Connect with us

Tocantins

TOCANTINS: Sobre o esquema de multas na ATR, empresário diz que recebeu mais multas em 8 meses, do que nos últimos 4 anos

Publicado

em

Um carro novo, zero km, apreendido às margens da rodovia, com os passageiros deixados ao relento na saída de Gurupi. Outro carro que faz a linha Palmas/Rio Sono interceptado com ordem para os passageiros descerem. Multas aplicadas com intervalos de 5 minutos. Mais de R$ 50 mil em autos de infração a serem pagos. Esta é a situação da empresa Interpalmas, fundada em 2006, cujos proprietários procuraram nesta, quinta-feira, 22, o Site Roberta Tum para levar ao conhecimento público o que consideram uma perseguição às empresas pela gestão do Coronel Constantino Magno à frente da ATR.

 “Não estou dizendo que problemas não ocorrem, mas o que está acontecendo é um abuso da autoridade dos fiscais em cima da gente. Muitos dos problemas que são verificados nos carros, acontecem por causa da situação das estradas. O tacógrafo digital por exemplo, é um equipamento sensível. Não tem condições de manter funcionando 100% nestas estradas esburacadas e estrada de chão. A mesma coisa vidro do parabrisa trincado”, explicou ele exibindo sobre uma mesa a quantidade de multas sofridas.

Afirmando não ter nada de pessoal contra a gestão da ATR, Sílvio reclama ter protocolado um documento endereçado ao presidente da agência em 15 de julho deste ano, relatando o que considera um abuso na prática dos fiscais e listando os autos de infração que haviam chegado a ele até aquela data. Algo em torno de R$ 18 mil. “Agora estas multas já estão em aproximadamente R$ 50 mil. A gente tá querendo trabalhar. E sei que o governador não é dessa política de penalizar empresas”, argumentou.

Arbitrariedade e prejuízo aos passageiros

Sílvio relata que no período de carnaval a busca pelo transporte sobe em suas rotas, e que por isto protocolou pedido para colocar um carro extra na linha que faz Gurupi. “Oficializei, recebi a autorização verbal do diretor de transporte para rodar, por que não havia tempo hábil para a resposta escrita, e coloquei na linha um carro novo, do ano, já registrado na ATR”, conta.

O que veio em seguida foi “inacreditável”, conta o empresário. Os fiscais da ATR interceptaram o veículo já na rodovia, determinaram que os passageiros descessem e apreenderam o veículo recolhendo-o ao pátio do Detran.

 “Os passageiros ficaram ao relento, tendo que se virar pra voltar pra casa. O carro foi apreendido dia 05 de março e ficou parado, no pátio do Detran até o dia 14. Além do prejuízo destes dias sem rodar, tive que pagar uma multa de R$ 1.203,00 para liberar o veículo e mais a taxa de R$ 280 do pátio do Detran”, conta, exibindo o oficio com o protocolo de recebimento da ATR pedindo a autorização para o carro extra, e o dare da multa com o comprovante de pagamento.

Passageiros reagem

Na linha Palmas Rio Sono, que é atendida apenas pela Interpalmas, e se trata de uma estrada sem pavimentação, outro carro extra, desta vez colocado em período de férias, foi interceptado pelos fiscais. “Desta vez os passageiros desceram e ameaçaram partir pra cima dos fiscais. Veja a situação: eles não tinham outra forma de chegar em sua cidade. Aí eles liberaram o carro, depois de multar”.

Segundo Sílvio o que está acontecendo é “um abuso”. A forma de resolver a situação na opinião do empresário é que a direção da ATR ouça as empresas, e dê solução à falta de documentação – “estamos rodando com autorização de boca desde que o protocolo foi fechado” – e reoriente a fiscalização.

 “O que a lei determina é averiguar, orientar e só depois multar. Não é isso que a ATR tem feito, são multas em cima de multas, de forma arbitrária”, finalizou.

Aguardando a ATR

O Site Roberta Tum tentou contato desde as primeiras horas da manhã desta sexta-feira, 23, com o Coronel Magno para ouvir a ATR sobre as reclamações da Interpalmas. Depois de enviar mensagem de voz e de texto, a assessoria de imprensa retornou ligação à redação se comprometendo a responder os questionamentos que deveriam ser encaminhados por email, uma vez que o coronel participa de evento nacional em Brasília nesta sexta-feira.

O email no entanto não foi respondido até as 15h20, razão pela qual a matéria vai ao ar, mantendo o espaço aberto à manifestação da agência. (Com informações do site Roberta Tum)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
2 Comments

Tocantins

Agrotins 2021 100% Digital aponta as tendências econômicas e produtivas do mercado da carne bovina

Publicado

em

A Feira Agrotecnológica do Tocantins – Agrotins 2021 100% Digital promoveu, nesta quinta-feira, 17, live para debater as atuais perspectivas econômicas e produtivas para o mercado da carne bovina. O bate-papo contou com a participação do secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), Jaime Café; do secretário Nacional de Política Agrícola, César Hallum, de especialistas e produtores. A feira encerra nesta sexta-feira, 18, e está sendo realizada totalmente on-line com transmissão na plataforma digital: www.agrotins.to.gov.br.

O secretário Jaime Café ressaltou que o Governo do Tocantins tem incentivado o uso das tecnologias de melhoramento genético do rebanho tocantinense. “O Tocantins possui as qualidades para tornar-se um grande produtor e exportador de carne. Para isso, estamos com 100 mil procedimentos de IATF [Inseminação Artificial em Tempo Fixo], sêmen de touros registrados na ABCZ [Associação Brasileira de Criadores de Zebu], propiciando o aumento do rebanho tocantinense de alta qualidade”, destacou.

De acordo com o secretário nacional de Política Agrícola, César Hallum, o consumo de carne bovina está diretamente ligado ao poder aquisitivo da população, mas, nos próximos anos, o Brasil prevê crescimento econômico de 5%, a China em torno de 7 a 10% e o mundo inteiro na casa dos 7%, isso fortalece o poder de consumo mundial. “Um outro fator é que o Tocantins livre da febre aftosa, sem vacinação, deve ocorrer em breve, abrindo mais espaço para exportação da carne tocantinense”, ressaltou.

O sócio-consultor da MB Agro Consultoria, Alexandre Mendonça de Barros, fez uma explanação geral da produção econômica mundial, no consumo interno, importação e exportações dos maiores países, enfocando o Brasil, e principalmente o Tocantins, estrategicamente, porque possui grande potencial de produção da carne vermelha. “Há uma explosão da demanda mundial, principalmente da China, que é o maior importador na carne brasileira, e dos Estados Unidos, que também podem ser grandes importadores. Atualmente, estamos utilizando tecnologias genéticas mais avançadas na criação dos rebanhos, o que possibilita que essa produção avance ainda mais nos próximos anos”, afirmou.

Para o consultor e fundador da Agrojem, José Eduardo Mota, o Tocantins pode crescer muito com relação à produção da carne, sendo que, atualmente, o abate de rebanho do Estado é de 12%, mas pode alcançar a média nacional, de 16 a 20%. “O uso da tecnologia avançada é um dos diferenciais nesse processo, mas acredito que chegaremos lá, pois atualmente os produtores estão investindo na genética apurada do rebanho”, pontuou. (Elmiro de Deus)

Continue lendo

Tocantins

ARAGUAÍNA: Polícia vai intensificar combate à perturbação do sossego

Publicado

em

A Polícia Militar, representada pelo comandante do 2º Batalhão, tenente-coronel Valdeonne Dias da Silva, reuniu-se na manhã dessa quarta-feira, 16, na sede do 2º BPM, em Araguaína, com a Delegada Regional da Polícia Civil, Ana Maria Barros Varjal, e o Delegado de Polícia Civil Fernando Rizélio Jaime, titular da Delegacia Especializada de Repressão às Infrações de Menor Potencial Ofensivo (DEIMPO), a fim de alinhar operações constantes e parte procedimental, no que tange ao desrespeito ao código de trânsito, contravenções penais relacionados à perturbação do sossego alheio.

Esse alinhamento fará com que as intervenções tanto da Polícia Militar quanto da Polícia Civil sejam mais eficientes no combate  à perturbação do sossego alheio, que tem gerado problemas de cunho social na cidade de Araguaína.

Na reunião, as autoridades policiais discutiram sobre o uso inadequado de aparelho sonoro, seja por uso em veículos (de qualquer espécie) ou equipamento que produza som audível do lado externo, independentemente do volume ou frequência, mas que perturbe o sossego público, o que implica em intervenção por parte da polícia no sentido de apreender o aparelho de som e conduzir os suspeitos à Delegacia.

Com relação ao som automotivo, as ações policiais seguirão o mesmo rigor, principalmente na parte de procedimento administrativo que se refere ao Código de Trânsito Brasileiro, bem como à própria perturbação e voltado para a lei de crime ambiental.  “Mesmo em tempos de pandemia, esses problemas referentes à perturbação do sossego alheio ainda perduram, prejudicando toda população, por isso a necessidade de reforçar a fiscalização”, ressaltou o comandante do 2º BPM.

Continue lendo

Tocantins

Sebrae Tocantins se classifica para 12º Prêmio CIEE de Estágio

Publicado

em

Acontece nesta quinta-feira, 17, a entrega do 12º Prêmio de Melhores Programas de Estágio, promovido pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE). A cerimônia será transmitida pelo CIEE, no Youtube, a partir das 16h. O evento é uma forma de reconhecer organizações quando o assunto é inclusão no mundo do trabalho, e o Sebrae Tocantins está classificado, a partir de pesquisas realizadas com os estagiários.

A premiação também permite o levantamento de pontos importantes para entender a realidade dos estagiários nas empresas e promover a troca de conhecimentos sobre as melhores práticas de gestão, com estudo conduzido por renomados institutos de pesquisa do país.

Para a estagiária da Unidade de Marketing e Comunicação do Sebrae Tocantins, Fabiana Espíndola, este momento é um grande passo para começar uma trajetória no mercado de trabalho. “É importante estagiar em uma instituição que acolhe, escuta, apoia e promove o crescimento e aprendizado constante, para que nos tornemos bons profissionais, e aqui no Sebrae, encontramos isso”, enfatizou.

Segundo a gerente da Gestão de Pessoas do Sebrae TO, Vera Braga, todo estagiário deveria ter a oportunidade de avaliar seu período dentro de uma empresa. “Estamos felizes em saber que eles avaliam bem nosso programa de estágio e podem contar com a nossa disposição e empenho para ofertar o melhor para o crescimento deles”, pontuou. 

O superintendente do Sebrae Tocantins, Moisés Gomes, afirma que é uma satisfação participar do 12º Prêmio dos Melhores Programas de Estágio do CIEE. “Aqui, desde o início, na elaboração dos planos de estágio, os jovens são acompanhados por profissionais experientes, que auxiliam em cada etapa de desenvolvimento, investindo em treinamento e capacitação. Nossa intenção é formar bons profissionais, não só para o Sebrae, mas para o mundo do trabalho”, destacou.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze