- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
quinta-feira, 19 / maio / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

TOCANTINS: SINTET contesta relatório da SEDUC

Mais Lidas

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Tocantins (SINTET) tornou público, nesta quinta-feira, 10, documento contestando o relatório técnico da Secretaria Estadual da Educação (SEDUC), que apontou escolas com efetivo excedente, veículos escolares que não estão sendo utilizados para os devidos fins, salas de aula ociosas, diários preenchidos de forma incorreta, professor aguardando aposentadoria em casa e remanejamento de funções de forma indevida.

A contestação, conforme o presidente do sindicato, José Roque, foi encaminhada para a SEDUC. No entanto, o secretário de Educação, Danilo de Melo, informou que só teve acesso ao documento no começo da noite e que, nesta sexta-feira, 11, responderá a cada um dos itens questionados pelo sindicato.

Segundo o SINTEC, a SEDUC deixou de informar que a maioria das turmas (74,6%) com número de alunos inferior a dez, são de escolas situadas nas reservas indígenas ou escolas de atendimento especializado, como as Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAES).

O SINET afirmou ainda que o relatório “não demonstra claramente” como ocorre o excedente de professores. De acordo com o sindicato, os professores são modulados a partir da carga horária (180 horas é a máxima) e estas informações são repassadas mensalmente ao setor de recursos humanos para composição da frequência, “assim não há como manter professores sem carga horária (excedentes) sem que isto seja percebido”.

Para o SINTET, as medidas apontadas pela secretaria revelam que o Estado esta colocando em prática uma “política educacional economicista”. O sindicato ressalta no documento que essa política não é nova, mas se apresenta modernizada nesta gestão, com sérias implicações para as escolas. (Jornal do Tocantins)

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias