- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
terça-feira, 25 / junho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ARAGUAÍNA: Município vence prêmio IGM 2022 do Conselho Federal de Administração

Mais Lidas

Por causa do bom trabalho realizado pela administração municipal, a Prefeitura de Araguaína foi premiada com o primeiro lugar no IGM (Índice de Governança Municipal) 2022, em uma disputa com mais de 160 municípios do Brasil. Araguaína fez parte do grupo 7, que abrange cidades com mais de 100 mil habitantes e PIB (Produto Interno Bruto) per capita de até R$ 32,3 mil. Os indicadores são criados pelo CFA (Conselho Federal de Administração) com base nas informações de dez bancos de dados diferentes, entre eles Governo Federal, IBGE, Datasus, Firjan, Sebrae e Observatório da Criança.
 
Os principais dados avaliados foram Finanças, que levam em conta indicadores fiscais, investimentos per capita em saúde e educação, custo do Legislativo e equilíbrio previdenciário; Gestão, que avalia os indicadores de planejamento, proporção de servidores conforme a população total e transparência; e Desempenho, que considera os indicadores de saúde, educação, segurança, saneamento, meio ambiente e vulnerabilidade social.
 
Caminho certo
Araguaína concorreu com municípios importantes do Brasil, como Franca (SP), Governador Valadares (MG), Rio Branco, São Luís (MA), Teresina (PI), Macapá (AP), Campina Grande (PB), Vitória da Conquista (BA), entre muitos outros.
 
“Para nós, é uma honra enorme receber esse prêmio. Isso mostra que estamos no caminho certo, fazendo uma gestão que entrega resultados e melhoria para a população da cidade”, frisou o secretário da Fazenda, Tecnologia, Ciência e Inovação, Fabiano Souza, que participou da cerimônia da entrega do prêmio, em Salvador.
 
A nota geral final de Araguaína foi de 6,88, sendo que no item Gestão a cidade teve o melhor desempenho – 8,38. De acordo com a página oficial do indicador, o IGM/CFA foi desenvolvido com base em duas premissas básicas: cobertura e periodicidade. Com isso, buscou-se a maior abrangência possível de municípios e, ao mesmo tempo, no maior período possível. A construção do IGM/CFA envolveu a manipulação de mais de 650.000 linhas de dados de mais de dez bases diferentes.

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias