Connect with us

Tocantins

Tocantins registra saldo positivo de 1.202 postos de emprego em junho

Publicado

em

De acordo com os dados do Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados (Caged) foram admitidos, em junho de 2020, no Tocantins 4.709 trabalhadores e desligados 3.507 o que conferiu um saldo positivo de 1.202 empregos.

Em comparação ao mês anterior, houve um acréscimo de 30,19% em número de admitidos e uma diminuição de 10,03%, no número de desligados. Para a gerente do Observatório do Trabalho no Tocantins, Willany Bezerra, a reação nas contratações se deve principalmente ao setor da construção civil, mas ela também ressalta a reabertura do comércio nas principais cidades do Estado como um dos motivos: “Historicamente esse é um período do ano em que a construção civil contrata muitos trabalhadores e mesmo com a pandemia essa realidade se confirmou, mas também é importante ressaltar a reabertura do comércio nesse aquecimento das contratações no Estado”, explica a gerente.

Setores que mais empregaram

Os dados do Caged revelam que a construção civil fechou o mês de junhocom saldo positivo de818 postos de trabalhoseguidodo setor deinformação, comunicação e atividade financeira, imobiliária, profissionais e administrativascom saldo positivo de341 postos abertos e em seguida o setor deserviços com saldo de306 postos abertos.

Dados de Palmas

Em Palmas, no mês de junho, o número de admitidos pelo mercado de trabalho foi de 1.808 pessoas, os desligamentos foram 1.474 e o saldo de empregos ficou positivo em 334 postos. Percentualmente o acréscimo nas contratações foi de 73,18% e o número de desligamentos caiu em – 29,37%, ambos comparados com o mês anterior.

Na capital os setores da economia que mais empregaram foram informação, comunicação e atividade financeira, imobiliária, profissionais e administrativas com saldo positivo de 304 postos abertos, construção civil com saldo positivo de 161 postos abertos e Serviços com saldo positivo de 146 postos abertos.

A gerente do Observatório do Trabalho, Willany Bezerra, ressalta o empenho do Governo do Tocantins, por meio do Sine, para manter os postos de emprego no estado: “É fundamental, em momentos de crise como o que estamos vivendo, apoiar o trabalhador que perdeu o emprego com os benefícios sociais que ele tem direito, como o seguro desemprego, mas também mostrar que o mercado se remodela e apresenta oportunidades diferentes e podemos nos adaptar a esse movimento e buscar novas colocações”, sugere a gerente.

O Sine Tocantins está atendendo a população do estado por meio dos aplicativos Sine Fácil e Carteira de Trabalho Digital, mas também por telefone e e-mail desde a suspensão do atendimento presencial em 20 de março devido a pandemia do Novo Coronavírus.

Passo a passo dos serviços

Os trabalhadores interessados em concorrer às vagas disponíveis diariamente no Sine podem se autoencaminhar pelo Aplicativo Sine Fácil seguindo o passo a passo  https://setas.to.gov.br/trabalho/passo-a-passo-aplicativo-sine-facil.

Quando não for possível imprimir a carta de encaminhamento pelo aplicativo a o trabalhador deve entrar em contato pelos telefones listados abaixo e a carta será enviada por e-mail.

Para acessar o seguro desemprego e solicitar a carteira de trabalho o passo a passo está disponível clicando AQUI

Telefones de contato dos Sines

Os trabalhadores interessados em pesquisar vagas de emprego, atualizar seus cadastros, e serem encaminhados para empresas que precisam contratar, podem fazê-los também pelos telefones disponíveis em cada unidade do Sine:

Palmas e Taquaralto: 3218-1960 e 3218-1957

Araguaína: 3414-3634

Araguatins:- 3474 -1100

Paraíso: 3602-3340

Porto Nacional: 3363-2717

Guaraí: 3464-1710

Dianópolis: 3692-1628

Gurupi: 3351- 2477

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

ARAGUAÍNA: Setor Ana Maria terá vias interditadas para obras de esgoto da BRK Ambiental

Publicado

em

Algumas ruas do setor Ana Maria,em Araguaína,serãotemporariamente interditadas entre os dias 3 e 7 de agosto, para que as equipes da BRK Ambiental possam trabalhar na implantação de redes de esgoto e na substituição de tubulações de água.   

A BRK Ambiental,deve implantar mais de 33 km de redes de esgoto,e substituir mais de 24km de redes de água.A iniciativa vai ajudar atransformar para melhor a vida de mais de 2 mil famílias dos bairros Ana Maria, Morada do Sol, Tocantins e Jardim Vitória.    

Todo cronograma já foi apresentado aos órgãos municipais de tráfego e também para outros órgãos públicos. As interdições ocorrem das 06h às 18h,e a concessionária recomenda que os moradores optem por transitar em vias alternativas. Todas as novidades sobreas ações realizadas pela BRK Ambientalserão informadaspor meiodepublicações noFacebook.       

Confira as vias que serão interditadas de 3 a7 de agosto: 

Segunda-feira (03)

Rua Raizal entre a rua Perimetral II e Rua 03

Rua Ana Maria entre a Rua Israel e Rua Raizal

Rua Jordão entre a Rua Ana Maria e Rua Perimetral II

Terça-feira (04)

Rua Raizal entre a Rua 3 e Rua 12

Rua Ana Maria entre a Rua Jordão e Rua Vitória da Conquista

Rua Vitória da Conquista entre a Rua Ana Maria e Rua Perimetral II

Quarta-feira (05)

Rua Perimetral e Rua J, entre a Rua Perimetral II e Rua Betel

Rua Ana Maria entre a Rua D e a Rua Raizal

Quinta-feira (06)

Rua Perimetral e Rua J, entre a Rua Perimetral II e Rua Betel

Rua Ana Maria entre a Rua D e Rua Raizal

Sexta-feira (07)

Rua D e Rua José Rodrigues entre a Rua D e Rua C

Continue lendo

Tocantins

Tocantins se aproxima de 27 mil casos de Covid-19 e passa de 400 mortes

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que nesta segunda-feira,03 de agosto, foram contabilizados 565 novos casos confirmados para Covid-19.

Desta forma, hoje o Tocantins acumula 26.998 casos confirmados da doença, destes15.947 pacientes estão recuperados e 10.649 estão ainda ativos (em isolamento domiciliar ou hospitalar), além de 402 óbitos.

Devido à instabilidade do sistema oficial do Ministério da Saúde de notificação da Covid-19, o E-SUS-VE, os municípios tocantinenses não estão conseguindo alimentar a base de dados em tempo oportuno, e o Estado não está tendo acesso aos novos casos deste sistema diariamente, o que pode provocar um aumento expressivos nos próximos dias, quando a base for regularizada.

Este quantitativo se refere a casos novos de vários dias de coleta de exames, não podendo ser considerado um aumento de casos nas últimas 24hs.

Clique AQUI e veja o boletim completo.

Continue lendo

Tocantins

Rede de leitos de UTI Covid-19 entra em colapso na região norte do Tocantins e Justiça determina convocação de médicos

Publicado

em

A Justiça acatou pedido do Ministério Público do Tocantins (MPTO) e expediu uma liminar neste domingo, 2, obrigando o Estado do Tocantins a convocar profissionais de saúde do quadro do Hospital Regional de Araguaína (HRA), inclusive aqueles que se encontram em regime virtual de sobreaviso, na quantidade suficiente para o funcionamento integral dos 17 leitos de UTI Covid existentes naquela unidade hospitalar.

Em petição apresentada no sábado, 1º, Ministério Público informou que a rede de leitos de UTI para adultos colapsou em toda a região norte tocantinense, não existindo nenhum leito em operação vago. Isto, apesar de o HRA possuir sete leitos de UTI Covid que estão habilitados porém ociosos, em razão da falta de profissionais médicos.

Na petição, o MPTO também informou que o Hospital Regional de Araguaína dispõe atualmente de 200 médicos, a maior parte deles com vínculo estatutário, e ainda lembrou que é possível a convocação complementar de médicos vinculados a outros órgãos públicos da rede estadual, como Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros, para que atuem junto aos sete leitos de UTI Covid que estão ociosos no Hospital Regional de Araguaína.

O Ministério Público está atuando no processo representado pelo promotor de Justiça Saulo Vinhal da Costa, da área de proteção à saúde pública em Araguaína.

Na liminar, o juiz plantonista Carlos Roberto de Sousa Dutra estabeleceu prazo de 24 horas para o cumprimento da decisão e estipulou que caberá ao diretor técnico do Hospital Regional de Araguaína convocar os profissionais de saúde, excluindo aqueles que se enquadram no grupo de risco e fundamentando formalmente esta exclusão.

Em caso de descumprimento da liminar, será imposta multa diária no valor de R$ 10 mil ao Estado do Tocantins.

Segundo especifica a liminar, um oficial de justiça deverá se dirigir ao Hospital Regional de Araguaína para intimar o diretor técnico e o diretor-geral da unidade hospitalar. Para que a decisão seja cumprida durante o plantão judicial, o magistrado registrou que não será necessária a intimação de outras autoridades. 

Continue lendo
publicidade