- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
sábado, 15 / junho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ARAGUATINS: Defensoria visita Ilha de São Vicente para dialogar com comunidades ribeirinhas e quilombolas

Mais Lidas

A Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO) esteve nessa quarta-feira, 1º, na Ilha de São Vicente, localizada no município de Araguatins, no Bico do Papagaio. A visita foi um pedido de associações de Ribeirinhos que vivem em assentamentos na localidade e foi realizada pela equipe do Núcleo Aplicado das Minorias e Ações Coletivas (Nuamac) de Araguaína.

O coordenador do Nuamac Araguaína, defensor público Sandro Ferreira Pinto, disse que a visita ao local teve como objetivo dialogar com as comunidades a fim de explicar a atuação da DPE e as particularidades dos processos envolvidos que vem sendo acompanhado pela Instituição por meio do Núcleo da Defensoria Pública Agrária (DPagra) e do Núcleo Especializado de Questões Étnicas e Combate ao Racismo (Nucora).

Segundo o Nuamac Araguaína, a Ilha de São Vicente tem o território quilombola já reconhecido, mas no local há populações Ribeirinhas assentadas que sobrevivem da pesca e agricultura de subsistência, também com posse consolidada há muitos anos. A pluralidade de vulnerabilidades nos pólos envolvidos na disputa chamou atenção da Defensoria Pública, que realizou a diligência para percorrer a Ilha e melhor conhecer as comunidades que buscaram atendimento.

“A territorialidade da Ilha de São Vicente, dada a sua extensão, se construiu e se constrói através de comunidades diversas. A intenção da Defensoria Pública é buscar a solução mais digna e justa para todos os envolvidos, evitando o despejo das famílias que utilizam o espaço para extrair o seu sustento”, esclareceu Sandro Ferreira.

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias