O presidente Jair Bolsonaro comentou a prisão do segundo-sargento da Aeronáutica, Manoel Silva Rodrigues, de 38 anos, detido com cocaína na Espanha. Segundo ele, o sargento “traiu a confiança dos demais”. O presidente “lamentou” que o caso não tenha acontecido na Indonésia, onde há pena de morte nesses casos.

Manoel Silva Rodrigues, é da cidade de Xambioá, no Bico do Papagaio.

“Aquele ali traiu a confiança dos demais. Pena que não foi na Indonésia, ele iria ter o destino que o teve no passado Marcio Archer”, afirmou Bolsonaro a jornalistas no Japão.

O presidente disse que tem pedido para a aeronáutica levantar dados sobre o sargento. “O que nós queremos das Forças Armadas é que seja levantada toda essa rede na qual ele está no meio dela. No meu avião, todos são revistados. O meu material é aberto antes de embarcar.”

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.