- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
domingo, 26 / maio / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ARAGUAÍNA: Começo na segunda-feira, 15, a 21ª Semana Antimanicomial

Mais Lidas

A Prefeitura de Araguaína promove, a partir de segunda-feira, 15 de maio, até sexta-feira, 19 de maio, a 21ª Semana da Luta Antimanicomial, com muitas atividades, entre palestras, oficinas, caminhada e momentos de interação.
 
A abertura é às 8h15, no auditório da subseção da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). Nessa atividade, os destaques são as palestras “Olhar Jurídico Acerca das Mudanças na Política de Saúde Mental” e “A Liberdade Cuida, o Cuidado Liberta”.
 
Depois, haverá uma roda de conversa sobre a Luta Antimanicomial e constituição da Rede de Atendimentos Psicológicos Sociais com os coordenadores do CAPS (Centros de Atenção Psicossocial) de Araguaína.
 
Na terça e quarta-feira, 20 e 21, serão realizadas diversas oficinas nas quatro unidades de CAPS de Araguaína, sempre começando a partir das 8h30.
 
Na quinta-feira, 22, Dia Nacional da Luta Antimanicomial, com início previsto para às 7h30, será feita uma caminhada de conscientização saindo do Hospital Dom Orione e indo até a Praça das Nações, onde haverá uma concentração para falas.
 
Na sexta-feira, às 8 horas, no Parque das Águas, a 21ª Semana da Luta Antimanicomial de Araguaína será encerrada com o momento de interação e conciliação dos servidores do RAPS com os usuários do sistema.
 
Estudantes e profissionais que participarem de todas as atividades receberão certificado de 25 horas.
 
Participação e trabalho de Araguaína
Assistente social Getúlio Pereira da Silva Júnior, que é um dos coordenadores da semana, convida a comunidade em geral a participar das atividades e saber um pouco mais do trabalho de Araguaína e da luta antimanicomial. Segundo ele, essa é mais uma oportunidade para mostrar como é importante a inserção dessas pessoas na sociedade, superando estigmas e preconceitos.
 
Conforme Getúlio Pereira, desde 2013, Araguaína avançou muito no trabalho de recuperação de dependentes químicos e de cuidado com as pessoas que têm transtornos mentais. A prefeitura assumiu para si várias unidades que hoje prestam um serviço de muita qualidade. “Hoje, há uma melhora exponencial, temos CAPS infantil e Unidade de Acolhimento Adulto, isso tudo foi ganho nestes últimos dez anos. E claro, traz reflexo positivo no cuidado das pessoas”.

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias