- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
domingo, 14 / agosto / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

Tocantins tem 163 mil pessoas em extrema pobreza

Mais Lidas

Números estimados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indicam que 163.588 tocantinenses vivem em extrema pobreza. Levando em consideração o número de 1.383.445 habitantes no Estado, contabilizados pelo Censo 2010, isso quer dizer que 11,82% da população vive nessa situação. Dos mais de 163 mil tocantinense em extrema pobreza, 79.463 (48,56%) estão na área rural e 84.125 (51,42%) na área urbana. Em todo País, o número de brasileiros que vivem em extrema pobreza chega a 16,2 milhões, o equivalente a 8,5% da população.

Além da linha estipulada pelo governo federal como extremamente pobres, as famílias com renda per capita de até R$ 70 mensais, o IBGE considerou o rendimento mensal per capita por domicílio e condições como a existência de banheiros nas casas, acesso à rede de esgoto e água, energia elétrica e número de analfabetos ou idosos na família.

Renda

O Censo 2010 mostra que 12,18% dos domicílios tocantinenses vivem com renda mensal per capita com até um quarto do salário mínimo, que na época da pesquisa era de R$ 510, ou seja, menos de R$ 127,50 por pessoa. Dos 398.367 domicílios no Estado, 50.949 (12,79%) estão nessa faixa de rendimento mensal. Ao considerar a média de 3,3 pessoas por domicílio – calculada pelo IBGE -, no Tocantins, isso quer dizer que 168.131 pessoas vivem como uma renda mensal de até R$ 127,50. Outros 21.979 (5,52% do total) domicílios não possuem rendimento. Considerando a média de 3,3 por residência, seriam 72.530 tocantinenses nessa situação.

Com renda por pessoa entre R$ 127,50 a R$ 255 mensais, o Tocantins possui 97.727 (24,53% do total) domicílios. O Estado tem, ainda, 118.258 (29,69%) residências com renda por pessoa entre R$ 255 a R$ 510 por mês. Além disso, 61.969 (15,56%) residências têm sua renda mensal per capita em mais de R$ 510 a R$ 1.020. Na faixa de mais de R$ 1.020 a R$ 1.530 estão 19.686 (4,94%) domicílios. Com rendimento per capta de mais de R$ 1.530 a R$ 2.550 há 15.105 (3,79%) domicílios no Tocantins. E a menor fatia dos domicílios, 12.669 (3,18%), vivem com renda per capita mensal maior que R$ 2.250.

Idades

Das 399.506 pessoas responsáveis pelos domicílios, a maior parte delas, 50.767, tem entre 30 e 34 anos. Mas o que chama a atenção é que existem 32.624 tocantinenses com 70 anos ou mais responsáveis por domicílio e 964 crianças e adolescentes, na faixa de 10 a 14 anos.

Higiene

O levantamento identificou que dos 398.367 domicílios do Tocantins, 31.686 (7,95%) não têm banheiro. Dos 366.680 domicílios com banheiros, 62.033 utilizam fossa séptica, 53.610 têm rede geral de esgoto ou pluvial e 251.036 utilizam outra forma de esgotamento sanitário – não informada pela tabela do IBGE.

Energia

O Tocantins tem 21.845 (5,48%) residências sem energia elétrica. Das 376.522 residências que têm energia, 374.624 são de companhia distribuidora e 1.898 são de outra fonte.

O Censo 2010 mostrou, ainda, que dos 398.367 domicílios do Estado, 62.717 têm a forma de abastecimento de água através de poço ou nascente dentro da propriedade e 22.373 são abastecidos de outra forma não informada. A maior parte deles, 313.277, tem como forma de abastecimento a rede geral de distribuição.

Entre os 985.473 tocantinenses com 15 anos ou mais, 129.096 não são alfabetizados.

Programa

Diante do número de brasileiros em extrema pobreza, o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) lançou essa semana o Plano Brasil sem Miséria, sobre a responsabilidade do MDS em conjunto com outros ministérios. O Plano conta com três eixos coordenadores das ações: transferência de renda; acesso a serviços públicos e inclusão produtiva. (Jornal do Tocantins)

- Publicidade -spot_img

2 Comentários

Assinar
Notificar-me
guest
2 Comentários
Mais antigo
Mais recente Mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
MENTOR

NÃO DÁ PARA ENTENDER. NUM ESTADO EM QUE HOUVE TANTO INVESTIMENTO DE RECURSOS PÚBLICOS, ALÉM DE EMPRÉSTIMOS INTERNACIONAIS.
DE UM LADO O ESTADO FALHA QUANDO NÃO FAZ O INVESTIMENTO CONFORME DEVIA TER SIDO FEITO. SUPERFATURAMENTO, VISTA GROSSA NAS FISCALIZAÇÕES DE OBRAS DENTRE OUTRAS. DESCASO NA EDUCAÇÃO, SEGURANÇA E SAÚDE. O QUE TEM CONTRIBUÍDO PARA O CRESCIMENTO DESTA MISÉRIA. POR OUTRO LADO, A POPULAÇÃO ORA QUERENDO, ORA SEM QUERER; VIVE ATRÁS DOS MERCENÁRIOS POLÍTICOS MENDIGANDO O SEU VOTO. POR UM COPO DE PINGA OU UMA GARRAFA DE VINHO, MEIO SACO DE CIMENTO OU UM METRO DE TERRA OU AREIA.
MAS SE NEGAM A USAR A SUA FORÇA E DISPOSIÇÃO PARA O HONROSO TRABALHO. NÃO IMPORTA QUE TRABALHO SEJA, MAS POR ELE GANHAR O PÃO E O SUSTENTO DE SUA FAMILIA.
MAIOR PARTE DOS POLÍTICOS SÓ CONHECEM O POVO NO PERÍODO ELEITORAL. OBSERVE: ELEITOR SÓ TEM VALOR ATÉ UM MINUTO ANTES DELE VOTAR.
CAROS COMPANHEIROS E AMIGOS, FIQUEMOS MAIS ESPERTOS. ABRAMOS OS OLHOS.
COMPARE COMO VOCÊ ANDA E COMO ELES ANDAM;
VOCÊ A PÉ E ELES DE CARRO. QUANDO VOCÊ ANDA DE BICICLETA ELES ESTÃO DE AVIÃO.

Assuero Villegaignon da Costa

Falou pouco mas disse tudo. Enquanto o povo não por na cabeça que são os cavalos destes crápulas, será sempre assim.

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias