGÃO. “BETO DO INCRA” E ATÉ OS CACHORROS SABEM DESSA HISTÓRIA DO FOGO COMO QUEIMA DE ARQUIVO.E O PIOR QUE NINGUÉM TOMA NENHUMA PROVIDÊNCIA E AINDA COLOCAM O TODO PODEROSO COMO CHEFE DO INCRA DE ARAGUATINS. ISSO É DEMAIS, CADê a JUSTIÇA, O MINISTÉRIO PÚBLICO PARA PRENDER LOGO ????????????????????????
AH!!!! E AINDA QUER SER PREFEITO DA CIDADE DE ARAGUATINS KKKKKKKK ISSO É O FIM DA MORALIDADE E DA JUSTIÇA.

MARIA

Tanto funcionário íntegro e honesto no INCRA mas colocam na chefia só bandido e corrupto parecem que escolhem a dedo somente os canalhas.

Juruna

É isso mesmo vcs estão certos. Votem no Beto do INCRA para prefeito de Araguatins, que irão ver do quew ele é capaz. Ele não deixará pedra sobre pedra ou melhor cinzas, igual ele fez com a unidade de Araguatibns há uns tempos atrásw ateou fogo para apagar as provas das roubalheira que fez.

Leandro albino

sei que mais cedo ou mais tarde a verdade dos fotos vão ser provada, pois tenho a certeza que os ex superintendetes deste orgão JOSÉ CARDOSO E O DEP. ZÉ ROBERTO são homems honesto que sempre lutou por uma reforma agralia justa, dando direito de milhares de tocantineses viver no campo com mais dignidade….

As criticas assima são de pessoas que diferente de mim numca morou por mais de 10 anos em um assentamento de incra, que de fato conheço a bravura e a honestidade destes homems

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias