- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
terça-feira, 05 / julho / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

TOCANTINS: MST e MAB promovem protesto no Incra

Mais Lidas

Dentro do programação nacional denominada Abril Vermelho, integrantes que compõem a marcha do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) e da Via Campesina montaram acampamento na manhã de ontem às margens da TO-050, sentido Palmas-Taquaralto, nas proximidades do km 14. O acampamento está ao lado oposto, na rodovia, da Estação de Tratamento de Água 06 (ETA 06) da Saneatins. O grupo deverá seguir em marcha, a partir das 5 horas de hoje, rumo ao prédio onde fica localizada a Superintendência Regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária no Tocantins (Incra-TO). No Incra, eles farão reivindicações em relação a reforma agrária.Além dessa visita, está previsto um café da manhã com o prefeito Raul Filho (PT), no Paço Municipal, e um encontro com o secretário estadual de Educação do Estado, Danilo Melo, no prédio da Seduc.

Mais de 300 pessoas compõem o acampamento e participam da marcha em Palmas.

Conforme falou ao Jornal do Tocantins um dos membros da direção nacional do MST, Antônio Marcos Nunes Bandeira, os acampados vivem do improviso, incluindo preparo da comida, banho e descanso. As pessoas estão dormindo em redes ou em barracas de camping. A água utilizada  para consumo eles retiram em um posto de gasolina próximo ao acampamento. Já o banho, é realizado em um córrego que fica também nas proximidades.

Pauta

A chegada ao Incra está prevista para ocorrer entre 11 horas e 11h30. “Será uma marcha pacífica. O objetivo é que o Incra receba nossas reivindicações e que a sociedade apoie a luta pois ela é de todos. A ideia é dialogar”, destacou Antônio Marcos Nunes Bandeira. A respeito da reunião com o secretário, Bandeira informou que a pauta será a discussão sobre as audiências públicas que deverão ocorrer na Universidade Federal do Tocantins (UFT) e na Assembleia Legislativa (AL). As audiências são para discutir a Reforma Agrária e a votação do novo Código Florestal.

Invasão

Na última quinta-feira, os integrantes do MAB e do MST invadiram a fazenda Dom Augusto, em Porto Nacional, a 52 km de Palmas. A ocupação foi pacífica e os trabalhadores rurais não danificaram qualquer estrutura do complexo e nem mexeram nas plantações. Na sexta-feira, os trabalhadores saíram do local por força de decisão judicial, que concedeu a reintegração de posse ao dono da fazenda. O próprio fazendeiro cedeu um caminhão e um ônibus para que os trabalhadores rurais pudessem ser retirados do local. (Jornal do Tocantins)

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias