- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
quarta-feira, 06 / julho / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

TOCANTINS: Justiça Federal começa a ouvir 13 acusados da Operação Cinco Estrelas

Mais Lidas

Acusado pela Polícia Federal (PF) e pelo Ministério Público Federal (MPF) de ser o chefe de uma quadrilha internacional de tráfico de cocaína, Eurípides Aparecido de Oliveira, 50 anos, será ouvido entre hoje e amanhã, a partir das 9 horas desta quinta-feira, 10, na sede da Justiça Federal, em Palmas. Além dele, outros 12 suspeitos de compor o possível grupo criminoso também têm interrogatório previsto para estes dois dias.

As oitivas fazem parte da investigação da operação Cinco Estrelas, desencadeada pela Polícia Federal no dia 2 de dezembro no ano passado. Ao todo, foram 18 pessoas acusadas, das quais 12 acabaram presas naquele dia. Segundo a PF e o MPF, foi desarticulado um grupo criminoso organizado responsável por comercializar cocaína para vários locais do Brasil. Conforme a peça inicial do processo, a sede da organização  era em Palmas, com os principais acusados sendo da Capital.

De acordo com a denúncia protocolada pelo MPF, o grupo possui um grande patrimônio financeiro. A estimativa das autoridades é que Eurípides Oliveira tenha bens que, ao todo, cheguem a cerca de R$ 10 milhões. Segundo o MPF, Eurípides Oliveira, que está detido na casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP) e é morador da quadra 204 Sul em Palmas, há mais de 20 anos participa de atividades ilícitas ligadas ao tráfico internacional de drogas.

Entre seus bens, estariam duas fazendas em Novo Acordo, uma chácara em Porto Nacional, sete imóveis residências, além de diversos lotes urbanos em Palmas. Além disso, no dia em que Eurípides Oliveira foi preso, a PF encontrou documentos de imóveis do Rio de Janeiro que seriam de sua propriedade.

Defesa

Ontem, quarta-feira, 9, o advogado de Eurípides Oliveira no caso, Paulo Roberto da Silva, disse que seu cliente não tem qualquer relação com os crimes que vêm sendo levantados. Segundo o advogado, o patrimônio total do seu cliente no máximo chega a cerca de R$ 1 milhão. “Esses R$ 10 milhões é uma inverdade. Isso seria o sonho de qualquer pessoa”, destacou Silva, ao ressaltar que Eurípides Oliveira é “um trabalhador”. Segundo ele, o seu cliente trabalha com compra e venda de imóveis.

O advogado assegurou, ainda, que vai conseguir provar a inocência do seu cliente. Segundo Silva, Eurípides Oliveira conversou poucas vezes com alguns dos acusados e sempre sobre assuntos envolvendo o seu negócio de comprar e vendar veículos e imóveis.  Além disso, o advogado ressaltou que há algumas pessoas acusadas que o seu cliente jamais chegou a conhecer.

Oitivas

A Justiça Federal prevê as oitivas de 13 pessoas para serem realizadas entre hoje e amanhã. (Jornal do Tocantins)

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias