Connect with us

Bico do Papagaio

XAMBIOÁ: Sargento xambioaense da FAB traficou cocaína em pelo menos 7 viagens oficiais antes de ser preso

Publicado

em

O sargento da FAB (Força Aérea Brasileira) Manoel Silva Rodrigues traficou cocaína em pelo menos
sete viagens oficiais antes de ser preso na Espanha, em junho de 2019, depois de desembarcar de
um avião de apoio da comitiva do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). É o que apontam dados
da investigação da PF (Polícia Federal).

A documentação do inquérito policial, a cujo conteúdo o UOL teve acesso, revela ainda que o
esquema continuou com a participação de outros militares brasileiros, mesmo depois da prisão de
Manoel Rodrigues.

O sargento foi preso em flagrante, após denúncia anônima, com posse de 39 quilos de cocaína
avaliados em R$ 6,4 milhões, minutos após desembarcar no aeroporto de Sevilha, na Espanha. Era
uma missão oficial do presidente Jair Bolsonaro e comitiva, rumo ao Japão, para reuniões com a
cúpula do G20.

Questionada sobre o que foi feito depois da prisão do sargento em termos de segurança, a FAB
afirmou que “os procedimentos de segurança, os protocolos de embarque e desembarque foram
revisados e aperfeiçoados.”

Em todas as sete viagens oficiais em que a investigação aponta que houve tráfico, o sargento trocou mensagens cifradas com a mulher Wilkelane Nonato Rodrigues que indicam sucesso na empreitada criminosa. Foram quatro voos domésticos (São Paulo e Recife) e três internacionais com escalas na Espanha, onde a droga era entregue.

Em uma dessas viagens, Manoel Rodrigues enviou a foto de um braço levantado com um terço
enrolado no pulso a Wilkelane.

Para o MPM (Ministério Público Militar), a postagem não representava ato de fé e sim um aviso: o
sargento obteve êxito em traficar cocaína em um avião da FAB (Força Aérea Brasileira) durante
missão oficial diplomática ao Azerbaijão, com escala na Espanha, em abril de 2019.

Segundo a PF e o MPM, a primeira viagem nacional suspeita do sargento aconteceu em 18 de março de 2019. Era uma missão de Brasília para São Paulo. Manoel e a mulher enfrentavam grave crise financeira, com contas atrasadas.

A PF apurou que, no retorno a Brasília, a situação do casal começou a melhorar, e Manoel Rodrigues pagou suas dívidas.

O sargento estava lotado no GTE (Grupo de Transporte Especial), que é o setor da Aeronáutica
responsável pelo transporte de autoridades. Ele fazia viagens oficiais rumo ao exterior desde o ano de 2015.

Os voos internacionais também não deixam dúvidas para a PF e MPM de que Manoel realizava tráfico de drogas nos aviões da FAB, de maneira recorrente.

O sargento aproveitou uma missão oficial para o Azerbaijão, entre os dias 30 de abril e 5 de maio de 2019, para traficar cocaína para Espanha. A comitiva era capitaneada pelo deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ), que presidia a Câmara. O roteiro incluía ainda agenda oficial no Líbano e paradas estratégicas em Cabo Verde, na África, e em Madri, Roma e Lisboa, na Europa.

No hotel de Madri, a tripulação chamou Manoel para sair e passear pela cidade. Ele recusou o
convite alegando que iria encontrar uma prima. Manoel saiu para entregar a droga encomendada
para uma pessoa não identificada.

Investigadores descobriram que, uma semana após retornar do Azerbaijão, Manoel comprou uma
moto Honda NC-750-X por R$ 32.900. O casal também gastou R$ 26 mil na reforma do apartamento de Taguatinga, no Distrito Federal, e na compra de móveis. As autoridades policiais calculam que Manoel recebeu ao menos R$ 100 mil pelo transporte da droga.

Segundo o Ministério Público Militar, Manoel não agia sozinho. Ao menos outros quatro militares da Aeronáutica são investigados por utilizar as aeronaves da FAB para o tráfico de drogas em missões oficiais nacionais e internacionais.

Os compradores eram da Espanha, país que é porta de entrada na Europa para a cocaína que é
produzida na América do Sul e que é exportada por traficantes brasileiros.

O rastreamento das ligações telefônicas feitas e recebidas por Manoel e o levantamento das ERBs
(Estações de Rádio Base) das operadoras de telefonia celular ajudaram os agentes a descobrir como era o esquema de tráfico de drogas da quadrilha de militares da FAB.

A análise das localizações das ERBs apontou que Manoel, sempre às vésperas das viagens oficiais,
se hospedava no motel Park Way, onde locava um quarto no qual a PF acredita que ele recebia a
substância.

Segundo as investigações, o sargento saiu do motel direto para a Base Aérea de Brasília, onde
deixou o carro no estacionamento -a PF acredita que Manoel confiava que não seria fiscalizado. Em
nenhuma das missões oficiais o sargento teve objetos apreendidos.

Na manhã seguinte, dia da viagem para o Azerbaijão, Manoel chegou mais cedo à Base Aérea. De
acordo com a PF, o sargento pegou a mala com a droga no carro e, sem passar pelas inspeções de
revista —como aparelhos de raio-X, pesagem de malas e detector de metal— foi direto para a
aeronave onde guardou a bagagem com a cocaína. (Com informações do UOL)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Carlesse garante retomada de obra da TO-010 ainda este ano

Publicado

em

Durante sua passagem pelo Bico do Papagaio no começo da semana, onde lançou obras nas áreas de Infraestrutura e Saúde, o governador Mauro Carlesse (PSL), foi perguntado por um morador da região, sobre as obras na rodovia TO-010, no trecho que liga Araguatins a Ananás.

Carlesse garantiu que a obra será retomada ainda este ano. O governado disse que já foi autorizada a licitação.

O Trecho da TO-010 entre Araguatins e Ananás tem 81 quilômetros e foi iniciada a pavimentação em 2014, durante o governo Siqueira/Sandoval, que chegou a pagar R$ 35.459.052,85, e feito por completo em torno de 7 km e que a obra conta com 50 km de terraplanagem concluída.

O governo da época acabou acusado de corrupção com o recurso da obra. Marcelo Miranda que sucedeu o comando do Governo do Tocantins, não deu conta de retomar os trabalhos e agora Mauro Carlesse, confirmou que executará o serviço.

Continue lendo

Bico do Papagaio

CARRASCO BONITO: Irmãos suspeitos de homicídio em 2019 são presos

Publicado

em

Dois irmãos suspeitos de praticar um homicídio no município de Carrasco Bonito, no Bico do Papagaio, foram presos pela Polícia Civil do Tocantins na manhã desta quinta-feira, dia 24, mediante cumprimento a mandados de prisões preventivas, expedidos pelo Poder Judiciário da Comarca de Augustinópolis.

De acordo com o delegado regional, Eduardo Morais Artiaga, os dois irmãos de 30 e 32 anos foram localizados um no Tocantins e outro no Maranhão, após investigações das equipes da 1ª Delegacia Regional de Araguatins. Eles são suspeitos de assassinar a golpes de faca, o jovem Lucas Alves Carneiro, fato ocorrido no dia 29 de julho de 2019, em uma rua da cidade de Carrasco Bonito.

Ainda segundo a autoridade policial, o motivo do homicídio teria sido uma desavença que os irmãos tinham com a vítima, sendo que, no dia do crime, os três homens se encontraram, momento em que um dos irmãos de 32 anos, segurou a vítima, para que seu irmão desferisse um golpe de faca que atingiu o peito de Lucas. Mesmo socorrido, não resistiu aos ferimentos e veio a óbito no local.

Logo após o crime, a Polícia Civil iniciou as investigações e pouco tempo depois conseguiu elucidar toda a dinâmica dos fatos. Assim, o delegado responsável pelo caso representou pelas prisões dos dois suspeitos. No entanto, antes de serem presos, os homens fugiram e passaram a ser procurados.

Com o aprofundamento das buscas e diligências, os dois irmãos foram localizados e presos, simultaneamente, nas cidades de Carrasco Bonito e também Imperatriz. Em seguida, eles foram conduzidos para a Central de Atendimento da Polícia Civil em Augustinópolis, onde a autoridade policial deu cumprimento aos mandados judiciais. Logo depois das providências legais cabíveis, os homens foram encaminhados à Cadeia Pública da cidade, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário. (Rogério de Oliveira)

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Conselheiros tutelares buscam melhoria salarial

Publicado

em

Os conselheiros tutelares do município de Araguatins, no Bico do Papagaio, estiveram na semana passada em reunião com os vereadores, para pedir apoio referente a reajuste salarial.

Foi apresentado aos parlamentares um relatório das ações desenvolvidas, enfatizando a realidade de como é desenvolvido o trabalho do Conselho Tutelar na garantia de direitos de crianças e adolescentes.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze