- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
domingo, 22 / maio / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img

XAMBIOÁ: GTA realiza buscas até sexta-feira

Mais Lidas

A expedição para localizar os restos mortais de ex-combatentes na Guerrilha do Araguaia (1972-1975) continua durante toda esta semana em Xambioá. O Grupo de Trabalho Araguaia (GTA) é coordenado conjuntamente pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) e pelos Ministérios da Justiça e Defesa. As buscas são acompanhadas por equipe técnica pericial, familiares dos mortos e desaparecidos da guerrilha e representantes do Ministério Público Federal (MPF).

As buscas acontecem nas áreas denominadas “Cimento” e “Frontal”. Segundo o coordenador-geral da Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos da SDH, Gilles Gomes, por terem se passado 40 anos desde os acontecimentos, a extração e a identificação das ossadas é um processo difícil.

Em cada expedição, os técnicos ficam 12 dias no cemitério de Xambioá. A próxima busca acontecerá no final de outubro, se o período da estiagem permanecer. As buscas são realizadas a partir de informações de familiares dos guerrilheiros desaparecidos e documentos relacionados ao conflito. Há relatos de pessoas enterradas em outras regiões de Xambioá. No entanto, as buscas ainda estão concentradas no cemitério. (Jornal do Tocantins)

- Publicidade -spot_img

2 Comentários

Assinar
Notificar-me
guest
2 Comentários
Mais antigo
Mais recente Mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Augusto

Ainda é tempo. Lamentavelmente, o tempo como senhor da razão vem nos mostrar que os governos das monstruosidades da época da ditadura, não mataram apenas idealistas político, mas arrancaram entes queridos do seio de várias famílias do nosso Brasil, obrigaram brasileiros matarem seus próprios irmãos, enquanto os generais nos luxuosos gabinetes e quarteis se deliciavam com as cabeças que tobavam a troco das balas mortíferas disparadas contra pobres homens e mulheres que apenas cobravam a presença do Estado onde faltava tudo. Mas infelizmente, esse mesmo Estado chegou torturando e matando os sonhadores de um novo Brasil que somente agora começamos viver, pena que aqueles heróis não ficarm para falar suas verdades, pois seus algozes ainda continuam impunes e muitas vezes protegidos pelo próprio governo a exemplo da fabulosa anistia que esconde mais que corpos de guerrilheiros e lutadores, como também sepulta a dor das mães que nunca mais puderam ouvir a voz de seus filhos queridos. Está na hora da verdade, o Estado precisa ser responsabilizado e compelido a mostrar os cadaveres dos homens e mulheres ceifados no Araguaia.

Ronaldo

Além de impune Augusto, alguns deles políticos continuam por aí com mandatos públicos e os generais tendo todas as regalias que o cargo lhe oferece.

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias