Connect with us

Bico do Papagaio

AXIXÁ: Em entrevista, Auri detona Damião Castro e define prefeito como “Chefe de quadrilha”

Publicado

em

O ex-prefeito de Axixá e ex-presidente da Associação dos Municípios do Bico do Papagaio, Auri-Wulange Ribeiro Jorge, em entrevista ao webjornal Folha do Bico falou dos últimos acontecimentos políticos no estado e exaltou os feitos de sua gestão, sem poupar críticas à administração do atual prefeito de Axixá Damião Castro (MDB), a quem ele chamou de “chefe de quadrilha”. O ex-gestor elogiou a administração Mauro Carlesse (DEM) e falou do empréstimo junto à Caixa Econômica Federal.

Auri ressaltou também os avanços alcançados durante a gestão estadual, disse que algumas das medidas tomadas são impopulares, mas necessárias para o bom andamento da máquina pública, mas deixou claro que os efeitos positivos serão sentidos não só nesse gestão, mas também em futuras administrações.

Quanto aos empréstimos que estão na iminência de serem liberados, Auri afirmou que serão essenciais para alavancar a economia tocantinense, gerando emprego e renda ao povo do Tocantins especialmente da região do Bico.

Sobre Claudinei Quaresmin, Auri não poupou elogios, disse se tratar de um homem íntegro, com visão de futuro e que vem ajudando muito Carlesse a implantar mediadas austeras no estado.

Confira a entrevista

FOLHA DO BICO – Qual a sua avaliação sobre o governo Carlesse?

AURI – Os avanços já alcançados nessa gestão podem ser notados quando melhorou a nota do Estado no STN possibilitando a liberação de recursos, além de avanços na produção do pescado com a isenção do ICMS, o que vai gerar mais empregos, girando a economia do Estado e proporcionando uma melhor condição de vida para os tocantinenses. Outras medidas que foram tomadas talvez não surja um efeito ainda nesse mandato, mas com certeza virão em gestões futuras. A redução da máquina pública com demissão de 50% dos comissionados, o congelamento das progressões, que é uma medida impopular, mas necessária, trará um melhor fôlego fiscal, são medidas que no primeiro momento dizem, mas que traz a cura.

FOLHA DO BICO – O senhor falou dos recursos que virão com a melhora da nota do Estado no STN. O que o senhor espera desses recursos?

AURI – O melhor possível. Esses recursos bem aplicados trarão um benefício enorme para o Tocantins, ajudarão em várias obras estruturantes, gerando empregos, facilitando o escoamento da produção gerando receita, e, consequentemente, melhorando a economia do Estado. As prefeituras necessitam por demais desses investimentos, especialmente as do bico do papagaio. Não consigo compreender gente que ainda torce contra, querendo de toda forma que o empréstimo não saia, na torcida do quanto pior melhor. Isso não é bom o Estado, essas pessoas têm que saber que a eleição acabou, e agora é hora de unirmos as forças pelo bem do Tocantins.

FOLHA DO BICO – Recentemente o governo sofreu uma baixa importante em seu quadro de secretários. Renato Assunção, tido como um dos melhores dentre os secretários pediu demissão, o que senhor diz sobre isso?

AURI – Olha! A saída do Renato foi uma surpresa para todos. O governador tem grande estima pela pessoa do Renato, um homem muito competente na área, a sua saída foi um choque para todos. Agora, eu não acredito em pressão por parte de ninguém do governo, eu não sei os motivos, mas o Renato deve ter um que justifique o pedido de demissão. Quanto ao Quaresmin, de igual modo competente, um homem honesto, simples e merece todo nosso respeito. Claudinei trás na bagagem uma grande experiência em gestão e isso tem ajudado a equipe do governo em implantar medidas austeras importantes para o desenvolvimento do estado e bom andamento da máquina pública.

FOLHA DO BICO – Como o senhor avalia a gestão do atual prefeito de Axixá?

AURI – É uma gestão fraca, até o presente momento não fez nada para melhorar a qualidade de vida dos axixaenses. Isso fez nascer um sentimento na população de revolta contra a atual gestão. Em razão disso, em virtude do ritmo de obras em minha administração, nos credencia a concorrer às eleições. A voz das ruas já diz isso, e já não quer mais a gestão do prefeito “tiquin”, faz um tiquin de bloquete aqui, um tiquin de bloquete ali. Além disso, a atual gestão está inundada em corrupção, se tem notícia de que pessoas ligadas à ele faz agiotagem com dinheiro público, uma verdadeira quadrilha instaurada no Paço Municipal. Tentou diminuir os salários dos professores avançando contra os direitos dos servidores da educação. Tem notícias que existem tantos servidores fantasmas na prefeitura de Axixa que faz da operação Cartasse brincadeira de criança. Damião Castro se transformou em um verdadeiro guru para alguns políticos da região do Bico, que buscam nele informações de como fraudar uma licitação e esquentar notas frias sem ser detectados pelos órgãos de controle e fiscalização.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: Polícia e MP novamente na cola de Júlio. Agora, suspeita é de corrupção eleitoral e peculato com uso de retroescavadeira

Publicado

em

Após uma denúncia anônima, o Ministério Público Eleitoral (MPE) e a Polícia Civil do Tocantins apreenderam nesta segunda-feira, 19, uma máquina retroescavadeira que pertence ao município de Augustinópolis sendo utilizada em uma propriedade particular no município de Buriti do Tocantins. O promotor eleitoral da 21ª Zona Eleitoral do Tocantins, Paulo Sérgio de Almeida, e agentes da polícia civil flagraram o momento exato em que o funcionário da Prefeitura de Augustinópolis operava a retroescavadeira para construir um açude na propriedade rural.

De acordo com o promotor Paulo Sérgio de Almeida, as informações iniciais indicam que a retroescavadeira estava na propriedade particular desde o último domingo, 18, e que a autorização para a realização do serviço irregular teve motivações eleitoreiras. O atual prefeito é candidato a reeleição.

Estão sendo apurados os crimes de corrupção eleitoral e peculato. O operador da retroescavadeira já passou pela oitiva do Ministério Público. A Promotoria Eleitoral está levantando todas as informações para analisar as medidas judiciais cabíveis ao caso. (Luiz Melchiades)

Continue lendo

Bico do Papagaio

XAMBIOÁ: 15ª morte por Covid-19 é oficializada

Publicado

em

Xambioá, no Bico do Papagaio, registrou sua 15ª vítima pela Covid-19. A informação foi confirmada no Boletim epidemiológico da Secretaria de estado da Saúde, desta segunda, dia 19.

A vítima é um homem de 72 anos, com diabetes. Ele morreu neste domingo, 18, no Hospital Regional de Araguaína.

Continue lendo

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: Com modelo de parceria inovador, Complexo de Delegacias começa a ser construído

Publicado

em

Foi iniciada em Augustinópolis, no Bico do Papagaio, as obras para construção do Complexo de Delegacias da Polícia Civil.

A obra é resultado de parceria envolvendo órgãos do Poder Executivo, Legislativo e Judiciário, local e estadual.

O projeto começou a ser rascunhado no final de 2018. No início de 2019, a Prefeitura Municipal realizou a doação da área para construção. Já no final de 2019, o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Helvécio de Brito Maia Neto, se reuniu com os deputados estaduais para tratar da construção do Complexo de Delegacias da Polícia Civil e solicitar a destinação de recursos para a obra.

O Complexo de Delegacias da Polícia Civil de Augustinópolis vai abrigar a 12ª Delegacia de Polícia Civil, a 13ª Delegacia de Polícia Civil e a 2ª Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher e Vulneráveis (Deamv);

A licitação para construção do Complexo não teve previsão de lucro (BDI), sendo que a empresa vencedora vai realizar a construção da obra pública apenas e tão-somente com fins sociais. No valor da obra, foram descontados os valores referentes à utilização parcial da mão de obra voluntária dos presos, tendo como contrapartida o direito à remissão de pena, em observância aos fins educativos, produtivos e ressocializadores do trabalho.

Essa será a primeira Delegacia de Polícia Civil do Tocantins construída com essa forma de convênio entre a Polícia Civil e os outros poderes, instituições e particulares.

Continue lendo
publicidade Bronze