- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
sábado, 24 / fevereiro / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

AUGUSTINÓPOLIS: Oficina de Segurança Transfusional Aprimora Cuidados no HRAUG

Mais Lidas

O Hospital Regional de Augustinópolis (HRAUG) promoveu nos dias 12 e 13 de dezembro uma Oficina de Segurança Transfusional, impulsionada pelo notável avanço da hemoterapia brasileira nas últimas décadas. Este evento teve como foco a ampliação da assistência aos receptores de hemocomponentes, o fortalecimento da hemovigilância e a capacitação dos profissionais de saúde inseridos no processo transfusional.

A ação, conduzida pela Hemorrede do Tocantins, foi ministrada por especialistas do Hemocentro Regional de Araguaína (HEMARA). Realizou-se no auditório da Universidade Estadual do Tocantins (UNITINS), Campus Augustinópolis, direcionada a enfermeiros e técnicos de enfermagem de Augustinópolis, Araguatins e Sítio Novo.

“A competência técnica dos profissionais envolvidos diretamente na transfusão é crucial. Todo esforço na produção de hemocomponentes de qualidade deve beneficiar o receptor desses produtos. Além disso, essa competência é fundamental para identificar e tratar precocemente possíveis reações transfusionais, adotando medidas de hemovigilância”, enfatizou Cibele Rodrigues Skowronski, enfermeira da gestão da qualidade do HEMARA.

Skowronski destacou ainda que “a oficina se baseia na metodologia ativa, em que o aluno é um agente ativo de sua aprendizagem, capaz de influenciar e transformar sua realidade ao compartilhar experiências com colegas e facilitadores”.

“A meta desta capacitação é reforçar a segurança e qualidade na transfusão sanguínea, garantindo que toda a equipe esteja apta a realizar o procedimento de forma tranquila e sem intercorrências, visando o bem-estar dos pacientes”, esclareceu Vilma Jovino, diretora do HRAUG.

De acordo com Raquel Chacon Medeiros, enfermeira da pediatria do HRAUG, “o curso de hemotransfusão e transporte proporcionou uma reflexão significativa. Para mim, em particular, destaco a necessidade de verificar cada ação em todo o processo de transfusão, desde a solicitação até o momento da infusão, abrindo um leque de reflexões sobre nossas atitudes e condutas”.

Essa iniciativa reafirma o compromisso do HRAUG em aprimorar constantemente seus serviços, priorizando a segurança e a qualidade no cuidado com os pacientes submetidos a procedimentos transfusionais.

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias