- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
sábado, 22 / junho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ITAGUATINS: Suspeito de matar outro com garrafa quebrada após discussão em festa de cavalgada é preso

Mais Lidas

Em cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido pela Vara Criminal da Comarca de Itaguatins, a Polícia Civil efetuou, na quarta-feira, 18, a prisão de um homem, de 23 anos, o qual é investigado pela prática de um crime de homicídio, fato ocorrido no último mês de julho, após uma cavalgada realizada na cidade.

De acordo com o delegado Antônio Bandeira, titular da 17ª DP, logo após tomar conhecimento dos fatos, as equipes da PC-TO conseguiram identificar o autor. “Com base nas informações colhidas durante o período investigatório, representamos pela prisão desse suspeito, a qual foi deferida pelo Poder Judiciário da Comarca de Itaguatins”, frisou a autoridade policial.

Contudo, a fim de se furtar da persecução penal, o homem fugiu e passou a ser procurado pela Polícia, sendo que, nesta quinta-feira, ele se apresentou na Delegacia de Augustinópolis  e acabou preso, em cumprimento a mandado de prisão preventiva.

O crime

Segundo revelaram as investigações da Polícia Civil, autor e vítima, ambos de 23 anos, estavam em uma festa durante a cavalgada de Itaguatins, quando se envolveram em uma discussão que rapidamente evoluiu para um confronto físico. “Neste momento, o autor pegou uma garrafa de cerveja que estava quebrada e  desferiu golpes no pescoço e também nas costelas da vítima, que mesmo sendo socorrida, não resistiu à gravidade dos ferimentos e veio a óbito”, ressaltou a autoridade policial.

Com o aprofundamento das investigações, o homem foi identificado e acabou preso na última quarta-feira. Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, ele foi recolhido à Cadeia Pública de Augustinópolis, onde aguardará manifestação da Justiça.

Para o delegado Antônio Bandeira, a prisão restaura a sensação de segurança e dá uma resposta satisfatória a toda comunidade de Itaguatins. “Trata-se de um crime muito grave que abalou a população local em função da maneira como foi praticado e, agora, a Polícia Civil conseguiu prender o principal suspeito a fim de que a Justiça possa seguir seu curso natural”, disse.

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias