Connect with us

Pará

Uepa forma primeira turma de Medicina no interior do Estado

Publicado

em

A Universidade do Estado do Pará formou a primeira turma do curso de Medicina no município de Santarém. Implantado em 2006, o curso já habilitou outros 240 formandos, que a cada seis meses serão efetivados na residência médica, também na região, através da parceria entre a UEPA e o Hospital Regional de Santarém, referência em alta e média complexidade no oeste do Pará. O governador Simão Jatene, patrono do campus de Santarém e principal incentivador do projeto, proposto ainda durante o seu primeiro mandato, foi também o representante dos primeiros médicos formados no interior do Estado, em uma cerimônia solene.

Dos 16 formandos, nove são de municípios de regiões distantes, como Barcarena, Altamira e Castanhal. Aos 31 anos, Débora Santini realiza sonho de ser médica. A decisão de abraçar essa carreira aconteceu quando ainda cursava Matemática. Confiante no conhecimento que adquiriu na rede publica de ensino, ela resolveu prestar outro processo seletivo e passou. “Com a aprovação, Débora aceitou o desafio e se mudou de Castanhal para Santarém. “Foi uma mudança radical, mas que valeu a pena, pois o curso atendeu todas as minhas expectativas. Agora é seguir em frente, aplicando o que eu aprendi na assistência à população daqui e de outras regiões do Pará”, planeja a futura pediatra, especialidade que pretende se especializar.

Assim como Débora, Bruno Lima, 27 anos, também saiu de outro município para cursar Medicina. Distante da família, o jovem doutor também pretende atuar nos municípios da região. “A demanda na área da saúde é muito grande, principalmente nos municípios mais distantes, e a melhor resposta que podemos dar é prestar um atendimento de qualidade a todos que precisem”, afirma.

O curso de Medicina da Uepa em Santarém, além de preparar o graduando em todas as etapas da formação, oferece também a residência médica, que permite a aplicação do conhecimento obtido ao longo da vida acadêmica na rotina diária de um hospital. Em Santarém, a primeira turma teve a oportunidade de viver o dia a dia dos profissionais de saúde pública durante residência no Hospital Regional de Santarém, que recebe não só a demanda local como também dos demais municípios do Baixo Amazonas. “A carência de profissionais da saúde no interior é mais evidente. A UEPA conseguiu colocar em pratica este projeto de formação e residência na área de Medicina, interiorizando o conhecimento  nesta região, onde depois eles poderão atuar”, ressalta a reitora da UEPA Marília Xavier.

O desenvolvimento embasado pelo conhecimento acadêmico foi a proposta do Governo do Estado há seis anos. O governador Simão Jatene considera que o desafio de levar um curso de Medicina para o interior do estado foi superado. “As pessoas que acreditaram e se esforçaram para fazer parte desta realidade hoje compõem o primeiro grupo de médicos formados em Santarém. O resultado só foi possível porque é em Santarém que está o hospital de média e alta complexidade. Hoje, muitos profissionais saem daqui para atender, por exemplo, em Breves, na Ilha do Marajó. Agora, independente de seus locais de origem, quem vier formará aqui e aqui ficará”, destacou.

O governador Simão Jatene também anunciou que a partir do segundo semestre a UTI do Hospital Regional de Santarém passará por reformas, ampliando com o atendimento de medicina intensiva para a população do Baixo Amazonas. Outro investimento também confirmado por Jatene é a inauguração da Estação Cidadania, mais um espaço de atendimento gratuito à população. Ainda dentro dos investimentos previstos, Jatene confirmou a aprovação de recursos para a construção do Centro de Convenções de Santarém, da Escola Tecnológica e do ginásio com capacidade para mais de cinco mil pessoas.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

PARAUAPEBAS: Jacaré tenta invadir igreja

Publicado

em

Na manhã desta terça-feira, 26, um fato inusitado foi registrado por moradores da cidade de Parauapebas, um dos principais municípios da região de Carajás, no estado do Pará. Com as fortes chuvas que começaram a cair, ainda durante a madrugada, provocando alagamentos em diversas partes, um jacaré acabou chegando a uma via pública no bairro Cidade Nova e tentou subir uma escada na calçada de uma igreja evangélica.

A cidade de Parauapebas, está entranhada no meio da Floresta Nacional de Carajás, componente da Floresta Amazônica, e banhada por diversos rios e igarapés. Não é incomum, aos arredores da cidade, moradores encontrarem animais dessa natureza ou até mesmo onças.

Continue lendo

Pará

XINGUARA: EMATER fortalecerá piscicultura e fruticultura entre famílias do Projeto Casulo

Publicado

em

Cento e cinquenta famílias que integram a Associação Casulo, em Xinguara, sul do estado, serão assistidas com a inserção de novas atividades produtivas dentro do Programa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Proater), instrumento de gestão da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater-PA). O trabalho inclui estratégias de fortalecimento das cadeias de produção já existentes, como a fruticultura e a piscicultura.

Na sexta-feira (22), a propriedade rural da presidente da associação, Rosima da Rocha, recebeu a visita do técnico do escritório local, Eloelde Lima; do supervisor regional de Conceição do Araguaia, Leandro Santos; e da presidente da Emater, Lana Reis. Como encaminhamento, foi determinado a execução de um novo diagnóstico na área coletiva, visando a um plano de desenvolvimento de ações.

“Nosso trabalho de assistência técnica e extensão rural é contínuo, indo de acordo com as demandas do nosso público atendido em todos os 144 municípios paraenses para o fortalecimento da produção da agricultura familiar em todo o estado”, afirmou a presidente da Emater, Lana Reis.

A comunidade já contou com o assessoramento dos técnicos da Emater local para obtenção de financiamento via linha A, do Programa Nacional de Fortalecimento a Agricultura Familiar (Pronaf).

“Essa assistência da Emater é muito importante para nós,  pois recebemos orientação de como melhorar nossa produção, para nossas famílias acessarem as políticas públicas, para todo mundo crescer”, disse Rosima.

O supervisor regional da Emater em Conceição do Araguaia, Leandro Santos, disse que o trabalho na comunidade é feito há mais de 15 anos. “Com essas ações se busca trazer melhoria de vida para as pessoas que ali residem através da geração de emprego e renda”.

Através do Proater são desenvolvidas as ações de assistência técnica e extensão rural junto aos produtores familiares rurais, visando à produção sustentável, agregação de valor, geração de renda, organização social, diversificação agropecuária, inclusão social e manejo sustentável dos recursos naturais. (Paula Portilho) 

Continue lendo

Pará

MARABÁ: Unidade integrada em São Félix vai garantir mais segurança pública ao município

Publicado

em

O governador Helder Barbalho inspecionou as obras da Unidade Integrada de Segurança do núcleo urbano de São Félix, em Marabá, nesta segunda-feira (25). Com um investimento de quase R$ 5 milhões, fruto de uma cooperação técnica com a empresa Vale, os trabalhos devem ser concluídos até abril de 2022. 

“Estamos iniciando hoje as obras do complexo de Segurança Pública na região que inclui São Félix, Morada Nova, os municípios que estão do outro lado do Tocantins, podendo, com isso, ter uma maior presença dos órgãos de segurança, a Polícia Militar, Polícia Civil, Departamento de Trânsito, Centro de Perícias e todo o Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, portando um conjunto de serviços de segurança para garantir paz para a população”, destacou o governador.

No local que abrigaria o centro de perícias, cujas obras ficaram inacabadas, serão instaladas estruturas da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), além da unidade básica de saúde do Comando de Policiamento Regional (CPR II), onde será feito atendimento médico, odontológico, psicológico e farmacêutico. 

O governador enfatizou o compromisso em oferecer segurança para acompanhar o crescimento do município. “Já vivemos a experiência em que a audácia da criminalidade chegou a fechar as pontes do município, deixando a situação em quase estado de sítio. E com a atuação deste complexo em São Félix representa ter uma estrutura dos órgãos de segurança do outro lado do rio Tocantins, permitindo que a comunidade possa ser assistida”, destacou Helder, durante discurso. (Dayane Baía)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze