Connect with us

Tocantins

Wanderlei Barbosa cobra negociações para pôr fim à greve dos professores de Palmas-TO

Publicado

em

A greve dos professores da rede municipal de Palmas mais uma vez foi tema da fala do deputado Wanderlei Barbosa (SD), durante sessão ordinária na manhã desta quarta-feira, 20, no Plenário da Assembleia Legislativa. O movimento teve início em 5 de setembro e os grevistas, alegam que o Executivo continua inflexível em atender a demanda do movimento grevista.

O parlamentar, mostrando-se preocupado com a situação, já tinha feito uso da tribuna na terça-feira, 19, onde cobrou o fim “do cabo de guerra” entre os professores e o Executivo Municipal e, consequentemente, o retorno às aulas.

Nesta quarta-feira, a fala do deputado foi acompanhada por profissionais e representantes da categoria que ocupavam as cadeiras de honra do Poder Legislativo.

Segundo Wanderlei, o prefeito prometeu, fez uma série de acordos e essa greve, é apenas uma cobrança desses compromissos feitos lá atrás. O parlamentar disse ainda, que essa não é a vontade dos professores, que eles queriam estar nas salas de aula, ensinando e cumprindo as suas obrigações.

Barbosa falou que não adianta a prefeitura ignorar a existência dos professores em greve e a paralisação de serviços importantes na educação do município. “Não adianta a prefeitura ignorar esse fato”, disse.

Wanderlei espera que o prefeito Carlos Amastha (PSB), que prega a nova política, um modelo novo de fazer política, que ele possa discutir com a classe, com os servidores e com representantes de sindicatos para poder estancar a paralisação. Segundo o deputado, o modelo não é ignorando, um modelo moderno, ele discute, ele conversa, ele propõe àquilo que é possível ele pagar.

Desde o início da greve, o deputado tem recebido tanto em seu gabinete quanto conversado via redes sociais, com profissionais da educação insatisfeitos e todos manifestam a mesma preocupação. Wanderlei espera que essa paralisação não prejudique o ano letivo dos alunos, e não deixou de comentar sobre a falta de respeito com os professores que estão em manifestação na Câmara Municipal na busca de seus direitos.

O deputado pediu ao prefeito Amastha e ao Secretário de Educação, Danilo de Melo, clemência pelos professores, para que analisem de maneira coerente e cuidadosa, para que abram discussão e a paralisação seja estancada e os professores retornem 100% as salas de aula fazendo aquilo para que foram designados.

Wanderlei ressaltou ainda, que a Assembleia Legislativa é a casa do povo e a intervenção, é pelos pais, pelas famílias e pelos profissionais da educação, e, acredita, que o melhor caminho para resolver a situação é a conversa, o diálogo e o entendimento por parte da gestão municipal. (Elisângela Silva)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

PALMAS: Rumo ao Lockdown. “Se organizem”

Publicado

em

Continue lendo

Tocantins

Seis mortes por Covid-19 são confirmadas no Tocantins nesta sexta dia 26

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que nesta sexta-feira, 26 de fevereiro, foram contabilizados 788 novos casos confirmados para Covid-19.

Deste total, 215 foram registrados nas últimas 24 horas e o restante por exames coletados em dias anteriores e que tiveram seus resultados liberados na data de ontem.

Desta forma, hoje o Tocantins registra um total de 357.025 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 112.823 casos confirmados da doença. Destes, 101.042 pacientes estão recuperados e 10.272 estão ainda ativos (em isolamento domiciliar ou hospitalar), além de 1.509 óbitos.

Clique AQUI e veja o boletim completo.

Continue lendo

Tocantins

Superintendente do Sebrae Tocantins discute projetos para MPE em Brasília

Publicado

em

O superintendente do Sebrae, Moisés Gomes, esteve reunido nesta quinta-feira, 25/02, em Brasília-DF com o presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles, e o presidente da Associação Brasileira dos Sebrae Estaduais (Abase), Cláudio Mendonça. Na pauta foram discutidos projetos importantes e de interesse das micro e pequenas empresas que estão em andamento no Congresso.

Moisés Gomes comentou que estes projetos que estão em discussão irão contribuir com um ambiente cada vez mais favorável para o desenvolvimento e a produtividade dos pequenos negócios num momento tão delicado como este causado pela pandemia.

“Aproveitamos também para discutir pontos importantes relacionados à implantação abrangente do Cidade Empreendedora no país. Este projeto terá o objetivo de tornar os municípios muito mais competitivos na gestão pública e no fomento ao fortalecimento dos pequenos negócios”, disse o superintendente, acrescentando que no mês de março iniciará um circuito de visitas nos municípios tocantinenses para tratar sobre esta pauta.

Continue lendo
publicidade Bronze