Um vídeo de um garoto vendendo geladinho e chorando após ser humilhado por adolescentes tem repercutido desde quinta, 5, nas redes sociais. No vídeo, o garoto Adão, 14 anos, de Grajaú, no estado do Maranhão, chora enquanto tentava vender geladinho com uma caixa de isopor nas mãos e uma bicicleta. Nas imagens,  adolescentes debocham dele com uma cédula de dois reais.

“Ih, o cara tá chorando”, diz um dos adolescentes que está filmando tudo.

A repercussão deste triste acontecimento sensibilizou milhares de pessoas que se dispuseram Adão de diversas formas: comprando os geladinhos ou doando alimentos, roupas e dinheiro a simples família de Adão. Moram na casa ele, a mãe, o padrasto e mais seis irmãos.

As imagens ficaram mais conhecidas após o perfis no Instagram como @maranhaonews_ e @operacional_ma publicarem o acontecido e registrarem também a ação dos policiais em apoiar e consolar o garoto após tomarem conhecimento do caso.

“Não precisa ter vergonha de trabalhar não. Você é um exemplo para todo mundo. Todo mundo vai comer agora o ‘cremosinho’ e vamos pagar”, diz um policial no trecho do vídeo. Eles também, no momento, juntaram dinheiro e entregaram para ajudá-lo.

Entramos em contato com a família, e uma das irmãs do Adão disse que após a repercussão a família está recebendo muita ajuda!

“Muita gente está dando apoio ao Adão. Estamos muito emocionados”, disse.

O vídeo em que o jovem Adão aparece chorando, após adolescentes debocharem dele, comoveu muitas pessoas e desconhecidos de todo o canto do país. Inclusive, ele aceitou o pedido de desculpas do adolescente.

Pedido de desculpas para o jovem Adão

Com a repercussão, também teve consequências para um dos adolescentes que aparece no vídeo debochando do Adão com uma cédula de dois reais. Antes mesmo do pedido de desculpas publicado pelo portal Enquanto Isso no Maranhão, nas publicações já circulava uma resposta do pai do adolescente que “lamentava muito a atitude do filho” e que o mesmo gravaria um vídeo e iria na cassa de Adão para se retratar.

Pois bem, na noite de quinta, 5, o pai foi juntamente com o filho, que tem a mesma idade que o Adão, para se desculpar.

Na nota enviada pelo pai do adolescente para o Portal, ele diz o seguinte:

“Senhores venho pedir desculpas e pedir perdão, pelo erro cometido por meu filho, quando fez o jovem vendedor passar por uma humilhação no vídeo que repercutiu em toda a cidade, os dois tem a mesma idade 14 anos. Não foi essa a educação que ensinei ao meu filho, mas infelizmente isso aconteceu, só tenho a pedir desculpas e perdão para o jovem vendedor e sua família em geral como já fiz. E pedir perdão também a todos os grajauenses pelo ocorrido é inadmissível esse tipo de atitude, humilhar quem está ganhando o seu pão, como pai eu dei a correção ao meu filho e mais uma vez quero me desculpar com todos pelo acontecido”.

(Com informações do site Razões para Acreditar)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.