- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
sexta-feira, 20 / maio / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

TOCANTINS: Secretaria de Eduardo Siqueira promove farra das diárias

Mais Lidas

Dados do Portal da Transparência mostram que a Secretaria do Planejamento e Modernização da Gestão Pública (Seplam) pagou, de janeiro a julho deste ano, um total de R$ 104.515,50 em diárias para servidores da pasta. No mesmo período do ano passado, a secretaria teve despesas de R$ 73.221,75, o que representa 29,9% a menos.

Segundo os dados do Portal da Transparência, a Seplam teve uma evolução considerável de gastos com diárias de funcionários no mês de maio, quando gastou R$ 34.221,00 com esta rubrica. Em junho, os gastos com diárias chegaram a R$ 30.489,00 e em julho, a secretaria teve despesas de R$ 28.331,25.

Também conforme atesta o Portal da Transparência, a secretária executiva da Seplam, Vanda Paiva, recebeu um total de R$ 4.530,00 entre maio e julho. Somente no mês de julho, a secretária recebeu R$ 2.805,00.

Analisando os dados, chama atenção o fato de diversos pagamentos de diárias realizadas pela Seplam a servidores cujos nomes não aparecem no portal. Entre junho e julho, foram identificados 15 pagamentos sem identificação do servidor, que totalizam R$ 19.462,50.

Entenda

A Seplam e o Sindicato dos Servidores Públicos Estaduais do Estado do Tocantins (Sisepe-TO) travam um embate sobre o pagamento de diárias para os servidores das secretarias que irão trabalhar no programa Agenda Tocantins, que irá elaborar o Plano Plurianual (PPA) 2012-2015. Conforme o CT antecipou e a Seplam confirmou, a secretaria não irá pagar diárias aos servidores envolvidos no projeto. Os custos de transporte, hospedagem e alimentação dos servidores serão arcados pelo Jornal do Tocantins, da Organização Jaime Câmara, que fechou parceria com o governo para realizar a organização e divulgação das audiências públicas. O valor do contrato entre governo e o jornal é de R$ 2,2 milhões.

A imprensa do Estado e deputados estaduais da oposição têm defendido que o contrato entre governo e Jornal do Tocantins seria ilegal, porque a Lei N° 8.666, a Lei de Licitações, em seu artigo 25, diz que é inexigível a licitação quando houver inviabilidade de competição. No inciso 2º, a lei diz que para contratação de serviços técnicos de natureza singular, com profissionais ou empresas de notória especialização, vedada a inexibilidade para serviços de publicidade e divulgação. (Portal CT)

- Publicidade -spot_img

4 Comentários

Assinar
Notificar-me
guest
4 Comentários
Mais antigo
Mais recente Mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
cidadao

de novo esse demagogo fica enganado o povo seu metiroso

José Augusto Dionízio

Está aí, cabe aos deputados fiscalizarem esses gastos. Até quando no Tocantins seremos vítimas de situações espantosas, pois enquanto falta bons resultados na educação (notas pobres e baixas), falta saúde de qualidade em todos os municípios, inclusive na capital, conforme informaçõe da imprensa, faltam tambem servidores concursados em quase todos os órgãos e os serviços públicas caminham a passos de jabuti, causando descrédito no cidadão-patrão que apesar de pagar bastante impostos, não tem o prazer de saberear o mesmo bolo que secretários e outros servidores mais graduados desfrutam em francas gargalhadas. Portanto, amigos do tocantins, vamos começar a nos mobilizar em busca de nomes melhores para a gestão dos municípios, pois os gestores municipais de amanhã serão os futuros deputados, senadores, governadores e quem sabe, secretários vários na Corte Palaciana. Finalmente, faço a mesma pergunta de outrora, será que o ser humano é pior que os animais em plena brutalidade selvagem?

Realista

Muito bom secretário vc está mostrando a “sede” ou digamos a “fome” que estavam de voltar ao poder hein, agora está explicado o motivo, com a máquina na mão fica fácil sair distribuindo grana para um monte de desocupados que não fazem nada na sua secretaria, enquanto em outras são os próprios servidores que têem que pagar suas despesas(nos casos da segurança pública tem relatos que até os policiais pagam alimentação para presos quando de uma viagem longa)pois não recebem diárias, tudo isso para satisfazer as necessidades do “estado”, enquanto os bonitões de sua secretaria ficam esbanjandos diárias, tudo bem nem tudo é para sempre…aproveitem!!!

barnabe

é incrível como em todos os setores há tantos babões e puxas sacos. OH SEU CIDADÃO para de ser baba ovo é só vc pesquisar q vc confirma os fatos desse governo de hipocrisia, não vejo nenhuma diferença entre o atual governo e o governo anterior, são todos uns bandos de aproveitadores e vc seu CIDADÃO vá chupar prego cabral.

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias