Connect with us

Tocantins

TOCANTINS: Paralisação de servidores já dura três meses

Publicado

em

A greve dos servidores de 1ª instância do Judiciário completa três meses. Durante esse tempo, não faltaram manifestações, ações na Justiça para que o movimento fosse considerado ilegal, recursos, reuniões e mais reuniões entre representantes dos servidores, do Tribunal de Justiça do Tocantins (TJ-TO) e da Ordem dos Advogados do Brasil seccional Tocantins (OAB-TO).

Segundo o presidente do Sindicato dos Serventuários e Servidores da Justiça do Tocantins (Sinsjusto), José Carlos Pereira, a única coisa que a categoria reivindica no momento é a criação da comissão de estudos do Plano de Cargos Carreiras e Salários (PCCS) da categoria. “Não estamos nem exigindo o reajuste agora. Criando-se a comissão, levamos para assembleia e deliberamos o retorno às atividades.”

De acordo com o presidente do Sinsjusto, todos os serviços essenciais estão sendo feitos durante a paralisação, como ações de réus presos, separação de corpos, medidas cautelares e ações que envolvam perigo de menor.

Mas para o presidente da OAB-TO, Ercilio Bezerra, esses serviços não estão sendo realizados. “Esse movimento nega o acesso ao Judiciário e isso fere totalmente a Constituição Federal.” Segundo Bezerra, não há mais como a sociedade suportar essa situação. “Os prejuízos são imensuráveis. Esse movimento começou reivindicatório, mas hoje ele é político e interesseiro.” (Isabelle Bento – Jornal do Tocantins)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

PALMAS: Estação de Tratamento de Água terá desligamentos para conclusão de obras de ampliação

Publicado

em

default

A obra de ampliação e modernização da maior Estação de Tratamento de Água (ETA) do Tocantins, a ETA 6, que abastece 80% da população de Palmas, está sendo finalizada. A BRK Ambiental deu início à obra em 2019, um investimento de mais de R$ 28 milhões que irá tornar a estação duas vezes maior que a atual, beneficiando cerca de 80 mil famílias da Capital. Nesta etapa final serão realizadas três paralisações no abastecimento para que sejam feitas interligação de novas unidades do sistema de tratamento de água.

Atualmente, a ETA 6 tem capacidade de produção de 750 litros de água tratada por segundo. Com a reforma, a estrutura poderá produzir até 1.500 litros por segundo. Além do objetivo de acompanhar o crescimento da população da capital nos próximos 40 anos, a ampliação visa também a modernização do tratamento, com a inclusão de equipamentos de medição instantânea de parâmetros de qualidade e acionamentos e visualizações remotas de várias etapas do processo de produção de água tratada.

Interrupções programadas

Para minimizar os impactos da interrupção do fornecimento de água, durante as obras de interligação de novas unidades do sistema de tratamento, as equipes da BRK Ambiental analisaram os dias com menor tendência de consumo e os horários que favorecem a recuperação do sistema após a intervenção. Os trabalhos irão acontecer nos dias 6, 13 e 20/12, que são três domingos consecutivos, das 13h às 23:00 horas, e normalização do abastecimento deve acontecer até as 7h das segundas-feiras.

“Estamos com a equipe técnica mobilizada para garantir que as obras de interligação sejam executadas no menor prazo possível a fim de minimizar os impactos no abastecimento. Orientamos também que, os clientes que têm caixa d’água mantenham o consumo ao mínimo necessário para que não falte água em seu imóvel durante as intervenções e para contribuir no processo de recuperação do abastecimento”, destaca Sandra Leal, gerente de Operações em Palmas.

Os clientes serão informados das interrupções por SMS, carro de som e comunicados em redes sociais. Para garantir o recebimento das mensagens, a concessionária reforça a importância de os clientes manterem seus cadastros atualizados. Qualquer dúvida durante as interrupções, o cliente também pode contatar a BRK Ambiental por meio do 0800 6440 195 ou ainda pelas redes sociais (Twitter, Facebook e Instagram).

Tratamento de água

Na Estação de Tratamento de Água (ETA) a água passa por diversas etapas de tratamento até ser distribuída e chegar à torneira do cliente. O tratamento de água começa no gradeamento onde são retiradas folhas, galhos e outros materiais. Após essa etapa é realizada a floculação, onde as partículas de impurezas se juntam e são removidas. Na decantação as partículas que sobraram afundam, depois é feita a filtração, onde a água passa por filtros para a retirada de partículas menores. Também são adicionados cloro e flúor para garantir a desinfecção total da água e a prevenção da cárie dentária, respectivamente. Após essas etapas, a água é distribuída para os reservatórios.

Continue lendo

Tocantins

Tocantins 373 novos casos confirmados para Covid-19

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que nesta quinta-feira, 3 de dezembro, foram contabilizados 373 novos casos confirmados para Covid-19.

Deste total, 95 foram registrados nas últimas 24 horas e o restante por exames coletados em dias anteriores e que tiveram seus resultados liberados na data de ontem.

Desta forma, hoje o Tocantins registra um total de 261.911 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 82.651 casos confirmados da doença. Destes, 74.525 pacientes estão recuperados.

Clique AQUI e veja o boletim completo.

Continue lendo

Tocantins

ARAGUAÍNA: Dimas determina compra da vacina da Pfizer contra Covid-19

Publicado

em

O prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, autorizou a compra das doses da vacina contra a covid-19 necessárias para imunizar os araguainenses. O Decreto nº 365, publicado no Diário Oficial do Município dessa quarta-feira, 2, determina que a Secretaria Municipal de Saúde faça a aquisição do produto em regime de urgência.
 
“Se São Paulo está comprando uma vacina, a gente também pode comprar. Isso vai garantir o funcionamento do comercial e industrial, e dar tranquilidade para todo mundo. A prioridade do uso dela deve ser decidida pelos nossos técnicos da Saúde e divulgando posteriormente. A estimativa é que o custo seja de, no máximo, R$ 10 milhões”, afirmou Dimas.
 
A vacina escolhida para compra é da farmacêutica norte-americana Pfizer e a parceira biotecnológica alemã BioNTech, que anunciaram que a sua vacina para a covid-19 tem 95% de eficácia. Nesta semana, o Reino Unido divulgou ter comprado 40 milhões doses do produto.
 
Segundo informações da Agência Brasil, o Governo Federal segue com acordo com o laboratório AstraZeneca e a Universidade de Oxford. A opção tem taxa média de eficácia de 60% e a expectativa do Governo é de que 130 milhões pessoas devem alcançadas no país até o fim do ano que vem.
 
Gestão eficiente
Além de ter sido a primeira cidade do Tocantins a adquirir os testes rápidos feitos pelo sangue, Araguaína também tomou a iniciativa para a aquisição de kits para coleta de exame PCR, feito com muco do nariz ou boca.
 
Araguaína também foi a primeira cidade do Brasil a tornar obrigatório o uso de máscaras de proteção facial em locais públicos, viabilizando a produção e distribuição de 40 mil unidades do equipamento à população carente, junto com cestas básicas, por meio da Secretaria Municipal Assistência Social.
 
Também foi a única cidade do Tocantins a criar um hospital de campanha contra covid-19 para atender toda população do norte do Estado. Posteriormente, transferindo os leitos para a primeira etapa do prédio próprio do Hospital Municipal Eduardo Medrado, que atualmente funciona como hospital de campanha e unidade de pronto atendimento (UPA) para pessoas com graves sintomas respiratórios.
 
Diariamente, as equipes da Infraestrutura realizam a desinfecção de pontos de ônibus, rodoviária, ruas próximas a hospitais, unidades de saúde e UPA, entre outros locais.

Continue lendo
publicidade Bronze