Connect with us

Bico do Papagaio

XAMBIOÁ: Mutirão do Sub-registro realiza 4 mil atendimentos no primeiro dia

Publicado

em

Um total de 3.998 atendimentos foram prestados durante o primeiro dia do mutirão de erradicação do Sub-registro realizado na terça-feira, 2, no município de Xambioá. A triagem registrou o maior número de atendimentos com 1.318, seguido da cópia de documentação básica com 1.048. A ação está sendo realizada das 8 às 18 h, no Colégio Municipal Dom Cornélio, até está quarta-feira, 3. O objetivo da ação é levar cidadania, por meio do acesso à documentação básica.

As palestras também merecem destaque. As equipes de servidores ministraram um total de nove palestras para um público de mais de 300 estudantes. Os alunos receberam algumas dicas básicas sobre direitos básicos do consumidor, por técnicos do Procon. Foram orientados sobre o perigo do consumo de drogas, pela servidora do Conselho de Política sobre Drogas. E tiraram dúvidas sobre o trânsito com a servidora do Detran.

Durante todo o dia, foram expedidos 205 identidades, 209 CPFs, 152 Carteiras de Trabalho, 49 2ª vias de registro civil e 16 registro civil de nascimento extemporâneo. Foram fornecidas 894 fotos 3X4, prestados 25 atendimentos na Defensoria Pública e 73 atendimentos da saúde.

Geandro Milhomem da Silva, 20 anos, procurou a ação para retirar sua Carteira de Trabalho. “Estou aproveitando a oportunidade para regularizar minha situação trabalhista. Eu tenho um sonho de cursar engenharia florestal e somente trabalhando eu vou conseguir. Vou me cadastrar para trabalhar em uma firma hidrelétrica, que deve se instalar no Pará. Serão 5 anos de obras e com o dinheiro poderei realizar meu sonho”, disse Geandro.

O fazendeiro João de Carvalho Teixeira, 64 anos, pai de 6 filhos, veio com os seus dois filhos mais novos para tirar a documentação básica. “Resido em Xambioá há muito tempo, mas tenho propriedade no Pará. Meus filhos, de 12 e 14 anos, só possuíam a Certidão de Nascimento. Quando fiquei sabendo que ia ter esse trabalho corri para aproveitar para tirar toda a documentação dos meus filhos”.

A equipe do mutirão também registrou casos poucos comuns, como a história de vida de Edimar Torres da Silva. “Minha companheira C. R. S. mãe de minhas duas filhas, de 11 e de 10 anos, sumiu há mais de 8 anos. Acontece que a minha filha mais nova nunca foi registrada e não registram sem a presença da mãe”, contou. Edimar veio acompanhado de um conselheiro da Criança e do Adolescente, que explicou que já procurou diversas autoridades, mas não conseguiu sucesso. Em atendimento com a equipe da Defensoria Pública, Edimar foi orientado a entrar com processo na justiça comum.

Na quarta-feira, além de todos os atendimentos já oferecidos à população também contará com atendimento odontológico, que serão realizados no ‘odonto-móvel’ do Sesi.

Os mutirões estão sendo realizados pelo Governo do Estado por meio da Secretaria da Cidadania e Justiça, numa ação conjunta com o Governo Federal por meio da Secretaria Especial dos Direitos Humanos, através do Convênio nº. 700.227/2008/SEDH/PR. (Deydjane da Luz)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

XAMBIOÁ: “Tio” estupra sobrinha e esconde garota em Araguatins

Publicado

em

Um homem de 30 anos foi preso pela Polícia Civil, através de ação realizada pela equipe de policiais da 22ª Delegacia de Xambioá, na manhã desta quinta-feira, 6, no município do Bico do Papagaio. Na oportunidade, os policiais civis, também cumpriram mandado de busca e apreensão na residência que era ocupada pelo homem preso. Segundo a autoridade policial, o indivíduo, que é casado com uma tia da vítima, é investigado pela prática de crime de estupro de vulnerável e subtração de incapaz de uma adolescente de 14 anos, mas que a época dos fatos, tinha 13 anos.

Conforme explica o delegado Márcio Lopes da Silva, que coordenou a ação, a menor estava desaparecida da casa de uma tia, com quem morava, desde o dia 18 de março deste ano. Durante as investigações do desaparecimento, a Polícia Civil tomou conhecimento da ocorrência de uma suposta prática de estupro de vulnerável, crime praticado, em tese, pelo investigado. Durante a apuração dos fatos, também descobriu-se que a menor teria sido estuprada ainda no ano de 2020 e desaparecido, no mês de março de 2021.

“Com o aprofundamento das investigações, o marido da tia da vítima passou a figurar também como o principal suspeito de ter dado sumiço à menor e, desse modo, intensificamos a apuração dos fatos”, ressaltou o delegado. Com base nas evidências, o delegado representou junto ao Poder Judiciário, pela prisão temporária do indivíduo, bem como, pela busca e apreensão no endereço do mesmo, além de quebra de sigilo de dados telefônico e telemático.

De posse da ordem judicial, na manhã desta quinta, foi dado cumprimento ao mandado de prisão e busca e apreensão. Ao mesmo tempo, policiais civis da Deamv de Araguatins localizaram a menor na casa de uma tia do suspeito, naquela cidade. As investigações da Polícia Civil revelaram ainda que o homem levou a menina para o local no mesmo dia do desaparecimento.

Após ser preso, o homem foi conduzido para a Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA), onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Continue lendo

Bico do Papagaio

SÃO MIGUEL: Moça de 18 anos invade casa na Grota do Meio, furta objetos e vai presa com receptador

Publicado

em

A Polícia Militar prendeu na quarta, 05, uma mulher de 18 anos, acusada de furto, e um homem de 27 anos, por receptação de produtos furtados. A suspeita entrou na residência da vítima, homem de 22 anos, morador do povoado Grota do Meio, em São Miguel, no Bico do Papagaio, onde subtraiu produtos eletrônicos, roupas, dentre outros objetos, que acabaram sendo em parte, recuperados pela PM.

A vítima ligou para a Polícia Militar dando conta de que alguém teria entrado em sua residência e subtraídos diversos produtos, entre eles, um aparelho de televisor, um notebook, várias peças de roupas e um ferro de passar.


De acordo com o dono da casa, a suspeita do crime teria aproveitado da ausência da vítima que havia saído de manhã cedo para o seu trabalho, e entrou na casa onde acabou furtando os objetos. Quando a vítima chegou ao domicílio encontrou a porta lateral de sua residência arrombada e a ausência dos materiais furtados.

A PM realizou diligência e através de informações repassadas por populares, os policiais militares acabaram chegando até a suspeita. Diante do nervosismo, a mulher confessou para a guarnição que teria furtado os objetos, que parte dos materiais havia sido trocado por droga, e outros vendidos para o autor acusado de receptação, que também acabou preso. Em poder do suspeito de receptação a PM apreendeu o notebook, comprado por R$ 60,00 reais e o ferro de passar roupas adquirido por R$ 10,00 reais. As peças de roupas, segundo a mulher, teriam sido descartadas.

Em poder da mulher, a PM apreendeu ainda três papelotes de substância análoga ao crack e duas porções de substância análoga à maconha, encontradas no bolso de sua bermuda. Os envolvidos e todo o material apreendido foram levados à Central de Flagrante para as demais providências legais.

Continue lendo

Bico do Papagaio

AXIXÁ: Acusação de suposta fraude em aprovação de contas de Auri pela Câmara é arquivada

Publicado

em

Uma denúncia anônima, feita junto ao Ministério Público (MP), apontando supostas irregularidades, na Câmara de Vereadores de Axixá, no Bico do Papagaio, relativas à aprovação das contas do ano de 2015 do prefeito Auri Wulange Ribeiro Jorge, em nova discussão no Poder Legislativo, foi arquivada.

O MP considerou que não foram apresentados elementos que possibilitem conduzir a investigação e que a peça é genérica, além da situação, também ter sido levantada junto à Justiça Eleitoral e, tendo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) aceitado a candidatura do atual prefeito.


Os fatos reportam situações sem qualquer indicação de testemunhas ou outros documentos de provas, vez que a denúncia não possui suporte probatório.

Ainda, o órgão ministerial, apontou que como trata-se de denúncia anônima, impossibilita a comunicação com o denunciante para fins de aferir e esclarecer sobre o conteúdo das denúncias, que estaria escasso de provas das acusações.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze