Connect with us

Tocantins

TOCANTINS: Mortes por aids dobram

Publicado

em

Embora os números da aids apresentem tendência de queda no mundo, conforme relatório divulgado ontem pela Organização das Nações Unidas (ONU), no Tocantins, a realidade da doença ainda é preocupante. Levantamento realizado pelo Jornal do Tocantins a partir de dados do Sistema de Informações Hospitalares do SUS (SIH/SUS), do Ministério da Saúde, aponta que o número de óbitos em 2010 dobrou em relação a 2009. De janeiro a setembro deste ano, o sistema registra 20 mortes decorrentes de doença pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV). No mesmo período do ano passado, ocorreram dez óbitos. Todos os casos estão registrados em Araguaína, onde existe o Hospital de Doenças Tropicais (HDT), único do Tocantins habilitado para tratamento de pacientes de aids.

Também aumentou este ano, em 65%, o número de internações para tratamento de pacientes de aids no Tocantins. Nos nove primeiros meses de 2010, o SIH/SUS registrou 150 internações decorrentes de doença pelo vírus HIV, contra 91 casos nos oito primeiros meses do ano passado. A faixa etária com maior incidência de internações por aids é de 30 a 39 anos, com 66 casos este ano e crescimento de 106% em relação ao mesmo período de 2009, quando ocorreram 32 internações. Também é nessa faixa etária que ocorreu o maior número de óbitos em 2010. Foram nove mortes contra três em 2009 – crescimento de 200%. Mas é na faixa etária de 20 a 29 anos que está o maior índice de crescimento de óbitos em 2010. Foram cinco mortes este ano, contra apenas uma no ano passado – 400% a mais.

Região

Na região Norte do País, o número de internações por aids teve ligeiro aumento em 2010. Saltou de 1.722 nos oito primeiros meses do ano passado, para 1.767 no mesmo período deste ano. No Brasil, houve decréscimo, de 27.038 para 26.733 internações. Também caiu o número de óbitos no País, de 3.764 em 2009, para 3.713 este ano. Mas o Norte do Brasil registrou aumento no número de óbitos, de 343 para 385.

O Tocantins é o quarto colocado no ranking de internações e óbitos por aids na Região Norte. O Amazonas lidera em internações, com 732 casos em 2010, seguido do Pará (519) e Rondônia (154). Em relação a óbitos, o estado amazonense é ultrapassado pelo Pará, que encabeça a lista com 159 mortes. O Amazonas aparece com 148 óbitos e Rondônia, com 24.

Com exceção do estado de Roraima, que viu cair de 18 para 16 o número de mortes entre 2009 e 2010, os demais estados do Norte registraram aumento nos registros de óbitos. Já em relação a internações para tratamento de aids, Pará, Rondônia e Amapá registraram decréscimo.

Taxa

Se considerada a taxa de óbitos decorrentes de aids por 100 mil habitantes, o Tocantins aparece em sexto lugar entre os estados da região Norte do País, com 1,46 morte por 100 mil habitantes. Trata-se de uma incidência bem abaixo da média brasileira, que é de 2 óbitos por 100 mil habitantes. A maior incidência na região Norte está no Amazonas, com 4,42 mortes por 100 mil habitantes, seguido de Roraima, com taxa de 3,76 óbitos.

Quando observada a variação da incidência de mortes por aids entre 2009 e 2010, o Tocantins aparece com o segundo maior índice do Norte brasileiro. No período de janeiro a setembro de 2009, o Tocantins registrou menos de um óbito por 100 mil habitantes (taxa de 0,77). A incidência cresceu 89,61% no mesmo período de 2010, colocando o Estado atrás apenas do Acre, cuja variação na taxa de mortes por aids é de 200% em 2010, em relação ao ano passado. A menor variação pertence ao Pará, com 1,90%.

Para encontrar as taxas de incidência de óbitos por aids, o Jornal do Tocantins cruzou os números absolutos de mortes informados no Sistema de Informações Hospitalares do SUS (SIH/SUS) referentes a 2009 com a população estimada para o ano pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e depois os números absolutos de óbitos do SIH/SUS de 2010 com a população recenseada em 2010 pelo IBGE. (Valéria Kurovski e Daniel Machado – Jornal do Tocantins)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
1 Comment

Tocantins

ARAGUAÍNA: Município participa de Mapeamento do Ecossistema Local de Inovação

Publicado

em

O Sebrae Tocantins e a Prefeitura de Araguaína, irão realizar, nesta terça-feira, 28, às 14h, no prédio do Sebrae no município, o lançamento do projeto de Mapeamento do Ecossistema Local de Inovação. Trata-se de uma ação do Programa Cidade Empreendedora, que consiste na radiografia do ambiente local de inovação, apresentando o nível de maturidade do ecossistema, identificando os pontos fortes, os atores, as potencialidades locais e as oportunidades de melhorias para consolidar cada vez mais a cidade como a Capital da Inovação no Tocantins.

“A ideia é contribuir para impulsionar a economia local, estimulando o ambiente empreendedor, empresarial, de inovação e de educação. Por meio do projeto, reunimos diferentes possibilidades para mobilizar toda a cadeia produtiva”, destacou o gerente do Sebrae em Araguaína, Joaquim Quinta.

Segundo o coordenador de Ecossistemas de Inovação do Sebrae Tocantins, Rogério Maracaipe, o levantamento mostrará o nível de maturidade do ecossistema, as ações que o poder público pode ofertar, como as universidades destacam a inovação, apresentando assim, quais são as possibilidades voltadas para isso. “Este mapeamento vai buscar todos os detalhes, para que no final, seja elaborado um relatório, de uso comum, para a comunidade e empresários do município, de tudo que Araguaína tem a oferecer como um ambiente de inovação”, explicou. 


Araguaína é uma das cidades do Tocantins que irá implantar essa metodologia e, com isso, trará uma maior visibilidade e oportunidade de negócios para empresas de base tecnológicas, maior capacidade de gestão, poder de articulação e acompanhamento das ações de todos os atores responsáveis pela transformação, inovação e tecnologia no município. (Assessoria de Imprensa do Sebrae Tocantins)

Continue lendo

Tocantins

Vanda Monteiro recebe comissão dos aprovados no concurso da PM e garante apoio a retificação do edital

Publicado

em

Em audiência realizada na Assembleia Legislativa, a deputada estadual Vanda Monteiro (PSL) recebeu a comissão dos aprovados no concurso público da Polícia Militar. Na pauta do encontro está o apoio a retificação do edital e a ampliação do número de convocações para realização do Teste de Aptidão Física. 

A parlamentar destacou que apresentou junto a Assembleia Legislativa dois requerimentos que pedem do Governo a ampliação das convocações dos editais da Polícia Militar e também do Corpo de Bombeiros. 

“Sabemos da nossa demanda por mais policiais e bombeiros para atuarem na segurança pública do Estado. Essa é uma pauta de extrema importância que tem meu total apoio. Garanto aos aprovados que tudo que estiver ao meu alcance será feito, inclusive com diálogo direto junto ao governador”.

Continue lendo

Tocantins

ARAGUAÍNA: Segunda dose da vacina Pfizer contra a covid-19 é antecipada

Publicado

em

A Prefeitura de Araguaína informou que a partir desta quinta-feira, 23, os moradores que tomaram a primeira dose do imunizante contra a covid-19 do laboratório da Pfizer estão sendo beneficiados com a antecipação de 12 para 8 semanas na aplicação da segunda dose.

“Estamos seguindo uma orientação do Ministério da Saúde para aplicação da segunda dose da Pfizer. Essa alteração trará para o Município agilidade na imunização completa da nossa população, devido ao prazo que foi reduzido para 60 dias. Além disso, teremos uma melhor e mais rápida cobertura vacinal da comunidade”, afirmou a diretora de Imunização, Samilla Braga.

Dados da Secretaria Municipal da Saúde apontam que 61.706 moradores receberam a primeira dose da Pfizer, desses 8.871 tomaram a segunda. Com a mudança, 52.835 pessoas serão beneficiadas e vão poder concluir seu esquema vacinal quatro semanas antes do prazo inicial indicado.

Outros imunizantes
Além dessa medida, o Município já estava antecipando a aplicação da segunda dose para a população que tomou o imunizante da Astrazeneca, pois os moradores podem comparecer em um dos locais de vacinação para receber a segunda dose em um intervalo de 80 a 90 dias.  

Já a conclusão do esquema vacinal com o imunizante Coronavac segue sem alteração, com o intervalo de 28 dias entre a primeira e segunda doses.

Locais de vacinação
A população que recebeu a primeira dose deve ficar atenta a data do retorno que está marcada no verso do cartão de vacina. Além de apresentar a carteirinha, é necessário o documento de identificação com foto e CPF.

A vacinação contra a covid-19 é disponibilizada de segunda a sexta-feira no Ginásio Poliesportivo Pedro Quaresma, na Via Lago, e nas UBS Araguaína Sul, UBS JK, UBS Manoel Maria (Setor Cimba), UBS Palmeiras do Norte (Setor São Miguel) e a UBS Dr. Raimundo (Setor Maracanã), com horário de atendimento das 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30, além da UBS Dr. Francisco (Vila Aliança), das 7 às 18 horas. (Giovanna Hermice / Foto: Marcos Sandes)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze