- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
quinta-feira, 13 / junho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ARAGUATINS: Pacientes de hemodiálise pedem socorro. Secretário diz que tem dado assistência

Mais Lidas

Pacientes em tratamento de hemodiálise moradores de Araguatins, no Bico do Papagaio, estão pedindo à Secretaria Municipal de Saúde que forneça ajuda de custo através do Tratamento Fora do Domicílio (TFD). O TFD é uma ajuda de custo fornecida aos pacientes atendidos na rede pública ou conveniada/contratada do SUS que precisam de tratamento fora de seu domicílio, com a garantia de atendimento no município de referência.

Atualmente, 11 pacientes com doença renal crônica de Araguatins precisam se deslocar até a cidade de Imperatriz-MA, três vezes por semana, para realizar o tratamento. O grupo alega que a falta de assistência adequada por parte da Secretaria expõe os pacientes a condições precárias.

Um dos problemas apontados pelo grupo é a ausência de um veículo apropriado para o transporte. Segundo eles, o veículo apresenta defeitos constantes e só na última semana, após as críticas virem a público, a Secretaria disponibilizou um veículo, mas ainda de forma insuficiente.

Além disso, os pacientes afirmam que a ausência do auxílio do TFD dificulta a situação, pois são necessários medicamentos e alimentação após as sessões de hemodiálise. Em situações de emergência noturna, o abandono à beira da estrada é uma realidade desoladora.

O TFD é de extrema importância para esses pacientes, pois garante que eles possam receber o tratamento necessário, mesmo que esteja fora de seu domicílio. Além disso, o auxílio financeiro pode ajudar a cobrir os custos com medicamentos e alimentação, que são essenciais após as sessões de hemodiálise.

A assessoria de comunicação da Prefeitura, divulgou uma Nota, em nome do secretário municipal de saúde, Ruy Matos, rebatendo a fala dos pacientes. Veja:

Convido qualquer um para ver a situação dos nossos carros de hemodiálise. Nunca deixamos nenhum dia de atender esses pacientes. Por lei, pacientes de hemodiálise em outro estado, no caso Imperatriz-MA e tratamento fora de domicílio é responsabilidade do estado Tocantins e nós atendemos todos. Aí tem pacientes com cartão SUS do Maranhão.

Já solicitamos ao estado do Tocantins para averiguar situação.

Temos um micro-ônibus alugado e uma van do município para fazer esse transporte.

Em reunião na Defensoria Pública, eles nos disseram que se nós fornecemos a passagem, eles já estavam assistidos e nós fornecemos transporte, a custo de mais de R$ 50 mil mês, onde o Governo Federal repassar R$ 6,2 mil mês para fazer TFD, e nós pagamos mais de 10 mil mês de passagens para Palmas. Então, o município nunca deixou um dia de assistir esses pacientes.

Secretário municipal de Saúde – Ruy Matos

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias