- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
segunda-feira, 24 / junho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Indígenas bloqueiam trecho da TO-210 no Bico do Papagaio em protesto contra projeto do marco temporal

Mais Lidas

Indígenas da etnia Apinajé da região do Bico do Papagaio bloquearam um trecho da TO-210 na manhã desta quarta-feira (7). O protesto, que seguiu durante o dia, aconteceu entre as cidades de Nazaré e Tocantinópolis. Eles se manifestaram contra o chamado marco legal das terras indígenas, aprovado pela Câmara dos Deputados no dia 30 de maio.

O projeto estabelece que os povos originários têm direito somente às terras que já eram tradicionalmente ocupadas por eles a partir da promulgação da Constituição Federal, que ocorreu em 5 de outubro de 1988. Se aprovado no senado, indígenas correm o risco de ser expulso de terras que ocupam se não provarem que estavam lá antes desse marco temporal.

A Polícia Militar (PM) acompanhou a manifestação, que começou na altura da aldeia Prata, em Tocantinópolis. O bloqueio começou por volta das 9h.

O coordenador técnico local da Funai de Tocantinópolis, João Batista dos Santos Filho, informou que as manifestações ocorreram em outros estados e que os indígenas protestaram de forma pacífica. Veículos com pessoas idosas, ambulâncias e casos de urgência e emergência tiveram passe livre.

Os representantes dos povos originários, segundo Batista, permaneceram na rodovia até o fim da tarde, por volta das 17h. Nenhuma ocorrência foi registrada no local até a tarde desta quarta-feira. No fim da tarde, os indígenas foram para a frente da Prefeitura e Câmara, onde fizeram cantos tradicionais. Depois vão voltar para a aldeia.

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias