O pré-candidato emedebista Júnior Leite, negou ao webjornal Folha do Bico que não terá condições jurídicas de disputar as eleições deste ano. Ele sofreu condenação judicial por improbidade administrativa.

Júnior Leite confirmou a existência de um processo transitado em julgado em segunda instância, por improbidade administrativa, porém, afirmou que nem todos processos de improbidade causam inelegibilidade as vistas da Justiça Eleitoral.

Ele alega que foi omisso na prestação de contas de um convênio de R$ 1.900 reais (um mil e novecentos reais), mas que porém, há três meses, desde outubro de 2019, vem tentando provar o contrário e que fez a prestação de contas de forma correta.

O emedebista ainda afirma que teria corrigido as pendências na prestação de contas e que seus advogados apresentaram recurso para reverter a situação.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.