- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
sexta-feira, 19 / abril / 2024

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

BURITI: Profissionais da Educação podem entrar em greve

Mais Lidas

Em defesa do reajuste do piso do magistério, os profissionais da rede municipal de educação de Buriti, na região do Bico do Papagaio, preparam uma paralisação geral ou uma até mesmo greve.

A decisão foi encaminhada em assembleia geral da categoria realizada na terça-feira, 23 de maio, por não haver nenhuma proposta da prefeitura para negociar a pauta da categoria.

As mobilizações encaminham a paralisação para a festa de comemoração do aniversário da cidade, dia 01 de junho.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (SINTET), Regional de Augustinópolis, Jules Rimet informou que os profissionais da educação podem está em greve no aniversário da cidade e que a categoria prepara grandes manifestações para a data que poderia ser uma comemoração de alegria para todos e todas os munícipes. 

“Uma pena que em uma data tão importante para a gestão que é essa comemoração, os profissionais em educação estarem realizando protestos cobrando o cumprimento da Lei sobre seus reajustes”, disse o presidente do Sintet Regional de Augustinópolis, Jules Rimet.

O Sintet espera que haja uma negociação plausível o mais rápido possível que atenda os anseios da categoria, e assim, encerrar as mobilizações que podem culminar em greve.

Uma nova assembleia ficou marcada para o próximo dia 25 de maio quando a greve pode ser deflagrada por tempo indeterminado.

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias