Connect with us

Pará

TUCURUÍ: Campanha para doação de cabelos é lançado durante o Outubro Rosa

Publicado

em

Doadores confraternizam em momento único

Durante todo o mês de outubro, a equipe multiprofissional da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia Dr. Vitor Moutinho (Unacon), em Tucuruí, realizou ações dedicadas à informação, prevenção e ao combate ao câncer de mama, doença que não acomete apenas as mulheres. Só no município, foram registrados dois casos de câncer de mama em homens, que hoje fazem tratamento na Unacon.

A radio-oncologista da unidade, Priscila Conceição, explica a importância de ações como as desenvolvidas pela unidade, alusivas ao Outubro Rosa. “A estratégia de falamos durante o mês de outubro, sobre o câncer de mama é pra gente conseguir levar mais informação para as pessoas, desmistificar, tirar um pouco do medo e as crenças à respeito da doença, além de levar orientações para que as pessoas consigam também fazer o auto exame e detectar precocemente o câncer”, afirma a médica.

Ainda de acordo com a Dra. Priscila, quando estimula-se o autoexame das mamas, a realização de exames como a mamografia, se torna mais fácil a detecção precoce do câncer, sendo possível reduzir a mortalidade e aumentar a possibilidade de cura da doença. “Hoje sabemos que em torno de 95% os cânceres de mama, são potencialmente curáveis, mas isso só será possível se o diagnóstico for precoce e o tratamento começar ainda na fase inicial da doença”, explica Priscila.

Amor crescido – A Unacon, também considera o emocional dos usuários na hora de realizar as ações e criar projetos. Na segunda-feira (28), aconteceu o evento “Dia D” que faz parte da programação da Campanha Outubro Rosa da unidade, com a oferta de vários serviços prestados aos usuários, acompanhantes e comunidade em geral. Os parceiros foram: O Boticário, Espaço Corpore, os Salões de Beleza do CRT e da Assel, designers de sobrancelha, além do cantor Thiago Castro.

Na ocasião, foi realizado o lançamento do projeto “Amor Crescido”, que considera o drama que a grande maioria das mulheres enfrenta ao perder os cabelos durante o tratamento de câncer. 

Após viver essa experiência, Onilda Gomes e Ivanete Barbosa, se sentiram motivadas a doar lenços para quem está passando pelo que elas já enfrentaram. As duas aproveitaram a campanha para fazer a boa ação.

“Eu também sou uma paciente oncológica, já passei por todo processo, a quimioterapia, a carequinha… Sei o quanto perder os cabelos é ruim e que neste momento os lenços ajudam a levantar a autoestima. Faz com que a gente se sinta mais bonita, então quando ficamos sabendo dessa campanha da Unacon, não pensamos duas vezes”, disse Onilda.

Quem também aproveitou para cortar e doar os cabelos durante o lançamento do projeto Amor Crescido, foram as gêmeas Sophia e Sarah Vargas. Com apenas 8 anos de idade, as duas deram um exemplo de solidariedade. A mãe das meninas, Michele Vargas Silva, garante que a iniciativa da doação partiu das filhas. “Elas me ouviram falar sobre o projeto Amor Crescido e a importância para quem faz tratamento de câncer e perde o cabelo e decidiram cortar e doá-los. Elas estão muito felizes por saber que o cabelo delas vai ajudar outras pessoas a ficarem felizes também”, disse a mãe das gêmeas.

Larissa Nogueira Santos, do Serviço de Atendimento ao Usuário – SAU, garante que o projeto Amor Crescido será permanente, quem quiser fazer doações, basta se dirigir a Unacon e falar sobre o destino das doações.” Todo o material arrecadado será encaminhado para uma ONG que confecciona perucas, para pessoas que perderam os cabelos, seja por escalpelamento ou durante o tratamento de câncer. Além dos cabelos o projeto também recebe doações de lenços, que são muito utilizados pelas pacientes da unidade”, disse Larissa. Só durante o lançamento do projeto foram recebidas na Unacon, 20 doações de cabelos e a mesma quantidade de lenços.

Caminhada do Outubro Rosa- Mas teve quem aproveitou a caminhada realizada pela Secretaria de Saúde do Município, na última sexta-feira(25), para fazer suas doações. Foi o caso da pequena Ana Clara, que fez questão de só cortar o cabelo, se o mesmo fosse doado. ” Eu já queria cortar meu cabelo, mas queria que tivesse um sentido maior que mudar o visual, por isso decidi doar”, disse Ana Clara.

A mamãe de primeira viagem, Deyse Jaqueline Albuquerque também aproveitou a o estande da Unacon, na caminhada do Outubro Rosa, pra fazer a doação dos cabelos. “A maternidade inspira o amor, sem contar que com o cabelo mais curto, fica mais fácil de cuidar”.                                                                        A Unacon que já realiza tratamentos de quimioterapia e hormonioterapia, deve iniciar já na primeira semana de novembro, o tratamento de radioterapia, esperado pelos moradores da região, que agora não irão mais precisar ir pra outras cidades para fazer o tratamento.

Atendimento – A Unacon é uma unidade do governo do Estado que foi implantada, por meio da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), com a finalidade de ampliar e assegurar assistência integral a pacientes portadores de câncer nas regiões do Lago, Carajás e Araguaia, área que abrange 38 municípios e, aproximadamente, 1,8 milhão de habitantes, oferecendo aos pacientes da região a possibilidade de realizar o tratamento mais perto da família.

Serviço: A Unacon Tucuruí funciona em frente ao Hospital Regional, na Vila Permanente. Mais informações pelos telefones: (94) 3778.4928/4599.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

MARABÁ: Um dia após comemorar aniversário, marido mata esposa e se suicida

Publicado

em

Gledson Marcelo Pereira Alves, de 36 anos, monitor no Centro de Internação de Adolescente Masculino (Ciam), matou a esposa, Charlene da Silva Oliveira, de 32 anos e logo em seguida se matou. O fato aconteceu na própria residência do casal, na Rua Marabá, bairro Santa Rosa, em Marabá, na região de Carajás, por volta de 19 horas, desta quinta, 28.

Para efetuar a ação, Gledson usou um revólver 38.

Segundo informações da Polícia a vizinhança não soube informar que o casal era violento. Gledson havia comemorado aniversário no dia anterior.

A motivação do bárbaro homicídio, seguido de suicídio, ainda será esclarecido pelo Departamento de Homicídios da 21ª Seccional Urbana.

Continue lendo

Pará

Pará vai receber R$1,345 bilhão de auxílio financeiro

Publicado

em

O presidente da República sancionou, nesta quinta-feira (28), lei que garante auxílio financeiro da União a estados e municípios como forma de reduzir os impactos causados pela pandemia do coronavírus. A União vai transferir R$ 60 bilhões aos estados e municípios, divididos em quatro parcelas. Deste total, R$ 50 bilhões representam compensação pela queda de arrecadação e R$ 10 bilhões são destinados às ações de saúde e assistência social.

O Pará vai receber R$ 1,345 bilhão, sendo R$ 249 milhões destinados especificamente as ações de saúde. De acordo com o secretário da Fazenda do Pará, René de Sousa Júnior, o Estado deve ter, nos próximos seis meses, despesas emergenciais em torno de R$1,5 bilhão. A maior parte destes investimentos serão nas áreas da saúde e da educação, para enfrentar os efeitos da pandemia. 

Investimentos – Os recursos serão utilizados para manter os quatro hospitais de campanha em funcionamento, abrir quatro novos e manter o funcionamento das oito unidades, garantindo a montagem da estrutura, compra de equipamentos, medicamentos e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs); além da contratação de Organização Social para administrar os hospitais; e o reaparelhamento das unidades públicas já existentes, para que possam ampliar a capacidade de atendimento e, por fim, garantir o vale alimentação para os estudantes das escolas públicas.

O projeto sancionado pelo presidente da República também suspende o pagamento das dívidas de estados e municípios com a União, inclusive os débitos previdenciários parcelados pelas prefeituras que venceriam este ano. Com isso, um valor de R$ 337 milhões, que seria pago de março a dezembro, referentes a dívidas com a União e com bancos, terá o pagamento postergado. (Ana Márcia Pantoja)

Continue lendo

Pará

PARAUAPEBAS: Obras no viaduto seguem no cruzamento PA-160 e PA-275

Publicado

em

As obras na área do viaduto que passa pelas rodovias PA-160 e PA-275 seguem rapidamente para construção do projeto que irá deixar a cidade com visual mais bonito e o trânsito de veículos e pedestres bem mais organizado.

Depois de tirar as vigas de aço, as equipes trabalham na retirada do concreto e parte do aterro.

O trânsito no local está interditado, e os motoristas estão usando rotas alternativas.

Além de organizar o trânsito, a área vai receber nova pavimentação asfáltica, cruzamento com semáforo, arborização, ciclovias, canteiros, novo sistema de drenagem, calçadas em ladrilho hidráulico e blocos intertravados.

O projeto ainda abrange um conjunto de serviços, como a construção de uma ponte na PA-160, ao lado do posto próximo ao viaduto, a construção de ciclovia e canteiro central também na PA-160, no trecho compreendido entre a entrada do bairro Amazônia até a avenida dos Ipês.

Continue lendo
publicidade