- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
quinta-feira, 13 / junho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ESPERANTINA: Escola Família Agrícola do Bico do Papagaio Padre Josimo é premiada por projeto de recuperação de matas ciliares

Mais Lidas

Com o projeto O uso pedagógico de produção de mudas como iniciativa na recuperação de matas ciliares na EFA – Padre Josimo, a Escola Família Agrícola do Bico do Papagaio Padre Josimo (Efabip- Padre Josimo), localizada no povoado Vila Tocantins, do município de Esperantina, foi uma das vencedoras do Prêmio Escola que Transforma, promovido pelo Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc). A escola foi a primeira colocada na modalidade Escola Agrícola/Educação do Campo/Parcial e Integral/Alternância – Ensino Médio – Esfera Estadual.

O projeto foi desenvolvido no ano de 2022, com uma ação de recuperação de uma área de mata ciliar próxima à unidade escolar. Atendendo às demandas pedagógicas da escola, iniciaram-se discussões, em sala de aula, voltadas para a importância da preservação de áreas ambientais locais, da recuperação de áreas degradadas e da preservação de nascentes, dentre outros tópicos.

Na sequência, estudantes e colaboradores da própria unidade escolar começaram a realizar as atividades práticas com a produção de mudas. O cuidado com a escolha das mudas levou em conta a vegetação local, respeitando as características de cada espécie da flora. A variação na forma de produção foi diversificada por meio de enxertia, plantio de sementes e estaquia. As mudas foram plantadas em áreas degradadas próximas a cursos d’água no município.

Conforme o professor Lucas Sousa Oliveira, que ministra Sistema Agroecológico de Produção Vegetal, os resultados do projeto foram notados na recuperação da biodiversidade, por meio do plantio das espécies regionais, que contribuíram também para a melhoria da qualidade da água, além da conscientização ambiental da comunidade local. “Os alunos passaram a compreender melhor a importância das matas ciliares e a relevância da conservação da natureza, além da reprodução de espécies nativas como fator importante de conservação e preservação do meio ambiente”, destaca.

O estudante João Vítor Gomes, da 3ª série e concluinte do curso Técnico em Agroecologia, comentou sobre a interação entre a unidade de ensino e a população local. “Ganhar o prêmio traz uma sensação de alegria, mas também é muito bom ver o reconhecimento da comunidade pelas ações que a escola desenvolve. Eu acredito que a educação pode transformar vidas”, pontua.

Francisco Alves dos Reis, também estudante da 3ª série do ensino médio, falou sobre os conhecimentos adquiridos com o projeto. “Eu aprendi que o plantio de árvores melhora o clima, trazendo benefícios tanto para a fauna quanto para a flora. Tenho o sonho de cursar Engenharia Agronômica e sei que só vou alcançar meus objetivos por meio da educação”, conclui.

Sobre o Prêmio

O Prêmio Escola que Transforma é uma ação do Programa de Fortalecimento da Escola (Profe) e busca reconhecer, valorizar e divulgar as boas práticas realizadas nas unidades escolares estaduais e municipais de todo o território tocantinense.

Foram destinados R$ 2 milhões para as premiações dos 57 projetos selecionados do 1° ao 3° lugar, em 19 categorias. As unidades escolares e os profissionais titulares dos projetos selecionados foram premiados conforme as categorias com valores entre R$ 30 mil e R$ 5 mil. Os estudantes protagonistas dos projetos também receberam prêmios de R$ 1 mil a R$ 500.

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias