- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
terça-feira, 23 / abril / 2024

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

BURITI: Itamaraty diz que repatriação de filhos de Romenia depende de decisão sobre guarda

Mais Lidas

Tchuca em foto com as crianças

O Ministério das Relações Exteriores, disse nesta quarta, 25, que por meio da Embaixada do Brasil em Paramaribo, capital do Suriname, está ciente do caso da buritinense Romenia Brito, de 28 anos, que foi assassinada na madrugada de segunda, 23, pelo marido, Aimar Lopes de Souza, conhecido como Thuca. O crime aconteceu em uma vila, as margens do rio Lawa, no resort Tapanahony, distrito de Sipaliwini, no Suriname, que faz fronteira com a comuna de Maripasoula, na Guiana Francesa, Departamento Ultramarino da França. 

O Itamaraty disse que presta assistência aos familiares, respeitando os tratados internacionais vigentes e a legislação local, conforme estabelecido pela Convenção de Viena sobre Relações Consulares, o Regimento Interno da Secretaria de Estado das Relações Exteriores e o Manual de Serviço Consular e Jurídico do Itamaraty.

Sobre o repatriamento dos filhos do casal para o Brasil, o órgão disse que deve obedecer o devido trâmite jurídico e não pode ser realizada sem uma decisão sobre a guarda e o poder familiar.

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias