Connect with us

Tocantins

Tocantins reduz em 38% casos de dengue

Publicado

em

Até esta quinta-feira, 10, o Tocantins registrava redução de 38% nos casos de dengue em relação ao mesmo período do ano passado. O secretário de Estado da Saúde, Arnaldo Nunes, credita esta redução às ações da Sesau – Secretaria de Estado de mobilização e educação junto à sociedade.

A Área Técnica de Dengue da Sesau registrou, até 10 de março deste ano, 3.595 casos suspeitos da doença, contra 5.783 em 2010. A Sesau fechou parceria com o Exército para o combate à dengue em quatro municípios do Tocantins, Palmas, Araguaína, Gurupi e Paraíso, que juntos são responsáveis por mais de 50% dos casos de dengue no Estado.

A Sesau lançou no final de fevereiro uma campanha educativa e de mobilização social para conscientizar a população sobre a importância de eliminar os focos de proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. A campanha inova ao trazer propostas como as redes sociais de relacionamento e um concurso cultural com alunos das escolas públicas e privadas.

A eliminação dos focos do mosquito é uma das maneiras mais eficazes de diminuir a incidência de dengue nos municípios, segundo o secretário Arnaldo Nunes. “O ciclo de vida do mosquito é de oito dias. Ao elimarmos os mosquitos, com ações como o fumacê, por exemplo, estamos eliminando a possibilidade da doença por apenas oito dias, já que nesse período novos mosquitos nascerão”, explica.

Arnaldo Nunes e reafirma “a forma mais eficaz de diminuirmos ou acabarmos com o adoecimento das pessoas por dengue é eliminarmos os locais onde esses mosquitos se reproduzem, nas cidades”, finaliza.

Análise realizada por meio do sistema Focos Online, da Sesau, apontam que no ano passado, 27.444 dos 29.236 focos do mosquito transmissor da dengue encontrados no Estado estavam em imóveis habitados, como residências, comércios e prédios coletivos – escolas e até hospitais. Isso representa 94% dos focos encontrados.

Outro dado que preocupou os técnicos da Dengue da Sesau foi que 99% dos depósitos com focos do Aedes aegypti estavam no solo ou próximo a ele, em locais de fácil acesso. “Esses focos só foram destruídos pelo agente de endemias, durante as visitas aos imóveis. A prática de destruição dos criadouros ou depósitos deve ser rotina da população para evitar o aparecimento desses focos”, explica o diretor de Doenças Vetoriais Reemergentes e Controle de Zoonoeses da Sesau, Whisllay Bastos.

Em 2010 o Tocantins registrou redução expressiva no número de imóveis e depósitos encontrados com focos. Foi o primeiro ano em que o serviço de combate ao Aedes aegypti apresenta redução neste indicador. No ano passado foram localizados, e destruídos, 54.596 focos do mosquito transmissor da doença. Este número é 25% menor que o encontrado no ano anterior, quando foram destruídos 71.596 focos pelos agentes de saúde.

A redução é muito significativa, especialmente porque em 2010 foram realizadas 3.638.154 inspeções, superando em mais de 75 mil inspeções que o total realizado em 2009, ou seja, aumentou o número de inspeções e reduziu o número de focos.

O número de imóveis com focos também reduziu. Em 2010, 29.236 imóveis continham focos do mosquito transmissor da dengue. Em 2009 foram encontrados focos em 38.268 imóveis.

Em razão da limpeza dos terrenos baldios dos 25 municípios prioritários para o combate à dengue no Tocantins houve também a redução de focos neste tipo de terreno, em 2010. Apenas 0,03%, 1.792 dos 54.225 encontrados, estavam em terrenos baldios.

Dados da análise laboratorial apontam que 62% (32.421) dos focos detectados continuam larvas do Aedes aegypti, ou seja, seis em cada 10 focos de mosquitos detectados é da espécie transmissora da dengue.

No Tocantins, depósitos com água em locais de difícil acesso devem ser listados na rotina dos agentes de saúde, para serem inspecionados por equipes com veículos e escadas. “Ações simples como manter as caixas d’água vedadas com tampas e/ou telas contribui para a redução de focos do Aedes”, explica Whisllay Bastos.

Mesmo após intenso investimento do SUS – Sistema Único de Saúde em informação, educação e outras ações preventivas e de mobilização social, a dengue avança pelo Brasil. Em 2010, a doença foi causa de mais de 500 óbitos pelo País e acometeu mais de um milhão de pessoas.

Números

Até o dia 10 de março o Tocantins registrou 3.595 casos suspeitos da doença. Há três óbitos sendo investigados sob suspeita de dengue. Os óbitos aconteceram nas cidades de Palmas, Araguaína e Gurupi. Há quatro casos graves da doença, confirmados, um em Araguaína, um em Palmas e dois em Gurupi e 46 casos graves da doença sob investigação.

Até esta quinta-feira, 10, três pessoas estavam internadas com suspeita da doença no Estado.

Focos Online

O sistema Focos Online foi criado pela Área Técnica da Dengue da Sesau e permite a identificação e localização dos imóveis com focos por ruas, quadras e bairros, além de permitir a inclusão de imagens dos focos.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

Ministério da Saúde envia ao Tocantins mais 17.750 doses de vacina contra a Covid-19

Publicado

em

Nesta segunda-feira, 20, chegarão ao Tocantins 17.750 doses de vacina contra a covid-19. A previsão é de que as doses do imunizante AstraZeneca, que serão utilizadas para aplicação de segunda dose, cheguem à Capital por volta das 20h35.

Atualmente, 28,11% da população tocantinense está totalmente imunizada, seja com duas doses ou dose única. Já foram recebidas 1.850.310 doses de vacinas contra a covid-19, sendo que 1.594.727 foram distribuídas e 1.372.801 aplicadas.

“A diminuição dos índices da covid-19 no Tocantins é fruto da imunização. Precisamos manter os cuidados contra o vírus e reforçamos o chamamento para que toda a população se imunize, com a primeira e segunda dose”, enfatizou a superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Perciliana Bezerra.  (Mariana Ferreira)

Continue lendo

Tocantins

UNITINS lança edital para regularização acadêmica de alunos de cursos EaD

Publicado

em

A Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) publicou nesta segunda-feira, 20, o Edital Simplificado de Integralização de Estudos com foco na regularização acadêmica de mais de 110 mil alunos dos cursos de Administração; Ciências Contábeis; Normal Superior; Pedagogia; Serviço Social; Análise e Desenvolvimento de Sistemas; Complementação de Estudos; Fundamentos Jurídicos; Letras e Matemática, ofertados na modalidade de Ensino a Distância (Ead), entre os anos de 2005 e 2008. Os cursos foram oferecidos à época, via parceria entre a Unitins e a Educon/Eadcon, tendo alunos em todo o país.

Conforme previsto no edital, os alunos podem solicitar a integralização dos estudos, ou seja, a conclusão do curso, apresentando provas e/ou cartões-resposta ou outros documentos que comprovem a condição de que o curso foi efetivamente concluído. No caso de alunos que ainda têm disciplinas a cursar, podem solicitar os documentos para transferência para outra Instituição de Ensino Superior com o aproveitamento de disciplinas já cursadas pela Unitins.

O prazo para os acadêmicos manifestarem interesse enviando as solicitações e os respectivos documentos segue de 20 de setembro até 20 de dezembro de 2021. Não haverá cobrança de qualquer valor financeiro por parte da Unitins para as solicitações dos discentes interessados, nem para a emissão dos documentos referentes à regularização acadêmica desses alunos.

O edital é fruto de acordo firmado entre a Unitins e o Ministério Público Federal (MPF) e a Advocacia Geral da União (AGU), que representa o Ministério da Educação (MEC)/União no processo. O acordo foi homologado pelo Juiz Federal da 3ª Vara Federal/Seção Judiciária do Estado do Tocantins. O edital completo pode ser acessado aqui.

Continue lendo

Tocantins

Beneficiários titulares do Servir devem atualizar cadastro

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Administração (Secad), por meio do Plano de Saúde dos Servidores Públicos do Tocantins (Servir), informa que todos os beneficiários titulares do Plano devem atualizar seus dados.

Os dados podem ser conferidos e atualizados de forma on-line por meio do Portal do Beneficiário ou do aplicativo do Servir.


O secretário Executivo da Secad e diretor do plano, Ineijaim Siqueira, reitera que a atualização cadastral é de extrema importância para agilidade nos atendimentos do plano. “É salutar que todos os beneficiários titulares do plano façam essa atualização. Ela, além de garantir uma relação mais próxima com os beneficiários, ajudará a promover um serviço de melhor qualidade”, afirma.

Como fazer 

Para realizar a atualização, basta acessar o site do Servir (www.servir.life), clicar no banner de recadastramento e preencher os campos solicitados. É importante destacar que, para a efetivação do recadastramento, é necessário baixar e aceitar o termo de responsabilidade. (Nájilla Lopes)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze