- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
sábado, 15 / junho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

PALMEIRAS: Projeto quer envolver mais de 50 famílias na criação de peixes e organizar cadeia produtiva

Mais Lidas

Representantes da Sepea e das instituições parceiras visitaram o local do projeto

A Secretaria de Estado da Pesca e Aquicultura (Sepea), em parceria com a Prefeitura de Palmeiras do Tocantins, realizou nessa quinta-feira, 3, a ação “Na Trilha da Piscicultura”, com o objetivo de apoiar a implantação de um projeto de criação de peixes em tanques-rede e organizar a cadeia produtiva no município, juntamente com instituições parceiras.  

O projeto inicial prevê a instalação de 175 tanques, com capacidade para dobrar esse número. A expectativa é envolver cerca de 52 famílias do município na atividade. O local destinado à instalação do projeto fica situado no lago de Palmeiras, mais especificamente, na calha do Rio Mosquito, a 8 Km do centro da cidade. 

A organização da cadeia produtiva será possível com a participação de parceiros que atuarão na capacitação técnica, fiscalização, implantação de agroindústria, compra e distribuição da produção. As instituições envolvidas são: Embrapa Pesca e Aquicultura, Secretaria de Estado da Indústria, Comércio e Serviços (Sics), Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins). 

O presidente da Associação dos Piscicultores de Palmeiras do Tocantins, Ercivaldo Moraes Marques, frisou que a entidade que representa possui 28 associados, com a possibilidade de incluir outras pessoas interessadas, em virtude do tamanho da área disponível no lago. “O projeto está bastante adiantado e, com o apoio do Governo do Tocantins, tivemos uma injeção de ânimo”, comemorou o produtor. 

O prefeito de Palmeiras do Tocantins, Júnior Noleto, lembrou que a ideia surgiu há cerca de 4 anos e, desde então, foram providenciadas as licenças ambientais e o apoio técnico por meio do Ruraltins e da Secretaria da Agricultura e Pecuária do Tocantins (Seagro). “O Governo do Tocantins e os parceiros vieram neste momento para nos ajudar a concretizar o nosso sonho de desenvolver a piscicultura no município”, enfatizou o gestor. 

A secretária da Pesca e Aquicultura, Miyuki Hyashida, ressaltou que compartilha o mesmo sonho do prefeito e que o Tocantins pode se tornar um grande produtor de peixes do Brasil e do mundo. “Temos no Estado uma imensa quantidade de águas disponíveis para a piscicultura, com potencial para produzir cerca de 1 milhão de toneladas e peixes em tanques escavados e nos lagos das usinas de grande e pequeno porte localizados no nosso território”, destacou. 

A gestora frisou ainda que Palmeiras do Tocantins foi o primeiro destino da ação “Na Trilha do Piscicultura” pelo interesse, força de vontade e determinação dos envolvidos no projeto de criação em tanques-rede no município. Ela finalizou reiterando que “a visita serviu para acelerar o andamento do projeto e mobilizar as instituições parceiras com o propósito de estruturar a cadeia produtiva da piscicultura na região”. (Cristiano Viana / Foto: Adilvan Nogueira)

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Notícias