Connect with us

Tocantins

TOCANTINS: Reajuste da tarifa de transporte coletivo em Palmas está suspenso

Publicado

em

A juíza da 1ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Palmas, Adelina Gurak, decidiu liminarmente suspender o reajuste da tarifa do transporte coletivo da capital, no valor de R$ 2,20, que tinha começado a vigorar ontem. A decisão é resposta a uma Ação Cautelar Preparatória movida contra a Prefeitura de Palmas, o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Rodoviário Urbano de Palmas (Seturb) e a Agência Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade (ATTM) ajuizada pelo Ministério Público Estadual (MPE) na última sexta-feira.

A ação foi movida pelo descumprimento de cláusulas do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com o MPE em junho do ano passado. De acordo com o MPE, a Prefeitura, o Seturb e a ATTM haviam se comprometido no termo a calcular e estabelecer até 1º de maio de cada ano o valor da tarifa das passagens de ônibus. A tarifa com reajuste deveria vigorar a partir do dia 1º de junho do mesmo ano.

Segundo o MPE, esses prazos não foram respeitados, quando a ATTM anunciou no último dia 7 que aumentaria o valor da passagem. O reajuste só passou a vigorar 14 dias depois do anúncio. O não cumprimento dos prazos, segundo o MPE, poderia causar transtornos para a população, em razão do pouco tempo para divulgação do aumento.

Para a presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Nataly Dias, que foi quem protocolou a ação no MPE, a suspensão do reajuste é um avanço para a população, tendo em vista o descumprimento de cláusulas do TAC. A Prefeitura de Palmas afirmou em nota que a ATTM vai cumprir a decisão judicial, mas já adiantou que a Procuradoria do Município irá entrar com recurso, pois o aumento ocorreu em cumprimento ao TAC. Ressaltou ainda que o fato do aumento não ter sido anunciado em março, não trouxe prejuízos à comunidade, uma vez que o atraso no anúncio possibilitou que o valor antigo vigorasse por três semanas a mais.

A partir de hoje, segundo o Seturb, o valor da passagem retorna aos R$ 2,00, em cumprimento à liminar da 1ª Vara da Fazenda Pública. Caso a suspensão não seja cumprida, será cobrada a multa diária de R$ 5 mil.

Motoristas

O presidente do Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transportes Rodoviários e Operadores em Máquinas no Estado do Tocantins (Simtromet), Carlos Antônio Araújo Alves, explicou que atualmente o salário de um motorista corresponde a R$ 854,00, com gratificação de R$ 150,00 referente ao vale refeição e uma quantia de R$ 16,27 pela função que antes era exercida pelo cobrador. Em assembleia realizada no último domingo, a categoria determinou que será reivindicado um aumento de 10% em cima do salário, vale refeição de R$ 200,00 e bonificação de R$ 150,00 pela função de cobrador. Segundo ele, ocorrerá uma mediação na próxima quinta-feira às 14h30 no Ministério do Trabalho para pleitear a reivindicação. “De lá sairemos com alguma decisão. Se fecharmos um acordo, ótimo, senão, paralisaremos os serviços com certeza.”

Passageiros

Para a ajudante de serviços gerais Adejane dos Santos Soares, o aumento é injusto, uma vez que a condição oferecida aos usuários não é das melhores. “Esse aumento pesa e muito no bolso da gente.”

Para a vendedora Dayani Paiva Souza o aumento não é justificável. “Eles aumentam o preço e não vemos melhora, os ônibus quebram direto.” O autônomo José Alves Pugas teve que buscar as netas na casa da filha, e para isso, desembolsou quase R$ 10,00. “As pessoas pagam para trabalhar. É um valor que pesa em nosso bolso.” (Ana Carla Oliveira / Colaborou Tatiane Souza – Jornal do Tocantins)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

Tocantins 373 novos casos confirmados para Covid-19

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que nesta quinta-feira, 3 de dezembro, foram contabilizados 373 novos casos confirmados para Covid-19.

Deste total, 95 foram registrados nas últimas 24 horas e o restante por exames coletados em dias anteriores e que tiveram seus resultados liberados na data de ontem.

Desta forma, hoje o Tocantins registra um total de 261.911 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 82.651 casos confirmados da doença. Destes, 74.525 pacientes estão recuperados.

Clique AQUI e veja o boletim completo.

Continue lendo

Tocantins

ARAGUAÍNA: Dimas determina compra da vacina da Pfizer contra Covid-19

Publicado

em

O prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, autorizou a compra das doses da vacina contra a covid-19 necessárias para imunizar os araguainenses. O Decreto nº 365, publicado no Diário Oficial do Município dessa quarta-feira, 2, determina que a Secretaria Municipal de Saúde faça a aquisição do produto em regime de urgência.
 
“Se São Paulo está comprando uma vacina, a gente também pode comprar. Isso vai garantir o funcionamento do comercial e industrial, e dar tranquilidade para todo mundo. A prioridade do uso dela deve ser decidida pelos nossos técnicos da Saúde e divulgando posteriormente. A estimativa é que o custo seja de, no máximo, R$ 10 milhões”, afirmou Dimas.
 
A vacina escolhida para compra é da farmacêutica norte-americana Pfizer e a parceira biotecnológica alemã BioNTech, que anunciaram que a sua vacina para a covid-19 tem 95% de eficácia. Nesta semana, o Reino Unido divulgou ter comprado 40 milhões doses do produto.
 
Segundo informações da Agência Brasil, o Governo Federal segue com acordo com o laboratório AstraZeneca e a Universidade de Oxford. A opção tem taxa média de eficácia de 60% e a expectativa do Governo é de que 130 milhões pessoas devem alcançadas no país até o fim do ano que vem.
 
Gestão eficiente
Além de ter sido a primeira cidade do Tocantins a adquirir os testes rápidos feitos pelo sangue, Araguaína também tomou a iniciativa para a aquisição de kits para coleta de exame PCR, feito com muco do nariz ou boca.
 
Araguaína também foi a primeira cidade do Brasil a tornar obrigatório o uso de máscaras de proteção facial em locais públicos, viabilizando a produção e distribuição de 40 mil unidades do equipamento à população carente, junto com cestas básicas, por meio da Secretaria Municipal Assistência Social.
 
Também foi a única cidade do Tocantins a criar um hospital de campanha contra covid-19 para atender toda população do norte do Estado. Posteriormente, transferindo os leitos para a primeira etapa do prédio próprio do Hospital Municipal Eduardo Medrado, que atualmente funciona como hospital de campanha e unidade de pronto atendimento (UPA) para pessoas com graves sintomas respiratórios.
 
Diariamente, as equipes da Infraestrutura realizam a desinfecção de pontos de ônibus, rodoviária, ruas próximas a hospitais, unidades de saúde e UPA, entre outros locais.

Continue lendo

Tocantins

Principal suspeito de assassinar médico no interior do Tocantins é preso

Publicado

em

Momento em que suspeito foge do local do crime

No final da tarde desta quarta-feira, dia 2, a Polícia Civil do Estado do Tocantins efetuou a prisão de um homem de 34 anos de idade, apontado como principal suspeito de cometer o homicídio que vitimou o médico Ricardo Maciel Catuladeira Miranda, de 55 anos de idade, fato ocorrido no início da tarde desta terça-feira, 1º, na Unidade de Saúde da Família em Santa Rosa, onde o profissional trabalhava.

Na ocasião, o médico estava repousando na unidade de saúde, quando foi surpreendido pelo agressor, sendo atingido por pelo menos três golpes de faca e veio a óbito no local.  De acordo com o delegado Joadelson Rodrigues Albuquerque, responsável pelo caso, logo após o crime, os policiais civis, da 98ª DP de Natividade, bem como equipes da Perícia Criminal e do Instituto de Medicina Legal estiveram no local do homicídio, onde realizaram os trabalhos de praxe, sendo que, de imediato, a autoridade policial iniciou investigações e passou a coletar relatos de testemunhas que ajudaram na identificação do autor.

Com base nas investigações ininterruptas e de posse da identificação do suspeito, o Delegado representou junto ao Poder Judiciário da Comarca de Natividade pela prisão preventiva do homem, a qual foi deferida, uma vez que trata-se de crime de homicídio doloso qualificado, conforme apontaram as investigações da Polícia Civil. O crime teria sido planejado e foi executado em plena luz do dia, na presença de várias pessoas, que inclusive viram o suspeito cometendo o ato e fugindo do local a pé e depois com a utilização de uma motocicleta.

De posse da ordem judicial, policiais civis de Natividade, Porto Nacional e também Silvanópolis, coordenados pelos delegados Joadelson e também pelo delegado Antônio de Oliveira Carvalho, intensificaram as buscas e conseguiram localizar o paradeiro do suspeito que estava escondido em uma região de mata na zona rural de Silvanópolis.

Após ser preso, o homem foi conduzido à Central de Atendimento da Polícia Civil em Porto Nacional, onde será ouvido pelo delegado Antônio de Oliveira Carvalho. Na sequência será dado cumprimento ao mandado de prisão em desfavor do indivíduo. Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, o homem será recolhido a Casa de Prisão Provisória de Porto Nacional, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário. As investigações continuam para que a Polícia Civil possa desvendar a motivação para o crime.

Continue lendo
publicidade Bronze