Connect with us

Bico do Papagaio

XAMBIOÁ: Pleno do TRE nega recurso e mantém suspensa candidatura de Richard

Publicado

em

richard-santiago

O Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE) negou o recurso da defesa do candidato a prefeito de Xambioá (TO), Richard Santiago Pereira (PR), e manteve suspenso o registro de sua candidatura. A decisão foi tomada pelo pleno da corte nesta sexta-feira (23) por quatro votos a dois. Com isso, a candidatura, barrada em 1ª e 2ª instâncias, com base na Lei da Ficha Limpa, fica indeferida até o caso ser analisado pelo TSE.

Indeferimento

No último dia 07/09/2016, José Eustáquio de Melo Júnior, juiz eleitoral da comarca de Xambioá havia negado o registro de candidatura ao ex-prefeito Richard por se enquadrar nos termos do art. 1º, inciso I, alínea “j” da Lei Complementar nº 64/90 (Lei da Ficha Limpa), uma vez que teve seu mandado de prefeito cassado em 2008.

Recurso

Ao ter seu pedido de candidatura negado, Richard entrou com recurso junto ao TRE alegando que o prazo de sua inelegibilidade terminaria antes da eleição de 02 de outubro. Para tanto, o ex-prefeito alegou que o prazo normal constado na sentença, que seria de oito anos, deveria ser subtraído de três dias, pois durante este tempo houve três anos bissextos, naturalmente com um dia a mais que os 365 dias dos anos normais. Assim, o prazo que terminaria em 05 de outubro, três dias após o pleito, deveria terminar exatamente no dia da eleição, o que o permitiria participar da disputa.

Diante deste argumento, o TRE aceitou o recurso e deferiu provisoriamente a candidatura até a apreciação pelo Pleno do Tribunal, onde os desembargadores analisariam o mérito do recurso e dariam a sentença deferindo, ou indeferindo a candidatura.

Pedido de vista

No dia 21 deste mês, então, o recurso entrou na pauta para votação, porém a desembargadora Jaqueline Adorno pediu Vista ao processo entendendo que o mesmo contrariava a Súmula 69/TSE que diz “Os prazos de inelegibilidade previstos nas alíneas j e h do inciso I do art. 1º da LC nº 64/90 têm termo inicial no dia do primeiro turno da eleição e termo final no dia de igual número no oitavo ano seguinte”.

Após analisar o caso, o recurso voltou à pauta na tarde desta sexta-feira, quando a desembargadora votou contra o recurso, sendo acompanhada por outros três desembargadores. O relator do caso e outro desembargador já haviam se posicionado a favor do recurso e assim permaneceram.

No relato de seu voto, a desembargadora ainda fez comparação com o caso do governador Marcelo Miranda, ressaltando que naquele caso o prazo de inelegibilidade terminava no dia 01, portanto, oito anos após o pleito de 2006 em que foi cassado e 4 dias antes do pleito, que disputaria em 05 de outubro de 2014.
Assim, como a eleição do ano de 2008 ocorreu no dia 05/10 a inelegibilidade do impugnado Richard impera até o dia 05/10/2016, mas, como o pleito ocorrerá no dia 02/10/2016, não haverá decorrido o prazo de 8 (oito) anos, de modo que a impugnação deve ser acolhida, pois o impugnado realmente tem contra si a causa de inelegibilidade circunscrita no art. 1º, inciso I, alínea “j” da LC 64/90, em decorrência de sua condenação nos autos da AIJE 487/2008 suso mencionada.

Recurso

O ex-prefeito ainda pode recorrer ao TSE, cuja presidente atual é a ministra Carmen Lúcia, a mesma que confirmou sua cassação no TSE em 2010, quando derrubou a liminar que mantinha Richard Santiago Pereira no cargo. Decisão que posteriormente foi confirmada pelo Pleno do TSE, que negou outro recurso (um agravo regimental) movido pelo ex-prefeito contra a decisão da ministra.

Motivos da inelegibilidade

O ex-prefeito Richard Santiago Pereira foi acusado pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) de capitação ilícita de sufrágio – compra de votos – na eleição de 2008. Entre as acusações, segundo consta no processo, estão a de “aquisição e doação de um pulverizador durante período eleitoral” ao agricultor Sérgio Mendes da Silva, e “utilização de cheque de empresa do candidato para a aquisição do equipamento” e por “pedido expresso de voto”.

Consequências

O candidato impugnado não poderá substituir o seu nome por outra pessoa, pois o prazo de substituição já se esvaiu. No caso, toda a chapa majoritária fica impedida de disputar o pleito. Lembrando ainda que, caso o candidato interponha novo recurso e prossiga com a campanha, poderá ocorrer de em caso do TSE confirmar o indeferimento da candidatura após o dia da eleição, eleito ou não, o ex-prefeito terá todos os seus votos invalidados. (Araguaína Notícias)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Sem atenção da Prefeitura, mãe de criança com encefalopatia desabafa, “Vivemos o descaso e muita humilhação”

Publicado

em

Esta semana nossa equipe conversou com a Bruna Moares de Carvalho. Ela tem 28 anos, mora em Araguatins, no Bico do Papagaio, e faz parte da lista de pessoas que sofrem sem atenção do poder público. O caso de Bruna, é ainda mais grave, por conta de estar envolvido, seu filho, Rafael de Carvalho Meneses, que tem necessidades especiais.

O pequeno Rafael é portador de encefalopatia crônica, também chamada de paralisia cerebral, que causa deficiência motora, provocando um grupo heterogêneo de condições que cursa com disfunção motora central, afetando o tônus, a postura e os movimentos. Decorre de lesão permanente ao cérebro em desenvolvimento e apresenta-se de forma variável em termos de distribuição anatômica da lesão, gravidade de acometimento motor e sintomas clínicos associados. A grande variabilidade requer que estes pacientes e suas famílias, sejam abordados de maneira sistematizada levando em conta dimensões amplas de atenção à saúde e social.

Rafael faz politerapia com diversos medicamentos. Além de uso continuo de vários insumos como equipos para alimentação, seringas, sondas de aspiração, materiais sem os quais, não poderia viver, sem a utilização dos mesmos para sua manutenção fora do ambiente hospitalar.

“Todos os meses são solicitadas fraldas, insumos entre outros. Mas o que vemos e percebemos e um verdadeiro descaso, desde a entrega de materiais básicos como fraldas, até a falta de profissionais especializados”, disse a mãe de Rafael.

Bruna continua o relato, “O direito a assistência básica é substituído por inúmeras desculpas e mediante a esse caos, somos obrigados a sobreviver com os restos de fraldas e outros equipamentos que nos são impostos, pelo município. Não o bastante, o município de Araguatins, sonega até o fornecimento do carro em tempo adequado, para trazer materiais que foram conseguidos mediante uma temporada que passamos na capital”, disse a mãe.

“Gostaria de ressaltar que Rafael tem 4 anos de idade, cidadão araguatinense e desde que nasceu é tratado desta mesma forma. Sem alimentação adequada, por ser um paciente gastromizado, sem medicação suficiente para o seu tratamento, sem fraldas, sem assistência e ficamos vivendo todo mês uma situação de “empurra-empurra”, descasos e muita humilhação”, contou Bruna, que continuou, “Faço um apelo as autoridades, que se vistam de amor ao próximo que olhem para a causa dos desamparados e dos portadores de necessidades especiais, por que é para isso, que estão onde estão”, finalizou.

Bruna disse que os problemas e o descaso acontecem desde a gestão anterior e persistem na atual.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Segundo dados da SEMUS, sobe para 49 a quantidade de vítimas da Covid

Publicado

em

Conforme dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde, na noite desta segunda, 19, Araguatins, no Bico do Papagaio, agora tem 49 mortes por Covid-19. O boletim anterior, que foi publicado dia 8 de abril, apontava 44 mortes.

O Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (SES), desde o dia 16 de abril, aponta 46 óbitos e mantém o número, até o meio dia desta segunda, quando fez sua atualização.

No boletim da SEMUS desta segunda, comparado com o último do órgão, publicado dia 8, das 5 mortes a mais, apenas 1 foi detalhada, como sendo de um homem de 43 anos, com doença cardíaca e que faleceu dia 15 deste mês, em domicílio.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ITAGUATINS: 11ª morte por Covid é confirmada

Publicado

em

A morte de um homem de 68 anos, residente em Itaguatins, no Bico do Papagaio, foi oficializada nesta segunda, 19, pela Secretaria de Estado da Saúde, como sendo por Covid-19.

Ele tinha doença cardíaca crônica e hipertensão. Faleceu na sexta, dia 16, no Hospital Estadual de Campanha de Imperatriz, no sul do Maranhão.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze