- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
sexta-feira, 01 / julho / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

TUCURUÍ: Música, dança e oficinas marcam ações do Outubro Rosa na Unacon

Mais Lidas

Usuários e acompanhantes atendidos pela Unidade de Alta Complexidade em Oncologia Dr. Vitor Moutinho (Unacon), em Tucuruí, no sudeste paraense, participam de várias atividades durante do “Outubro Rosa”, em combate ao câncer de mama, entre elas, dança, música, oficinas e palestras, por meio do projeto “Vida feliz” que propõe dinâmicas lúdicas e de lazer que contribuem para a evolução clínica dos usuários e para maior integração na instituição, que atua na prevenção e tratamento de câncer na região.

A iniciativa é de Sabrina Monte, psicóloga da unidade, com apoio do Grupo de Trabalho de Humanização (GTH) e demais voluntários. As atividades, ao longo deste mês, contam com a participação de músicos da “Banda Loucos do Caps”, que proporciona muita descontração no ambiente da unidade.  “A gente recebeu a missão de organizar atividades diferentes, onde houvesse a participação espontânea das pessoas, então decidimos fazer essa dinâmica, na qual os participantes possam colocar para fora seus sentimentos, sair um pouco da sua realidade e simplesmente se divertir”, disse a psicóloga.

A ideia é incentivar a participação de todos, até de colaboradores. Todos cantam, dançam e brincam junto com os integrantes da banda, que segundo Wilian Tocantins, um dos músicos, é um trabalho gratificante. “Poder estar participando de uma atividade como essa, que traz um pouco de alegria para os pacientes e toda essa galera aqui na Unacon, é uma satisfação muito grande e essa é a nossa missão, levar alegria para as pessoas”, afirmou o músico.

Aloísio Neto é músico e psicólogo do Caps, presente na atividade ele explica que esse é um trabalho que já vem sendo desenvolvido no Centro de Atenção Psicossocial (Caps) Tucuruí e que ajuda muito os pacientes. ”A música está sendo mostrada hoje aqui, em um contexto musical que auxilia no trabalho clínico. A gente exerce esse trabalho no Caps e podemos observar que através da música é possível resgatar a hiperatividade do paciente, que expressa através do canto, da dança, da música, alegrias, tristezas, todos os sentimentos possíveis”, garantiu Aloísio.

Francisco Alexandre dos Santos iniciou o tratamento de câncer de próstata em outubro na Unacon e já experimentou a dinâmica. “Eu me surpreendi com essa atividade. Depois de 23 anos e com os problemas  que estou enfrentando agora, com essa doença, eu consegui esquecer de tudo e me diverti, dancei, aproveitei muito, fiz o que podia, para mim foi maravilhoso demais, sem contar que encontrei aqui um ambiente muito gostoso, a unidade muito bonita, limpinha, eu estou muito feliz”, afirmou o aposentado, que aprovou a programação do “Outubro Rosa” da Unacon.

Os pacientes e acompanhantes também podem participar de oficina de sucos, ministrada pela nutricionista da Unacon, Carmen Natanna. “A oficina tem como objetivo introduzir mais alimentos saudáveis na rotina dos usuários, já que muitos deles não consomem saladas, não tem tantos hábitos alimentares mais saudáveis”, disse.

Na oficina os participantes aprendem receitas, como o suco de maracujá com erva doce, que tem propriedades calmantes, e o suco de melancia com beterraba, que é rico em licopeno, uma substância antioxidante. “Alimentos antioxidantes tem o poder de combater os radicais livres, é como se eles limpassem o nosso organismo”, explicou Natanna.

Capacitação

Dias 18 e 19 foram realizadas duas capacitações, dentro da programação “Outubro Rosa”, sendo que uma na Unacon voltada para profissionais da saúde do Hospital Regional de Tucuruí, atendendo o projeto “Capacitação para o trabalho de profissionais de saúde da região”. Dia 19, especialistas da unidade participaram do Seminário de Câncer de mama e colo de útero, em parceria com a coordenação da Atenção Primária do município de Goianésia, ministrado pela enfermeira, Katyane Oliveira. No dia 25, foi ministrada palestra pela Dra. Miriam Cristina Campolina Cenachi, diretora técnica da Unacon, com a participação de usuários, acompanhantes e servidores, entre homens e mulheres.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), somente ano passado, 267 mulheres morreram no Pará em decorrência do câncer de mama. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), trata-se do segundo tipo de câncer mais recorrente entre as mulheres residentes no Estado, perdendo somente para o câncer de útero. As estimativas para 2018 e 2019 no Pará são de 860 possíveis novos casos para câncer de útero e outros 740 para mama. Na Unacon, o câncer de cólo de útero é o mais recorrente, seguido de mama e próstata.

Segundo informe do Inca, a idade é um dos fatores de risco para a doença, já que de quatro em cada cinco casos ocorrem após os 50 anos. Outras causas determinantes para o risco da doença são de natureza ambiental e comportamental, além dos associados a fatores genéticos e hereditários.

As atividades ligadas a campanha Outubro Rosa estão sendo realizadas  durante todo esse mês, entre as ações: o Laço do Abraço, realizado em parceria com o Hospital Regional de Tucuruí; palestras com psicóloga, nutricionista, médico oncologista clínico, que deverão esclarecer as dúvidas de quem participar dos eventos. A programação será encerrada no dia 30 no prédio da Acit em Tucuruí, em um evento realizado em parceria com a Prefeitura de Tucuruí.

Serviço:
A Unacon que é referência no tratamento de câncer no sudeste paraense, funciona em Tucuruí, em frente ao Hospital Regional, na Vila Permanente. Mais informações pelos telefones (94) 3778-4928 e (94) 3778-4599.

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias