- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
segunda-feira, 24 / junho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Fórum de Integração das Universidades Estaduais da Amazônia inicia atividades

Mais Lidas

Começou nesta quinta-feira, 23, o “I Fórum de Integração das Universidades Estaduais da Amazônia: Saberes, Ciência e Propostas Regionais” realizado pela Universidade do Estado do Pará (UEPA). O evento contou com a presença de reitores, representantes e comitivas da Universidades Estadual do Tocantins (Unitins), Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (Uemasul), Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) e Universidade Estadual do Maranhão (Uema). 

O evento organizado pelo Fórum de Reitores das Universidades Estaduais da Amazônia foi presidido pelo reitor da Uepa Clay Chagas. Na mesa da solenidade de abertura do evento também estavam autoridades de órgãos do governo do Pará, como presidente da Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa), Marcel Botelho; a deputada estadual Marinor Brito, do Comitê Estadual de Mudanças Climáticas para a Cop-30, e Vanessa Vasconcelos, representando o presidente da Fundação Paraense de Radiodifusão (Funtelpa), Miro Sanova.

A Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação da Unemat, professora Áurea Regina Alves Inácio, representando a reitora Vera Lúcia Maquêa reforçou a importância do fortalecimento de uma rede de pesquisa e extensão da Amazônia e ressaltou que os eixos temáticos do GT´s foram muito bem pensados, principalmente por “já estarmos vivendo o cenário das mudanças climáticas que são o tema principal da Cop-30”.

Luciléa Ferreira Lopes Gonçalves, da Uemasul, destacou as semelhanças climáticas e culturais entre os estados do Pará e Maranhão, em “um momento ímpar para a realização do Fórum, com um tema pertinente” e também aproveitou para destacar que o desenvolvimento do Fórum dos Reitores e a realização da programação foram realizadas de forma ágil e eficiente pelo titular da Uepa, Clay Chagas. 

Segundo o presidente do Fórum dos Reitores, professor Clay Chagas, hoje e amanhã, o debate de assuntos como Saúde e Ambiente, Crédito de Carbono, Educação Ambiental e Desenvolvimento Sustentável é movido pela “ideia de fortalecer as relações entre as universidades estaduais e, a partir desse fortalecimento, no que diz respeito ao ensino e à pesquisa, as universidades possam estar se preparando para melhor participar da Cop-30 que vai acontecer aqui em Belém, mas especificamente na Amazônia”.

Para Augusto de Rezende Campos, reitor da Unitins e vice-presidente do Fórum dos Reitores “as instituições precisam apoiar um único direcionamento em prol do desenvolvimento sustentável”.

Pensar a Amazônia a partir da Amazônia

“A Amazônia não é um vazio científico, temos instituições competentes para propor soluções”. Essa afirmação de Marcel Botelho, presidente da Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (FAPESPA) expressa o tom empregado por todos os integrantes da mesa de abertura do Fórum, que acreditam que pesquisadores e pesquisas da região precisam ser protagonistas de processos que a colocam em evidência. 

Seguindo esta mesma linha, a vice-reitora da Uepa, Ilma Pastana, também focou a atenção no cuidado com as pessoas da Amazônia, pois para ela, a “universidade precisa trabalhar com os serviços e as suas comunidades”.

O professor Willame Ribeiro, que também está à frente da organização, destacou que “os desafios associados à questão ambiental serão discutidos em grupos diversos, em várias áreas” na programação do evento.

A secretária do Fórum de Mudanças Climáticas, Marinor Brito, destacou que é preciso “perceber este novo momento que vive o Brasil, a Amazônia, buscando soluções das universidaes”. Nesse contexto, a diretora de jornalismo da Fundação Paraense de Radiodifusão, Vanessa Vasconcelos, parabenizou a iniciativa que “agrega os estados de magnitude da região”.

A programação do Fórum segue na tarde de hoje (23) com a realização de Grupos de Trabalhos (GTs) com os temas Educação Ambiental, Crédito de Carbono, Saúde e Ambiente, Práticas Relacionadas aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) e Desenvolvimento Sustentável (bioeconomia e energias renováveis). Já na sexta-feira, 24, a partir das 14h, será realizada uma Plenária com a apresentação das propostas dos GTs e o encerramento. (Marília Jardim e Guaciara Freitas)

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias