- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
quinta-feira, 20 / junho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Chamada Pública busca projetos de geração de renda no Bico do Papagaio

Mais Lidas

Reunião em Araguatins debateu o tema

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Governo do Estado do Tocantins, o Instituto Meio e a Suzano, lançaram no final do último mês, a Chamada Pública para a seleção de projetos desenvolvidos por organizações que tenham como foco atividades de inclusão produtiva e de geração de renda na região do Bico do Papagaio.

O evento aconteceu no auditório da Escola Estadual de Tempo Integral Professora Oneide da Cruz Mousinho, localizada em Araguatins, e contou com a participação de representantes do poder público, organizações estratégicas que atuam no território e líderes das empresas parceiras do projeto. Como parte da programação, também foram realizadas oficinas explicativas, nos municípios de Araguatins (TO) e Darcinópolis (TO), voltadas para o público-alvo da chamada, com o intuito de apresentar o edital, orientar sobre o preenchimento dos formulários e esclarecer as dúvidas.

A Chamada pública tem como objetivo identificar propostas para compor o Projeto Conexões Transformadoras, iniciativa que visa fortalecer as atividades de inclusão produtiva realizada por produtores familiares de baixa renda ou em situação de vulnerabilidade econômica na região do Bico do Papagaio. Por meio dessa parceria, serão investidos 2 milhões de reais nas ações do projeto, beneficiando mais de 2.400 pessoas.

Podem participar da chamada pública, organizações estratégicas, cooperativas e associações sediadas no estado do Tocantins, com evidências de atuação no território do Bico do Papagaio, cujos beneficiários(as) estejam atuando em uma ou mais das cadeias produtivas priorizadas neste projeto, que são: fruticultura, mandiocultura, apicultura e meliponicultura. Para conferir todas as regras e documentos exigidos na chamada pública acesse o link do projeto: https://institutomeio.org/conexoestransformadoras.

Para Andre Becher, Gerente de Sustentabilidade da Suzano, o esforço colaborativo entre as instituições parceiras é fundamental para ampliar o impacto das ações do projeto e alcançar um maior número de pessoas. “As empresas têm um papel fundamental no desenvolvimento de ações que promovam impactos positivos no mundo todo, e ao trabalharmos juntos, podemos ampliar ainda mais o nosso alcance. Nós estamos entusiasmados com esta parceria, pois acreditamos que o projeto Conexões Transformadoras proporcionará oportunidades de trabalho e renda para toda a região do Bico do Papagaio, contribuindo com a redução da vulnerabilidade socioeconômica das comunidades e transformando a realidade da região”, explica.

“O apoio à agricultura familiar para a produção de alimentos em bases saudáveis sustentáveis é fundamental para o desenvolvimento do país, pois promove a conservação da biodiversidade, a inclusão socioprodutiva dos grupos de agricultores envolvidos nos projetos e a segurança e soberania alimentar de maneira integrada”, afirmou a superintendente da Área de Desenvolvimento Social e Gestão Pública do BNDES, Ana Costa.

Lars Diederichsen, fundador do Instituto Meio, diz: “Nós acreditamos que a cooperação local é muito importante para os resultados e para a sustentabilidade de empreendimentos no médio e longo prazo, potencializando o desenvolvimento econômico regional. Por este motivo, trabalhamos para o fortalecimento de arranjos produtivos locais, essenciais para a inclusão produtiva no Estado do Tocantins.”

“O Bico do Papagaio é a região mais densamente povoada do estado e, ao mesmo tempo, uma das que mais sofrem com desigualdades sociais, pobreza e baixos índices de desenvolvimento. Iniciativas como essa impulsionam o desenvolvimento regional e estão alinhadas com a política do Governo (Produtos da Terra) de reverter a situação de vulnerabilidade na qual se encontra boa parte da população desses municípios”, completa o secretário da Indústria, Comércio e Serviços do Estado do Tocantins, Carlos Humberto Lima.

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias